terça-feira, 30 de dezembro de 2008



Poesia no Prato...
Somos filhos do universo ...


Joca Faria

A Vicente Cioffi

Os Sábios só são grandes quando chegarem a ser poetas; quando se sobrepondo ao detalhe, sente as harmonias latentes no fundo de tudo o que existe e que podem arrebatar-nos a esferas superiores...
Samael Aun Weor

O sol se poem e você por onde anda? Estou aqui sem ir e vir...Navego dentro de mim mesmo...Te amo e me amas...Procuro informações sobre o universo com os Deuses tento não cair...E se cair me levanto...Somos tão antigos viemos antes da Atlântida..Somos filhos do universo...Filhos de Deuses
talvez até tenhamos sido deuses...Mas passou importa agora é este presente...Buscar acender ...Alcançar as mais puras vibrações...Somos mulheres e homens...a caminho de descoberta perfeita afinal temos que descobrir as nossas verdades. E nos desfazer de nossas mentiras...Ainda somos sombras mas iremos em busca de nossa própria luz...Quero voar cada vez mais alto...E me sinto preso a este chão...A poesia que leio a cada dia me faz ir bem longe...Tenho que aprender a ter os pés no chão...e alma no coração...Neste calor me faz lembrar as aventuras e desventuras de Rynaldo
Papoy fez pelo nosso centro oeste...Tudo acontece nestas terras Brasilês de paz e violências...Nosso interior é forte e selvagem quero invadir e desvendar nosso sertão brasileiro...Confesso que estou meio sem inspiração neste texto mas vou até o começo...Tenho que descer dentro de mim e ando bem estranho ...O calor é forte nesta tarde de verão...Á mídia só fala da crise mas digo que não há crise no meu dia a dia...Como escrevi a Vicente Ciofi no jornal Valeparaibano que vou colar aqui

Mas que crise? Desculpe Vicente mas o tal capitalismo está dentro de nós em nossa sede de consumo. Todos nós queremos ter e não ser. Tento fazer esta desintoxicação estudando GNOSE de Samael Aun Weor e mesmo assim as vezes sonho em ter carro, moto e dinheiro de monte.
Penas que não valorizamos o coletivo de verdade …Criar cooperativas para que serve o BNDS se não apóia o coletivismo?
Em minha militância sempre observei projetos pessoais. Eu não dispenso a internet acho que o Moraes está certo em sua briga contra o celulares.
Cade as ciclovias, linhas de metro, transporte 24 horas, sistema de ambulâncias tudo nos empurra para ter um carro. Para ter dinheiro.
Somos escravos deste capitalismo já o encorporamos a mais de um século.
Vicente a verdadeira revolução está dentro de nós mesmo.
Cade o orto florestal que está abandonado…A falta de incentivo a geração de emprego na cultura.
Cade um projeto de criação de uma indústria de audiovisual em nosso Vale do Paraíba.
Criação de um turismo sustentável. Reflorestamento da Serra da Mantiqueira e Serra do Mar.
Nada disto acontece…Só o kaos e prisões lotadas e este povo que não tem chance. Mendigos na rua…E o fome zero?
Um beijo aos poucos que sonham

Acredito nesta função prática da arte quanto na função metafisica uma coisa esta dentro da outra nada se exclui as vezes penso em deixar a militância mas lendo textos como o de Vicente Cioffi criamos a força necessária para continuar na luta...Mas não podemos perder a fé em mudanças reais mudemos primeiro a nós mesmo...E não seremos exemplos de nada ...Ninguém precisa de medalhas ou títulos ...Vamos fazer pelo coletivo ...Construir algo melhor para esta e outras gerações...
Somos quase umanos e não devemos temer em buscar a humanidade que está dentro de nós...Já recuperei a inexistente inspiração sou poeta e daí? E daí? E daí?
Vamos seguir, vamos dar as mãos numa grande ciranda e realizar nossa missão...Poesia no PRATO
POESIA NO PRATO...E VAMOS EM FRENTE....

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Poesia no Prato

O "Poesia no Prato" é um evento contagioso e transformador. Nos contamina de um modo benéfico.
Quem participa sai dali enérgico.
É um momento forte e especial que os poetas de São José dos Campos e também todos os outros seres
que apreciam cultura, vivem.
O fato é, que esse encontro é real. E tem forças expansivas. É um grito, uma reeducação da nossa
coragem de amar e mudar o mundo pelo meio da palavra.
É solidário. São os raios curtos e longos dos poetas de 2008 no interior de São Paulo, Brasil : despedaçando
a mentirosa frota de Pedro Alvares Cabral -- pois o Brasil está sendo descoberto agora dentro das pessoas que
participam do Poesia no Prato.
Ninguém ali dorme certo. Um olho aberto, outro fechado. Um olho torto, outro quadrado.
Ficam sonhando pela madrugada à dentro.
Durante o evento, muitos ficam ouvindo e repetindo um poema decorado na mente e esperando a brecha
certa para pulo-berrar na arena.
Foi um ano de poesia em são José dos Campos, não dá para dizer o oposto. A realização do Poesia no Prato
é a criação de um ímã gigante. O ímã gigante é aquela roda de poetas, onde "Todos somos poetas" e quem
chega perto é atraído para dentro. Para ser revelado que está e é, recheado de ferro. E por isso, tem o poder
de ser queimado debaixo e dentro do quiosque do Parque Santos Dumont.
Um salve aos idealizadores do Poesia no Prato!

léo Mandí, Músico e poeta

domingo, 28 de dezembro de 2008

Meu poema

Vanessa Alves

Caminhando pelos bosques enigmáticos de minha alma encontrei pássaros enamorados que me guiavam ao seu coração. Meus olhos embaçados do choro doente refletiram o que meu coração pulsava... avistei a tua imagem, você pairava sobre o ar sereno da manhã fresca... meu olfato logo capitou o cheiro da terra virgem que exalava dos teus pêlos. Tua imagem foi se propagando a minha frente, ao passo em que meu coração pulsava em fogo... logo pude ver minha alma duplicada em teu seio.
Por um segundo eterno e breve pude ouvir teu coração queimando junto ao meu, findados, ambos batiam formando uma fogueira em degradê de vermelho celeste.
Em seus olhos, amor meu, pude sentir meus medos errantes.... Sua boca era de um fruto maduro, parecia ser lapidado perfeitamente com cores amorosas dum rosado angelical. Seu corpo nu lembrava minha alma em estado de pureza... Sua carne cheirava terra molhada com fundo de frutas frescas... Eu enxergava um arco-íris atravessando sua aura elevado por dois arcanjos.
Olhamos o céu e anjos faziam serenata sob nós... O mundo entrava em estado onde os sentidos se desprendem das coisas terrestres.
A beira do lago o senti dentro de mim e ao embalo da chuva eufórica fizemos amor... A cachoeira que desembocava de tua saliva me banhava em pausas extasiadas..
.. Numa fração de segundos de amor em transe, um raio celeste atravessou nosso físico, o grito do amor em cortes calculados ecoou por todo bosque.. desfalecemos do gozo.
Assistindo ao chaves...


Joca Faria


Tudo há de ser feito. Temos um mundo inteiro para construir...Enquanto isto ouço a rádio cultura FM no meu computador...O filme Melão da Nanibia vai ser filmado em Janeiro começam os preparativos da produção. Cláudio Mendel assume a Diretoria Cultural da Fundação Cultural Cassiano Ricardo...O mundo está em férias. Mas Palestinos e Israelenses se matam no Oriente Médio.
A Africa morre de fome ENQUANTO nos seus subterraneamente a ouro e prata. Guerras civis explodem e nunca terminam enquanto grandes empresas ocidentais querem explorar suas minas e a humanidade assiste sem nada fazer.
Enquanto isto ouço belas músicas nas rádios e o mundo gira.
O que nós cidadãos comuns podemos fazer para mudar as coisas eu é que ainda não sei...
O Ricardo Faria não sabe...Ninguém sabe...O PSOL e que não sabe também pois não temos poder?
E se tivéssemos seriamos diferentes acho que não. Sem uma revolução pessoal não há mudança coletiva e a arte esta ai para nos mudar...Pela arte cheguei a gnose de Samael Aun Weor pela arte
outras pessoas descobrem suas verdades seja elas quais forem...
Ontem estavam assistindo Chaves e a Chiquinha disse que só se aprende fazendo...Que frase vindo de uma garota Mexicana...Ainda vou ao México ver as Piramides que são mais antigas que as
Egipicias.
Léo Mandi musicou um pequeno poema meu enquanto eu não estava criando imaginem quando eu finalmente lançar o Livro Retina ...Tudo flui ao desejo do universo....Deixe seus ventos nos levar....Crianças lêem o que escrevo...É minha sobrinha Letícia Costa Leite de sete anos ...Ela quer usar o computador...Logo eu deixo..Seu jeito infantil me cativa viva as crianças.
Tudo acontece enquanto o tempo existe neste mundo tridimensional como nos viveríamos sem a presença do tempo...Ainda seria criança? Não sei não te vejo enquanto escrevo...Não sei se sorri ou chora ao me ler...Mas eu te amo e lhe mando beijos e boas vibrações...Um dia nos veremos?
Precisamos nos salvar para ajudar a salvar o mundo...
Enquanto tudo isto flui ...Vou me embora mas volto a uma obra por ser feita...


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br
Aqui não há sala de jantar...

Joca Faria

A tarde molhada de dezembro se faz presente...nada como estes dias em que somos obrigados a parar...Para se preparar para um novo ano. E tudo me parece sempre...igual...Mas esta chuva que molha. Para mim nunca vai ser igual...A séculos que não escrevo...Devo sempre deixar meu ponto de vista imperfeito para o mundo...
Nunca sei ... O que é o mundo o que nos cerca ou que a mídia nos vende? A chuva cai sem se saber chuva...Como nos vivemos ...Sem saber a vida...Tá tentando refletir feito Fernando Pessoa que mau há nisso...Faz tempo que não o leio, dias destes vi um poema dele numa livraria ...que perfeição. Mas mesmo assim não deixo de ser...Mesmo sem saber...Que saudade destes escritos...Mas é bom ficar um tempo sem escrever...Para sentir o prazer da escrita. Neste silencio de uma tarde de fim de dezembro...Não ouço nada além de sons e ruídos de automóveis uma calopsita
pousada em meus ombros... Sou o silencio molhado desta tarde escura.... Não tenho nada a escrever...Mas escrevo...Tento silenciar a minha mente para me descobrir...Nestas horas acabo sonambulo...o pássaro bica meus dedos...Aqui não há sala de jantar...Não há mulheres desejosas de amor...O pássaro brinca enquanto brinco de viver...Por estes tempos ando lendo livros...Já estava com saudades de livros...Tenho saudades dos livros que ainda não escrevi...Tenho muito para dizer...Se penetrar na densa floresta descrita por Paulo Rafael fazia muito tempo que não ficava fã
de algum poeta que se diz poeta. E o Paulo é uma exceção a falta de talento que ronda esta cidade
em que vivo...Não por culpa das pessoas ou até por culpa delas mesmos. Não devemos buscar a literatura como um título social. Ou fazer arte por vaidade. O caminho é árduo e restritivo penetramos numa grande floresta escura em busca de nós mesmo...A troncos, raízes, folhas, frutos e trilhas. Que nos fazem perder este caminho...Ai devemos voltar para adentrar ainda mais ao centro da floresta...O pássaro se cuida em minhas pernas. E na sala assistem a um programa sensacionalista...Pois é dezembro e não há o que fazer será? A muitos livros de poesia para eu ler...Mas entre eles há algum poeta de verdade...Temos que ser duros conosco mesmo. E com o
próximo...Ler e escrever é a busca da sabedoria...E ainda somos tolas crianças...Tentando passear num jardim enquanto a floresta nos desafia?


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Estou voltando em breve novos textos meus legal Rynaldo Papoy estar escrevendo afinal iria para meu terceiro livro lembrando que já lancei o cd Kaoticidade e Depois da chuva ...em breve sai Retina um livro de poesia....e outro livro de ensaios...beijos

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Audioart

Olá, amigos, eu e o videasta Paulo Barros temos uma boa parceria, onde desenvolvo textos de ficção científica a partir de seus videos. Outros autores também participam.

Gostaria que vocês conhecessem o último texto que escrevi, a partir do video "Audioart" e aguardo comentários.

http://br.youtube.com/watch?v=uO9d6vrfHSk

Obrigado e grande abraço!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Um piano na chuva?

Joca Faria

A cidade numa manhã se incendeia em movimentos e eu aqui a plantar idéias ...Neste universo virtual...O QUE SOMOS NÓS ?... Existir é um presente dos Deuses e não um carma...Gozar de saúde mental melhor ainda enquanto eu tiver saúde mental ......Escreverei não sei para que mas escreverei...Não mudo nada enquanto não mudar a mim mesmo...Ainda sou uma mariposa em busca de se tornar borboleta... Adorei o começo da minissérie sobre Capitu...Ainda não li Machado de Assis fui vitima do pré-conceito contra este pai de nossa literatura...Mas tudo é valido e agora o lerei...Pois já começo a gozar da maturidade? Não sei quero ser sempre jovem de cabeça estar sempre aberto ao novo? Mas o que há de novo nesta terceira dimensão...Dizem que a quarta-dimensão é o tempo? ... Que fascinante dizem que o tempo não existe...Sei que existo por enquanto me basta...Mas também tudo é uma ilusão...Meus caros dizem que no inferno não há arte...Um amigo ficou trinta segundos nesta dimensão pesada e não suportou...NÃO me lembro de ter adentrado ao inferno...Mas é melhor descer do que cair...GeronimoOOOOOOOOOoooo....Nesta manhã gostosa escrevo com prazer...Escrever como fazer arte é um prazer...Quem sabe um dia vivo de arte...Mas hoje caminho a só pela cidade...Procurando boas companhias...Não gosto da solidão quando estou no centro da cidade...Gosto dela neste momento de criação... Quero voltar a fazer poemas...Compor músicas, fazer artes plásticas...Tudo é valido mas um Piano na Chuva? Vale á pena acho que não... MAS a cada curador uma sentença deve ter lá seus motivos, mas o piano virou sucata...Não cumpre mais sua função de tocar música...DEVERIAM por outras instalações pela cidade...Eu quero um dia fazer instalações em baixo dos viadutos da cidade? Porque não debatem o grafite e a pichação? É ótimo acontecer isto vivemos numa cidade reacionária e conservadora... Precisamos nos repensar e nos unir...Contra a barbárie do estado...E de uma parcela tola de nossa população...Ouvi falar que o espaço de cultura de Eugenio de Mello está abandonado pela própria população? E as verdades doem, mas devem ser debatidas? No mais quem sabe um dia terei um Piano num espaço de cultura que funcione vinte e quatro horas...Um abraço....

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Vandalismo oficial o piano?

Joca Faria

O piano no centro de nossa cidade me incomoda...Porque um instrumento tão importante está ao sabor do vento...Qual o sentido desta arte que se deixa deteriorar...Quando soube desta exposição questionável que o SESC trouxe para São José tive a vontade de salvar aquele piano se já tivesse uma sede cultural e algum trocado iria lá e salvaria aquele Piano...Como podem deixar um Piano ao relento...Toquei nele antes saia som. E agora nada...Tá na hora de se repensar estas instalações como arte..Isto é uma grande bobagem que conceito esta por traz é um maluco nem sei o nome dele? Que consegue enganar a diretoria do SESC e vender uma idéia besta. Quanto se gastou como uma exposição desta ? Porque o SESC não deu cinco pianos para instituições da cidade? Isto é vandalismo oficial? Acho que a parti que aqueles pianos estão ali passam a serem propriedades de todos...Merda pro SESC...Como o Danilo aprova isto...Não sei? Parece coisa de nossa Bienal..Tá certo o governo Lula que impõe ao SESC que gaste trinta por cento do orçamento em cursos...É uma instituição importante nos esporte e na cultura...Nunca quis critica La mas tenho deveres enquanto escritor...De não poupar nem os amigos...Sei que este texto passará em branco..Pois o SESC representa o sistema na cultura...Cinco anos para uma reforma é muito tempo? Ta na hora de mais uma unidade nesta cidade? De promover cultura não só como evento, mais investir em formação e profissionalização lá tem as melhores cabeças pensantes? Mas acreditar que este modelo está a salvo de criticas é bobagem...Sou artista e não vagabundo como um texto apócrifo de um tal de Chico que me enviou por apoiarmos Claudio Mendel nossa Cena CULTURAL tem muitos defeitos mas muita coragem não nos escondemos através de textos apócrifos que se publica na Imprensa local..Quando temos que emitir opinião assinamos em baixo...Este pais é assim têm se muito medo de dizer o que pensa o que farão os poderosos. Nada , pois eles não tem tanto poder assim...Cury, Carlinhos, PT,PSDB e tudo farinha do mesmo saco...Tavam lá na inauguração do SESC com seus discursos de bajuladores...Nestes pais só tem gente covarde...Fofoqueira que nunca age viva Tico Santa Cruz e seu adorável exercito de Brancaleones ...O resto é farofa e alienação...Espero que o povo que está se juntando no Hocus Pocus seja a semente da novidade...Acho que minha geração já se perdeu na mediocridade...Num é que Ricardo Faria e Sr Loester do Santos Pires do Jornal do Povo tem alguma razão...Vamos estudar arte somos todos anafalbetos culturais...E nós dizemos artistas...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Laberinto...

Joca Faria

O calor está maravilhoso nesta tarde ouço uma rádio de musica erudita... Leio livros... Brinco com os pássaros que infelizmente estão engaiolados...
Mas busco mudanças dentro de mim... A leitura do livro Volições de Yara Camillo é um prazer... Hoje vi imagens na TV de uma grande cidade onde pessoas eram assaltadas sem armas, mas nada faziam... O suor escorre pelo meu corpo mais tarde devo sair caminhar até uma escola filosófica e aprender um pouco mais...
Mas sempre as mesmas perguntas o que temos que fazer e ainda não fizemos? ...Procuro respostas nos sites de busca acrescentando a palavra filosofia, mas devo mergulhar em mim mesmo e achar a resposta...
Que melodias maravilhosas adentram aos meus ouvidos... Misturado ao barulho da rua... Nossa vida é um monte de cartas embaralhadas e loucas para serem desvendadas...Não costumo escrever ouvindo música também não costumava meditar agora devo aprender a adentrar dentro de mim mesmo pela meditação...
Adorei ouvir da bela atriz no sábado passado que São Paulo não há recebeu bem e agora volta ha cidade para procurar a literatura, filosofia para tentar chegar a si mesma...
Que lição de vida de uma pessoa que nunca vi que também esta tão perdida quanto eu neste imenso labirinto... chamado vida...
Noites e dias passam com uma rapidez estranha ...pedem-me poemas curtos mas não consigo escrever em poucas linhas...
Quero fazer uma série de textos e poemas do tamanho dos horóscopos que lemos nos jornais...
Ficaria lindo um livro assim espalhado ai pelo mundo...Dá até para publicalos em anúncios em jornais...
Mas terei que aprender o poder da síntese ...e não esquecer a prosa...Para mim estes textos são conversas entre nós e conversas não se resumem...
Daqui a pouco vou me indo banhado de suor nesta tarde de fim de primavera...
Não sei se disse o que devo dizer...Mas escrevi...a vida é curta vamos viver...nada mais que viver...
Beijos incendiários a todos e sorte nestes caminhos que este labirinto nos leva....

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

domingo, 7 de dezembro de 2008

O ype amarelo...

Joca Faria

Num destes sábados atendendo a chamada de Débora Paiva uma universitária que faz ciências sócias... Fui numa escola do Campo fazer um teatrinho de bonecos. Com a minha boa vontade e rompendo os pré-conceitos de alguém formado nas escolas da esquerda e do dito movimento cultural que querem ser profissionais? Fui e não me arrependi atravessei a cidade. Fui à Zona Sul no Campo dos Alemães no projeto Escola da Família me senti muito bem ver tanta gente fazer uma ação desinteressada pelo próximo, professores, diretores, bolsista, COMUNIDADE e até dois empresários que nunca haviam ido aquela comunidade. Que também só vou a eleições das mais diversas... Com um investimento de dois passes de ônibus pude aprender mais que ensinar com o próximo...Estou longe de projetos assim a um tempo. Vejo muitos discursos. E a Débora e aquele povo são mais práticos que toda teoria de esquerda ou direita ou qualquer religião ou partido político. Não é difícil se mobilizar seja você, trabalhador, patrão, desempregado... E outros. Fazer pela próximo esta ao nosso alcance. Basta um empurrãozinho. Acho após um Curso sobre a África é que devemos aprender a cooperar mais e exigir menos de governos e tudo mais. Se aprendermos a nos mexer e se virar criando cooperativas informais até que virem formais. Faremos muito mais que qualquer teoria ou ismo que tomam conta de nos. Chega de nos dividirmos vamos nos juntar e salvar os Ypés os Rios. A Zenilda Lua ficou agoniada com a derrubada de um Ypé vamos nos mexer... Nos temos mais potencial que imaginamos e mais força de vontade. Basta abrir o coração como fizeram Zenilda e Reginaldo criando o Poesia no Prato que ajudou a oxigenar a cidade.Vamos plantar Ypes, fazer trilhas, montar ONGs fomais e informais debater e agir...Chega de apontarmos os defeitos do próximo temos o nosso. Aprendi muito este ano sai um pouco deste computador e abri meus horizontes conhecendo novas pessoas. Oxigenei minhas idéias pré-conceitos não levam ninguém a lugar nenhum. Quero ir além no ano que se inicia recuperar os amigos que perdi, cultivar os novos e conquistar outros. Valeu Almadanha, Débora...Vanessa e tantos outros. Espero que avancemos mais ainda criando aquele grupo de performances para agir na cidade levando solidariedade a todo canto e aprendermos ainda mais com nosso próximo. Agir é o melhor remédio contra qualquer crise pessoal, social ou econômica vamos buscar a criatividade e salvaremos a nós mesmos.

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Nélio Fernando

Independente de quem seja o novo presidente, da Fundação cultural Cassiano ricvardo mandatário, Chefe, ou qualquer cargo hierarquico que seja, será necessário, uma nova Política Cultural e não existirá mudança se não houver a participação de todos , aliás, me parece que estamos numa democracia (pelo menos terminologicamente falando).
(à parte) Desconfio que para haver democracia é necessário haver também inteligência, ou seja, seres pensantes - o quem tem sido escasso em momentos de crises peródicas educacionais e muitas vezes até mesmo crises de austeridade educacional - caso contrário precisaremos de um lider o que sem duvida é o pior dos fracassos humanos

Então um basta à mesquinharia, não podemos morrer de sede em pleno Rio Amazônico. (à parte) Será que ainda faz parte do território nacional?

Reivindicações básicas:
A biblioteca Pública Cassiano Ricardo poderia ficar aberta até um poco mais tarde;

O CET ( Centro de Estudos Teatral) poderia ter ao menos, uma biblioteca e computadores com links ligados e conectados com o mundo... Precisamos avançar para o Século XXI;

O Cine Santana não sei porque, perióidicamente parece que está fechado, é muita Timidês Cultural... Passei vergonha quando um amigo estrangeiro pensou que que estava fechado quando passou por lá, fui novamente com ele e verificamos que estava aberta, mas ele questionou e me perguntou por que não abrem o restante das portas? até mesmo a que fica aberta, fica cerrada e não aberta totalmente. Confesso que isso já me incomodava e temos que ver a programação por uma grade na frente isso é absudo...

Vencemos a mostra joseense e nem nos convidaram para o FESTVALE ou para qualquer evento que seja, o certificado saiu depois de quatro meses depois com a data de março de quatro meses antes... isso é um desrrespeito com o cidadão... e que fique bem claro que o ator pelo menos no dia de sua apresentaçãoi precisa comer frutas, pão.; queijo, chocalates,beber sucos e vinhos, precisa de flores e incenso e não um pouco de quibe e coxinha com refrigerante como foi na Mostra de Teatro Joseense.
que negocio é esse de ficar passando fome com tanto esbanjamento do dinheiro público... sou um ser humano...

O salário dos vereadores subirá de R$ 4000,00 para 8.000,00 em janeiro, não sou otário, estão me tratando como se eu fosso leigo, não tenho cara de pau tenho uma face acordade e viva, poxa porque não subiram para R$5000,00? Já dava para comprar um pedacinho de pano ou uma chícara de chá...

Gente são tantas coisas indigestas que ficaria horas escrevendo... estou um pouco cansado agora, vou desligar o micro...

Mas resumindo: É muito desigual esse sistema todo, estou indignado, quero que dividam imediatamente a renda com quem mereçe e é de direito.

Então já que para bom espremedor meia fruta basta. Levo o meu abacaxi, minha banana, meu ovo e meu tomate, e o que mais couber no carrinho de feira...

Basta de mesquinharia quero apoio logístico para trabalhar (Inclusão de fato), não quero ficar na penúria..

Os de bom coração sejam bem-vindos
Nélio Fernando
Ator e Palhaço DRT nº 28.606
A pantera cor de rosa...

Joca Faria

Flor Bela se espanta...Na janela ...a donzela canta...Quero escrever um texto de paixões proibidas em minha voz feminina...Quem manda eu ser um pouco Deus quando crio. Todos somos enquanto artista...Quando crio dispo-me de meu sexo...de minhas luxarias...Quando escrevo sinto-me mais perto de mim...Estou tentando aprender a meditar neste meu quarto barulhento...Nesta tarde de sexta feira...Ainda não há li...Começo a degustar ...Volições de Yara Camillo que gentilmente me enviou seu livro...Embriago-me de seus escritos...As crianças que cantam no metro...O casal classe média que se perde...E a moça que escolhe a calcinha isto acendeu meu desejo por entender o universo feminino...Tenho ainda minhas coleções ...Não consegui ainda eliminar este desejo de colecionar...Ás vezes nas lojas vejo seguranças de olho em mim...Dá vontade de reclamar. Mas fazem o papel deles...Faz meses que não compro nada...Algumas servem outras não...E daí perco alguns reais...Mas fantasias são realizáveis? Não sei por que as temos...Mas temos ainda bem que não uso drogas e nem bebo...Prefiro a arte...Hoje depois de meu sono tive vontade de abandonar tudo e ser normal...Mas já sou normal até demais...Sinto-me feliz quando escrevo sobre mim mesmo. Despido de qualquer personagem esta voz são meus eus...Qual será a voz do ser? Na sala passa a Pantera cor de rosa...Que música maravilhosa adoro este desenho...Ser é algo difícil não ser ainda mais...Eu poderia não ser quem sou...Mas já que sou fazer o que? Ás vezes tenho vontade de ir embora de mim mesmo... Mas tento e não escapo de mim...Aquele vídeo que gravei vai sair? Quando estamos fantasiados de personagens somos nós mesmos... Tenho vontade de pintar as unhas... O CABELO...Criar um novo visual para mim...Não consigo ser igual. Gosto de Elke Maravilha ela disse que foi mais bem tratada em São Paulo que no Rio algo estranho é isto? Quando comprei uma canga na Bahia e o vendedor estranhou quando disse que era para mim...Terei que ir a Amsterdã la serei eu mesmo? Mas quem sou? Não gosto da solidão e atendo telefones e uso o MSN com frieza...Quando escrevemos queremos escrever e nada mais...Que texto delicioso...Faz tempo que não escrevo assim só eu gosto de meus textos...Fazer o que né...Quem nasceu para ser poeta ...é poeta...Será que sou um grande personagem...Não sei só sei que estou feliz por escrever...MESMO com a cabeça doendo...e o corpo querendo tomar banho...Não quero encerrar este texto...A menina vai a loja escolhe a calcinha mais bonita a seu gosto...O homem vai á loja e também compra uma cheia de babados e florzinha...Que coisa...é fim de era? Porque ser homem é ser cinza...E o mundo para as mulheres é colorido? Quando queimaremos nossas cuecas?


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

NÁS PAGINAS DO VALEPARAIBANO....

Joca Faria

Pomos fogo na palavra...que incendeiam o mundo após ler Edu Planchez me incendeio e viro cinza...E VOLTO A NASCER...LER UM VERDADEIRO POETA...E TORNAR-SE UM...SUAS PALAVRAS DE OURO ADENTRARAM AO MEU COROÇÃO....SUA POESIA ME INSTIGA...DERRUBO SUAS DUZIAS DE OVOS ...QUADRADOS AO CHÃO E NÃO QUEBRAM SÃO DE OURO...HÁ CALOPSITA ESTÁ EM SILENCIO...NESTA MARAVILHOSA TARDE DE UM VERÃO OUTONAL...DORMI...POR SETE NOITES ESPERANDO O SOL NASCER DENTRO DE MIM...AINDA É TREVA DENTRO DE MIM...TENTO ACENDER UMA VELA EM DIREÇÃO AO MEU SER...AINDA NÃO SOU...NÃO SOMOS...MEUS EUS SE DIVERTEM ...GUIANDO...ME NA ESCURIDÃO...AINDA SOU CEGO...DESGUSTO...DENTRO DE MEU SER A INSUSTENTAVEL POÉTICA DE EDU...ELE MEU PAI,,,MINHA MÃE...DANÇAMOS CIRANDAS ...NO UNIVERSO...QUERO DESPIR-ME EM PRAÇA PÚBLICA E CANTAR QUE SOMOS ETERNOS....MAS AS CONVENÇOES SOCIAIS NÃO NOS PERMITE...SOU PROFETA OU POETA? NUNCA SEI? QUEM SABE...VEJO DOZE MULHERES DANÇANDO NUAS EM PLENA PRAÇA AFONSO PENA...
Doze mulheres querendo fazer amor... em plena rua...ando nu neste deserto urbano...agora ando só...o tempo todo leio o horóscopo feito pelo profeta quiroga nas páginas do vale paraibano...SEMPRE LEIO ESTE PROFETA QUE Sintetiza TUDO O QUE SENTIMOS EM POUCAS MÁGICAS LINHAS...ELE É POETA E NÃO SABE...
NÃO SEI DE MIM NÃO SEI DE MIM CANTA SECOS E MOLHADOS...REPITO SEUS VERSOS MAIS DE TRINTA ANOS DEPOIS...ONDE ESTÁ AQUELA DUZIA DE OVOS DE OURO...NÃO QUERO NADA DA VIDA HÁ NÃO SER VIVELA....
Não sei de nada ...quero tela em minha cama...não escrevo alcova...para simplificar estes versos ...desculpem sou poeta ...não cabe a mim a simplificação....quero fazer bolos de ouro...e devoralos...todos ....novamente leio quiroga...novamente...rio de mim mesmo...sou normal completamente ...normal...canto o meu poema...meu canto te encanta...na tarde de outono....ainda não sou....

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Labirinto Virtual...


Joca Faria

O sistema está moribundo, façam o que fizerem, não o salvarão.
Não podemos continuar vivendo na pré-história.
Agora sim, vai começar a História da humanidade.
E caberá a cada um abrir o próprio caminho.
Mas não se enganem. O um sem o dois é zero.
E o Um com o Dois é infinito.

GEORGES BOURDOUKAN

Vapor Barato na voz de Gal Costa é fascinante ....Georges Bourdoukan... Deixa neste fim de texto algo a se pensar? E eu envolto neste universo virtual... Perco-me em suas novidades e facilidades e construo meus caminhos neste labirinto virtual... Buscando minha própria visão de mundo fazendo uma grande colagem que vira um escrito só me desculpem busco a ousadia de uma nova poética. Acredito que podemos criar um novo mundo... E sairemos deste labirinto...Que é a chamada vida real...Não me desligo dela enquanto poeta. Pelo contrário estou mais ligado a observar e tentar interferir no mundo...Agora aprendi a baixar vídeos do yotube no real player...É CARA um aprendizado constante...esta maquina chamado computador...Deveria CHAMAR com puta amor...Nunca sabemos quem somos, não sei quem sou? Será que estamos perdidos para sempre desde que nossos antepassados deixaram a Europa e África nunca sei... Nada... Não sei...Ouço secos e molhados te ouço louco amor...Ouço Gal...e me ouço através de Beatriz Galvão que imortalizou meus textos em sua voz ... NÃO sou profeta... sou poeta...e morro de medo de ser...A algo além do jogo de xadrez....Que crise? Desde que virei adulto ouço falar de crise... Só a minha só a sua...Durmo e acordo na madrugada então choro por mim...Por você ...e por toda a humanidade eu deveria distribuir poesias pela cidade como faz José Moraes Barbosa e não criticalo...Só ele solitariamente faz isto nesta imensa cidade...Gentileza gera Gentileza vamos distribuir poesia ao povo...Deixe o circo e o pães para governos ...Que estão completamente desgovernados...NÃO mais suporto estes tolos medíocres que acham que tem poder...O poder não é deles...É de todos nós....Acordemos pois a corda está em nosso pescoço. Salvemos as nossas gerações...Salvemos as de hoje deixe para o amanhã cuidar do amanhã...Eu vivo o hoje e sempre o hoje...A poesia joseense não existe somos poetas do mundo....A poesia não tem fronteira...Viva Moraes...este difusor...De uma incomoda poesia...Morte ao nosso eu. Sejamos o todo ....Somos dois, três, quatro...Somos Nélio Fernando, Rita Elisa Seda, Magali, Monica...Letícia somos o rosto das multidões nos grandes centros e no campo...Enfim somos quase umanos ...como canta...Os versos vazios não há futuro somente hoje...Ouço Vapor Barato....E cambaleio pela Avenida Uberaba...Sou José, Sofia, Amélia...Sou homem e mulher...Sou um espírito ....num corpo de carne...Sou você e você sou eu...Um milhão de beijos ouça Vapor Barato...Assista filmes,,,,Leia livros...Vá a escolas e bibliotecas faça algo que seja seu...Sou umano na busca da humanidade...Um dia serei anjo?

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br
A PRÓXIMA GUERRA

Segue abaixo o relato
de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um
concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata-se de um Brasil que
a gente não conhece.

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil
um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um
relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.

Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até
pessoas com um mínimo de instrução.

Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra
falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas
é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense,
maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra. Aqui não
existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e
aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos
federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro. Se não for
funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de
Programas do governo. Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70%
do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam
apenas 30%, descontando- se os rios e as terras improdutivas que são muitas,
para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades. (Na
única rodovia que existe em
direção ao
Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km) existe um trecho de
aproximadamente 200 km reserva indígena Waimiri Atroari) por onde você só
passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é
fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os
mesmos não sejam incomodados.

Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos
americanos, europeus e japoneses.. Desses 70% de território indígena, diria
que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da
FUNAI.

Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma
autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar.. A
maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a
maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas
reservas encontrarem- se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se
encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que
veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme,
se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como
cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais, ou componentes naturais para
fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para
empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos
típicos da Amazônia...

Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: É os
americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta
em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que
vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:

'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles,
eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam.
Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no
Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra,
aqui vai ser a mesma coisa'.

A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de
nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de
nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão
libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão
construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com
o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo objetivos de
combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de
distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e
aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela.. Nenhuma bagagem de estrangeiro é
fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode
causar um incidente diplomático). . .. Dizem que tem muito colombiano traficante
virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania
venezuelana por cerca de 200 dólares.
Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto
proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras
indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são
extremamente ricas em ouro (encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em
quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de
Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO.
Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de Socorro
a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma
autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal, saio daqui com a quase
certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho. Um grande abraço a
todos. Será que podemos fazer alguma coisa???
Acho que sim.

Repasse esse e-mail para que um maior número de brasileiros fique
sabendo desses absurdos.

Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.
Patog. FMRP - USP

Opinião pessoal:

Gostaria que você, especialmente que recebeu este e-mail, o repasse
para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria
interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos
telejornais antes que isso venha a acontecer.

Afinal foi um momento de fraqueza dos Estados Unidos que os europeus
lançaram o Euro, assim poderá se aproveitar esta situação de fraqueza
norte-americana (perdas na guerra do Iraque) para revelar isto ao mundo a fim de
antecipar a próxima guerra. Conto com sua participação, no envio deste
e-mail..

Celso Luiz Borges de Oliveira Doutorando em Água e Solo FEAGRI/UNICAMP

Tel: (19) 32...


Celular: (19) 91...

e-mail´s: celsoborges@ gmail.com
Ponto de vista...


Joca Faria


Quantas pessoas morando na rua em nossas cidades e ninguém faz nada? Nunca fazemos nada para mudar esta situação calamitosa? Quantas pessoas perdem o emprego e também não fazemos nada? O CAPITALISMO só serve para manter algumas poucas famílias numa vida mansa. E o resto da população mundial mantendo estes privilégios não digo que sou defensor do comunismo. Isto fazia quando era adolescente. Mas a humanidade precisa encontrar uma forma de distribuir a riqueza? A África e a América que foram tão exploradas pela Europa... Estão ai com suas desigualdades. Entra governos e sai governos e tudo quase na mesma...E ninguém faz nada por que não se investe no cooperativismo?
Não buscamos outras saídas econômicas. Este consumismo de recursos não nos leva a nada...Para que tantos carros poluindo o meio ambiente. Para que estas indústrias automobilísticas com o incentivo besta que carros é estatus não sei.
Tantos desabrigados no Brasil ...Nos países Africanos e até na Europa e Estados Unidos.
Senhores teóricos da economia pensem numa nova forma de economia. Neste planeta não há nenhum filosofo ou grupo de filósofos que pode idealizar um outro sistema de vida?
Para que estamos então na internet? Temos que ir além da Wikipédia, além dos sites de relacionamento...
Chega precisamos criar novas utopias, novos sonhos de progresso que preserve o meio ambiente. Gere qualidade de trabalho. Que famílias possam criar filhos em harmonia.
Não precisamos desta indústria automobilística, precisamos de ferrovias que cortem o Brasil de lado a lado. Precisamos de metros nos grandes centros. E alternativa de transporte público. Precisamos investir em cultura, esporte e educação. Educar a juventude para serem seres humanos e não autômatos consumistas. Também sou tão vitima quanto você leitor. Para que tanto celular... Se não sabemos nos entender. Estamos numa autentica babilônia.
Só assistimos um monte de porcaria na TV, ouvimos músicas ruins. E não lemos quase nada. Pouco sabemos dos filósofos... Pouco sabemos da cultura árabe. Dos muçulmanos pouco entendemos do próprio Cristianismo... Olhamos para Deus quando alguma tragédia se abate em nossa vida medíocre nos seres humanos perdemos o sentido da existência.
Precisamos de um novo rumo para nós mesmo...Criar uma nova família, criar uma nova relação econômica, acabar com o desemprego...Com a bajulação aos poderosos criar uma nova história com nossas próprias mãos.
Chega desta miséria esta falta de caráter coletivo...Vamos nos unir numa grande ciranda de roda...Vamos olhar no olho do próximo tentando enxergar a alma. E não pensar em nossos mesquinhos interesses...Tó indo não tenho a verdade e nunca quero ser dono dela. Posso estar completamente enganando , mas este é meu ponto de vista exponha o seu?


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte
www.mundogaia.com.br

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Nunca se vence uma guerra lutando sozinho?


Joca Faria



Coisas de fim de ano não to escrevendo todo dia meus críticos adorados há há há. Mas agora vou fazer faculdade de letras. Graças ao tiú Lula que criou as faculdades a distancia eu resisti um pouco a eles e já estava me sentindo para traz pó 220 reais ...Vou nessa neste pais valoriza –se o diploma e não há capacidade...Então vamos lá Joca Faria vai ser universitário e professor de Letras coitada das Letras...Vou tacar Machado de Assis na garotada ...E muita poesia. Tem gente que acha poesia chata. E que deve ter lido só aquelas porcarias parnasianas com aquelas rimas medonhas. É gente nunca leram um Fernando Pessoa um Cassiano Ricardo de seus últimos livros...Ou uma poesia bem construída de Vinicius...Nem bateram papo com Zé Omar e o jovem Paulo Rafael. Ou Franklin Maciel se conhece um verdadeiro poeta pela sua acidez e senso critico...Poeta meus caros num é um cara que faz versos. E sim um homem ou mulher que busca a verdade. Poeta ás vezes se esconde por traz de umas dez máscaras... Outro poeta que se esconde muito bem é Oswaldo Jr... Mas não disfarça o cara é muito bom ... Pena que vemos muito pouco de sua obra...Não vou citar Edu Planchez porque sempre falo...Mas está gente é irresponsável pela minha poética.
Pena que para o povo poeta é o chato que já morreu...Mas graças a figuras como Beatriz Galvão, Wangy Alves, Reginaldo Gomes e Zenilda Lua. E o povo da Literacia um livraria joseense a poesia em São José esta bem viva. Mas CADÉ aquele caderno no jornal Valeparaibano...QUE NUNCA SAI?
Graças ao simpático Dailor Varella temos O GRITO. E aquele jornal que o Joca Faria SEMPRE promete e nunca sai...? Num sei? Ninguém vence uma guerra lutado sozinho dizia Raul Seixas...E seu fiel discípulo Paulo Coelho...
To numa briga braba com RICARDO Faria ele não sacou meus textos. Fica perdido na gramática é coisa de jornalista. Eles são pragmáticos de mais... Já falei ou pública meus textos ou feche aquela coluna.
2008 já acabou não resta muito ta bom lançamos O destino da chuva gravado por Beatriz Galvão e masterilazado pelo Lauro Flessat.
Estamos lutando por Cláudio Mendel presidente da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.
A editora Mundo Gaia não saiu do campo da idéia. Teve a feira literária em São Francisco Xavier...O Bate Papo apesar de duas figuras saírem no começo do projeto chegou ao final do ano. E agora pelo Mundo Gaia estou sem site é a falta de grana...Viver de cultura neste pais é querer passar necessidade. Ta vou virar professor...Num teve outro jeito ...Eu que quero ser um BEST SELLER.
Tudo há seu tempo...Que calor delicioso e não tenho um vintém para doar a Santa Catarina...solidariedade sem dinheiro não adianta nada...Espero arrumar um emprego gente serviço eu não quero...Quero emprego... Vê se sacam né...É gente viva O WANGY, Zenilda, Beatriz, Reginaldo ... Eu e o Moraes já estamos na guerra a muito tempo...Tó cansado da mídia local eu quero mesmo é ser nacional...
E por favor todo mundo no dia 6 de Dezembro na manifestação pró Mendel...Viva eu viva tu e o Zeca Urubu...
Outro dia faço algo mais poético é Dezembro mês de balanço. Há vai sair um cd coletivo gravado este ano e finalmente o Ricola gravou e muito bem...Viva o Ricola é que ele fica muito lá no Souza também mora a beira da Mantiqueira to suando bicas...Quero todo mundo na homenagem ao Edu Planchez este cara merece....Um beijo ....


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Oi amigos
Desde Roma os mando um abraço virtual e dou o meu apoio a essa causa relacionada a gestao da FUNC.
Como voces sabem eu cheguei a ficar nu na praça Afonso Pena pelo mesmo motivo, faz alguns anos e pelo que vemos a situaçao nao mudou muito. Entao devemos fazer o possivel para fazer valer a nossa opiniao e nossa vontade.
Conheço bem o Claudio Mendel e tenho certeza de que ele seria um otimo administrador da FUNC, com toda experirencia que tem na area cultural e como homem emprendedor.
Estou longe a anos mas sempre acompanhei a movimentaçao cultural da nossa cidade e sei que desde que o psdb governa essa cidade, a cultura esta num segundo plano e a Fundaçao sempre foi tratada como moeda de troca entre os partidos que apoiam esse governo- tipico dos partidos conservadores.
Nao devemos ter medo e seguir lutando sempre por uma cidade culturalmente aberta e democratica no que se refere a indicaçao dos cargos de primeiro escalao da FUNC, aspecto que esta definido no seu estatuto e que o atual/passado governo fez questao de mudar ao seu interesse.
Desejo boa saude a todos e muita energia porque a luta nao sera facil como nunca foi para os artistas de todo o mundo.
Que a força e a luz esteja com voces. Pé na tabua.
Obrigado.

ps- espero noticias de todos e aguardem que estou chegando para o 2009. Arrivederci.

César Pop

http://www.myspace.com/radiocesarpope
Mundo Gaia

Convida

Bate Papo

conversa sobre a poesia
em geral
e sobre a obra
do Edu Planchêz
em particular

Com Paulo Rafael De Aguiar Godoi

Poeta e compositor


Dia 13 de Dezembro de 2008

Sábado- as 11 horas

Espaço Mario Covas –Centro

São José dos Campos -sp

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br
Queridos, que final de semana intenso!

Falei com quase todos nestes últimos dias, mas não sei se contei tudo, então seguem as novidades:

1) BLOG: o Di Stredi me ajudou a criar o blog CURTA NO CELULAR com as biografias de vocês.
Por favor, confiram e solicitem as alterações necessárias. A intenção primeira é divulgá-los, então acho que está faltando de alguns mais informações sobre o que já publicaram e como entrar em contato. Se quiserem, é só me enviar que o Diego faz a alteração.
Depois, repassem o link www.curtanocelular.blogspot.com para seus contatos.
To falando sério, tá? Nada de ficar acanhado...

2) Cliping: Notícia no Valeparaibano: saiu ontem, na página 12 do ValeViver e já está escaneada no blog.
Blog do Guilherme Salla: ficou tão legal que não consegui agradecer quando vi. Depois deixo um coments, tá?

3) Alterei meu cronograma para começar o envio das frases no dia 03 ou 04/12. Um grupo vai receber nos dias pares e outro nos dias ímpares.

4) Vocês todos já estão cadastrados para receber também, tá? O Joca é o único que vai receber por e-mail, porque ainda resiste bravamente à obrigação da identidade celular. Mas com a condição de não repassar a ninguém! O único meio de divulgação será o celular, combinado?
Vale (e deve-se) repassar para outros celulares de seus contatos.

4) As solicitações de cadastro superaram minhas expectativas! Foram quase 3 vezes mais cadastros do que estava esperando.
Para atender a todos, comprei mais um chip e separei os cadastrados em grupos. Ao invés de um poema / frase por dia, será a cada 2 ou 3 dias.
As inscrições ainda continuam até amanhã e talvez seja necessário mais algum investimento.
Resolvi então, finalmente, fazer as cópias do CD "Depois da Chuva", em que declamo textos do Joca Faria.
Amanhã começam a ser vendidos na MidiMax CDs Raros - Shopping Centro - 2º andar - loja 75 - (12) 3941-7575 - news@promovale.com.br

R$ 10,00 o CD com 13 faixas
ou
R$ 15,00 o CD com 14 faixas (com um texto mais "picante", não recomendado para menores)

Agradeço se puderem divulgar.


5) E agradeço também por terem se dedicado a esta idéia numa época tão tumultuada.

Os textos estão ótimos e se o projeto já é um sucesso agora, será ainda mais quando as frases fizerem o caminho de volta dos satélites até a mente de cada um dos cadastrados.


BÊijinhos da BÊ


--
Tédio?

www.bipcultural.blogspot.com

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Momento....


Joca Faria



Manhã de uma sexta-feira tudo acontece neste planeta e eu aqui sentado me preparando para enfrentar o dia...Já despachei vários email...Já li vários ...E agora me delicio na criação deste texto...O planeta gira solto neste universo...A gravidade nos prende ao chão. Mas não prende a nossa imaginação. Ela está solta ai no mundo... Preciso canaliza lá para este escrito... Ônibus trafegam na avenida na madrugada era tudo silencio. O dia está nublado, mas meu coração ensolarado... Quantas estrelas nascem nestes segundo que digito estas palavras que se perderão no universo? A um todo que nos cria e recria ele está espalhado por ai e dentro de nós...O divino se faz presente neste Kaos que é a vida, neste oxigênio nestas dimensões que se cruzam e circulam por dentro e fora de nós...Agradeço aos Deuses por estar respirando...Tudo existe e não existe. Este tempo passa como a ampulheta escorre a areia...Somos quase umanos quem sabe um dia humanos...Por enquanto mesmo engarrafado me faço presente...neste momento...que se esvai.
A Divina Mãe se faz presente em mim em você...Ela olha o tempo todo por nós. Nós conectemos a ela através da oração do postar de joelhos...
Tudo acontece porque é preciso...Como diria os Engenheiros do Havaí ....infinita estrada...
Vamos caminhar ...nas estradas...vamos de trem...Mãe África está do outro lado do Atlântico e estamos aqui construindo a América...
Somos filhos da Europa da África e da própria América...O gigante invisível faz amor com a Serra da Mantiqueira...Anjos passeiam entre nós...E nos abençoam nunca estaremos sós...
As forças divinas estão ai a se manifestar...
Estamos vivos com todos os motivos para alcançar a realização perfeita quem sabe um dia seremos anjos?
Vou indo...seguir minha jornada espalhar a poesia de cada dia...Espalhar o sonho de uma nova humanidade que podemos construir...
Um beijo ...um grande e infinito beijo....
A todos que compartilham o existir nesta em todas as dimensões visíveis e invisíveis....


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br
Querido BIP (Beatriz´s Important Person),

Em outubro, o SESC/SP lançou um projeto do Marcelino Freire que enviava torpedos com micro-contos para o celular de quem se cadastrasse. Fiquei muito chateada por não ter ficado sabendo em tempo. Justo eu... (rs)

Resolvi então trazer esta idéia para a nossa realidade. Convidei, dentre os melhores escritores da atualidade, aqueles que estivessem ao alcance do nosso abraço, e desafiei-os a selecionar, dentre sua obra, textos para serem enviados para os nossos celulares.

E conseguimos! Para conferir, é fácil e totalmente gratuito:

De hoje até 02/12/08 você deve enviar o número do seu celular e seu nome, via e-mail ou via torpedo para (12) 8802-4540. Pode ser de qualquer celular e de qualquer lugar do país.

São poemas, fragmentos de poema, frases de crônicas, letras de música, textos curtos "para domesticar as paixões dos anjos e atenuar os sofrimentos dos monstros", como diria Paulo Scott. Enfim, o que há de melhor de cada um destes primeiros escritores convidados que você poderá ler, conhecer, saborear, absorver - e quem sabe até encaminhar para outros amigos.

Nesta primeira fase participam:

Dirce Araújo, Guilherme Salla, Joca Faria, Josefina Neves Mello, Oswaldo Almeida Junior, Pam Orbacam, Pedro Ernesto Cursino, Poeta Moraes, Regina de Araújo, Réginaldo Poeta Gomes, Silvio Ferreira Leite e Zenilda Lua

Para saber mais sobre eles, seguem algumas biografias no final desta mensagem.

É a forma que encontrei de agradecê-los por estes 3 anos de sucesso do BIP Cultural.

BÊijinhos da BÊ

Atenção:

- As suas informações são sigilosas e não serão utilizadas para nenhum outro fim.

- Mesmo quem já é cadastrado e já recebe a programação do BIP Cultural via torpedos deverá se cadastrar novamente, demonstrando seu interesse em receber os poemas, pois serão utilizadas contas diferentes e as 'vagas' são limitadas.

BIOGRAFIAS

Dirce Araújo
Não tem e-mail, blog, orkut... Mas eu garanto que vocês vão querer mais!
(por Bê Galvão)


Guilherme Salla
Acessem seu Curriculum virtuae: http://guisalla.wordpress.com
(por Bê Galvão)


Joca Faria
João Carlos Faria, também conhecido como Joca Faria, nascido em 17/07/69, em Paraisópolis - MG, e mora em São José dos Campos desde os 2 anos.
Tenta desvendar o mundo através da busca do conhecimento.
Recentemente, lançou o cd Depois da Chuva, e se prepara para outros vôos.
Busca a viciralidade na escrita. Tentou ser músico e pretende criar filmes. Escreve todos os dias. Lê, estuda muito, tentando decifrar os mistérios da linguagem. Ama as mulheres, os amigos e a família. Ativista social, atua na política. Crê num mundo melhor.
Quer ir além dos seus próprios limites. Ama São José dos Campos, Vale do Paraíba, São Paulo, Brasil...
É estudante de Gnose.
Assim se define: "Busca viver o hoje e nada mais, é alguém como alguém pode ser"."O que fez passou, o que importa é o agora". "Cheio de defeitos e qualidades". "Produtor cultural de visão, mas nunca tem apoio dos que têm poder."
Por isto está ai, solto na aventura de viver...
(descrito a quatro mãos, com Bê Galvão)


Josefina Neves Mello
Incumbiu-me da missão de apresentá-la aqui. Mas eu correria o risco de afogá-la nos meus elogios de tanto que admiro esta mulher, escritora, tradutora, batalhadora...
Está de mudança para o Rio de Janeiro, mas sua obra e amizade continuarão ao nosso alcance.
Figura entre os mais importantes nomes da literatura atual em http://www.releituras.com/ne_jmello_poema.asp .
É, também, uma excelente companheira de viagem!
(por Bê Galvão)


Oswaldo Almeida Junior
Seu talento é proporcional à sua modéstia. Confiram!
(por Bê Galvão)


Pam Orbacam
Pam Orbacam é o pseudônimo de Paula Miasato, nascida na cidade de Santo André - SP, na encantadora década de setenta. Escritora ao avesso, teimosa e o cão chupando manga, traz a chuva em seus poemas. Escritora prêmio prata no concurso internacional de poesias José Lins do Rego.
Membro VirArte
Membro AVBL
Participante do CD "Todos por um" produzido pela ARCA.

Espaço virtual: http://www.coceiranagarganta.blogspot.com

Publicações e páginas em:
http://www.kplus.com.br
http://www.macabelagem.ideiadejerico.com
http://www.blocosonline.com.br
http://www.gargantadaserpente.com
http://www.komedi.com.br
http://www.mariajoaquina.org
http://www.leialivro.com.br
http://www.usinadaspalavras.com
http://www.clicklivro.com.br
http://www.trapiches.com.br
http://www.guisalla.wordpress.com
http://www.rondoniaovivo.com
http://www.armadilhapoetica.com
http://www.movimentovirarte.blogspot.com

Impressas:
"Vide Verso" - Editora Andross
"Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus"
"Contos Fantásticos" CBJE
"Antologia Poética contemporânea" CBJE
"Efervescência"- Movimento VirArte
"Uni-Versus" - Movimento VirArte
"Antologia Nacional de Poesia " - Mar de Idéias

Virtuais:
"Saciedade dos Poetas Vivos vol. 6" - Blocos Online


Pedro Ernesto Cursino
Avesso a bajulações que liguem seu nome ao ofício de poeta / escritor, produz textos irreverentes, enigmáticos, que não seguem nenhuma linha acadêmica, a exemplo dos novos nomes da literatura nacional.

Publicou 4 volumes do "Relatos e Devaneios", que podem ser parcialmente acessados em www.relatosedevaneios.blogspot.com , esporadicamente atualizado.

"Pesca a Dois" foi declamado na I Picareta Cultural da Off-FLIP2008, em Paraty - RJ, para um público seleto que o aclamou pedindo bis.

Com um grupo de amigos dos mais criativos e competentes, lançou o MORIA - Sociedade, Cultura e Pensamento, cujas 10 edições movimentaram a cena cultural joseense entre 2006 e 2008.

Pisciano talentoso e genioso, fazendo jus a sua biografia, preferiu que fizessem sua descrição.

E declarou-se: "Eterno apaixonado pela poesia, pela vida e pelas paixões!"

(por Bê Galvão)


Poeta Moraes
Um dos primeiros artistas que conheci ao chegar em São José dos Campos, é ímpar na sua maneira de escrever, declamar e divulgar seus poemas – impressos em camisetas ou panfletados nas ruas.
http://poetamoraes.zip.net
(por Bê Galvão)


Regina de Araújo
Mulher admirável, consegue passar para suas obras toda sua sensibilidade e beleza.
(por Bê Galvão)


Réginaldo Poeta Gomes
Poeta dos mais producentes e criativos. Podem ver:
http://reginaldopoeta.blogspot.com
(por Bê Galvão)


Silvio Ferreira Leite
www.myspace.com/sandrozama e http://silvioferreiraleite.zip.net
Jornalista e escritor, trabalhou no Departamento de Propaganda e Marketing da Mercedes-Benz do Brasil, foi editor de livros e revistas da Editora Abril e trabalhou no Departamento de Marketing Cultural da Fundação Cultural Cassiano Ricardo. É letrista de músicas para público adulto e infanto-juvenil. Parceiro de Sandro Zamá.

Autor de:
"O dono do destino" – romance
"Revolução Silenciosa" - coletânea de crônicas
"Na terra dos homens de duas caras", para público infanto-juvenil
"Guaiú, a ópera das formigas", em parceria com o músico Marcos Arthur - primeira e única ópera infanto-juvenil brasileira, foi encenada pelo Núcleo Zambelê, em 1990, no Teatro Caetano de Campos, em São Paulo, e ganhou nove prêmios da Fundacen, Mambembe, Apetesp e APCA
"Cabrum!" - com músicas de Andréa Drigo, encenado em 1994, em São José dos Campos, pela Cia. Teatro da Cidade
"Etílica" - esquete musical apresentada por um grupo de atores e músicos nos bares de São José dos Campos em 2004 e 2005, dentro do Projeto Agito Seguro, da Secretaria de Transporte, para reduzir o número de acidentes provocados por pessoas alcoolizadas ao volante
"Cassiano Itinerante" – esquete poética encenada por Cláudio do Vale, Karina Muller e Zé Cupido, durante a Semana Cassiano Ricardo de 2004, em bares, restaurantes, escolas, bibliotecas e praças públicas de São José dos Campos.

Zenilda Lua
Como descrever um perfume? Eu não consigo.
www.zenildalua-alfazema.blogspot.com
(por Bê Galvão)



Promoção exclusiva:

www.bipcultural.blogspot.com

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Vamos mudar nossa cidade?


Joca Faria


Por estes dias ando fazendo uns cursos sobre a MÃE AFRICA estou aprendendo muito sobre este continente. E infelizmente minha missão de escrever todo Santo Dia não está acontecendo é por uma boa causa...A democracia joseense está em festa começa o Movimento Reage São José. Contra a politicagem e por uma política de bem comum...Não devemos julgar um ou outro partido como sempre faço em meus textos. Mas lutar por uma mudança real na vida política desta cidade e do pais e exemplos não nos falta como o glorioso escritor local Altino Bodesan que ontem assisti ao documentário. Muito bem produzido por uma oficina cultural criada pelo governo de São Paulo entender a vida de quem fez e faz por nossa nação é fundamental para buscar o novo...Que uma real ética na vida política de uma cidade de um estado e de um Pais se concretize.
São José dos Campos vê nascer uma movimentação pela moralização do serviço publico através da luta pela escolha do diretor e ator Claudio Mendel para Presidente da Fundação Cassiano Ricardo no email escrito pelo escritor Silvio Ferreira Leite se prega um movimento pacifico e apartidário da sociedade civil , pois sabemos que a ação de Partidos Políticos de direita, centro e esquerda está virando uma vala comum de ineficiência e não entendimento. Da realidade do povo Brasileiro deveriam os políticos ler Darcy Ribeiro serem mais humanos e ter uma formação cultural forte mas não é a realidade das câmaras municipais, estaduais e federais nem de prefeitos, governadores e presidentes.
Não me refiro só há formação universitária, mas filosófica e humana.
Como é a proposta da Fundação Cultural Cassiano Ricardo de São José nascida nos anos oitenta no período da redemocratização do pais. A de São José é uma das primeiras e tinha as nove comissões setoriais que havia a participação de toda a comunidade cultural , mas a dez anos foi feita uma lei autoritária e antidemocrática criando um novo conselho e excluindo a comunidade cultural das decisões.
E faz dez anos que brigamos por uma Fundação Cultural que não esteja Afundada em cabides de cabos eleitorais do partido vigente no poder.
O Brasil precisa mudar é nós somos o Brasil não podemos mais aceitar as coisas como estão. Altino Bodesan nos inspira ,pois ele ajudou a construir este pais através de suas lutas como grande jornalista que foi. Marcou presença em sua época e Altino nos inspira a estar no dia 6 de Dezembro as 11 da manhã no centro da cidade.
Por uma volta da democracia nesta cidade.
Além de Partidos e das Câmaras comprometidas com interesses pessoais e não coletivo. Uma das coisas que aprendi com o povo da África e com os Males é que devemos pensar no coletivo e nunca no individual.
Não somos um somos frutos de uma época e de uma sociedade.
Então conclamo aos cidadãos joseenses que escreva para o prefeito, procure os vereadores e como diz Salvador Arnoni nos humanos podemos ser reciclados pena que ele está se perdendo no jogo político ainda há tempo?
Então povo Brasileiro de que cidade for. Façamos a nossa parte e cumpramos o que nossa consciência pede. Um grande abraço e um beijo e resistência sempre.
Que homens de boa índole façam arte e política para mudarmos a cara deste planeta água.
http://www.sjc.sp.gov.br/


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br
Caros amigos

Precisamos fazer chegar aos ouvidos do prefeito Eduardo Cury que os artistas e intelectuais de São José dos Campos apóiam a indicação de Cláudio Mendel para a presidência da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

Para tanto, estamos programando uma grande manifestação cultural para o próximo dia 6 de dezembro, sábado, a partir das 11h, no pátio da Igreja de São Benedito, ao lado da Praça Afonso Pena.

É importante que todos os fazedores de arte e cultura do município se mobilizem para que o evento seja um grande sucesso, com muita alegria e solidariedade, principalmente dentro da ordem e do respeito à cidadania.

Vamos mostrar para a população e para as autoridades o que somos capazes de fazer com nossas raras habilidades de atores, músicos, poetas, capoeiristas, malabaristas, ilustradores, escultores, dançarinos e mais, portanto, levem seus instrumentos.

Vamos produzir cartazes com frases que expressem nossos sentimentos, como: “queremos fazer arte e cultura”, e outras que podem ser criadas por nossos amigos poetas e transmitidas pela internet.

Divulguem esta proposta. Mandem e-mails, torpedos, liguem para os amigos, convoquem os artistas e o público, para que esta manifestação cultural fique na história da cidade.

Um forte abraço a todos.

Sílvio Ferreira Leite


A seguir, o texto que enviei ao jornal Valeparaibano:


Democracia e Cultura

Sabemos que tradicionalmente a Fundação Cultural entra no rol das secretarias disputadas pelos partidos políticos coligados, como forma de agradecimento e sustentação de acordos. Desta vez, porém, tendo em vista a grande insatisfação gerada pelos rumos da cultura em nosso município, espera-se que essa importante entidade não seja um simples objeto de permuta.

É importante que o prefeito Eduardo Cury saiba que os artistas e intelectuais de São José dos Campos, assim como as lideranças dos vários segmentos artísticos e culturais, apóiam a indicação do diretor teatral e produtor cultural Cláudio Mendel para a presidência da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

Um dos idealizadores da Fundação Cassiano, no início da década de 80, Cláudio Mendel sempre esteve diretamente envolvido com o movimento cultural da cidade, o que lhe confere uma ampla visão e lhe dá um conhecimento minucioso dos problemas e das necessidades do setor.

Sendo assim, ao conduzir Cláudio Mendel a esse cargo, o prefeito Eduardo Cury tem em mãos a oportunidade de transferir para os fazedores de arte e cultura a responsabilidade não só de gerir recursos, mas também de produzir aquilo em que acreditam, e pelo qual sempre lutaram.


Sílvio Ferreira Leite
Jornalista e escritor

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Uma declaração de amor...



Joca Faria



O que escrever sobre ela a mulher a qual queremos entregar nosso amor, nosso desejo... Ela minha musa e inspiração. O escrever sobre esta mulher forte e toda cheia de segredos... Ela é doce e brava...Cheia completamente cheia de defesas em relação a minha sinceridade quando a vi pela primeira vez toda colorida na escola onde completávamos o ensino médio foi uma paixão nunca retribuída. Porque uma doce e forte mulher se apaixonaria por um tímido poeta que erra a gramática... Com o tempo fizemos amizade... E ela sempre dizendo não.As minhas investidas por ela sempre faço as porra louquices mais importantes. Por ela faço uma faculdade, arrumo um emprego normal.. E continuo a escrever... Mas será que alcançarei as maiores declarações de amor?Acho que não, mas to firme e forte toda terça e quinta a esperando terminar o serviço... Como um homem comum que ama... Somos amantes da arte e dá política, hoje descobri que ela também escreve com a mão esquerda e deve ter sofrido todos os pré-conceitos que quem escreve com estão mão ainda sofre...
Ela é tímida quando explodo na audácia de falar de meus desejos carnais ela quer acertar a bolsa em mim... Deixa-me excitado muito extasiado... É alguém bela, independente até demais ... E livre , mas quero compartilhar com ela nossa liberdade...Por ela construiria uma academia de dança, compraria um apartamento nas áreas nobres da cidade mesmo amando o bairro onde moro...Não tenho quase nada em tratando se do material..Tenho a família que me ama e alguns amigos...Porque ela não fica comigo? Será que terei que saltar de para queda no quintal de sua casa... Pintar seu nome nos muros da cidade... Fazer livros inteiros só para ela... Com ela quero amor, sexo e uma boa troca de carinho... Nunca senti o que sinto por está bailarina, escritora, artista plástica, filosofa...
Ela que já andou comigo por São José hoje vendo há de Jens e com aquela blusa vermelha não resisti e novamente a cantei...Sendo profano...falando e revelando meus desejos...O moça formosa e cheia de graça...Moça singela entregue-se ao meu amor...Corresponda ao meu amor sincero...Minha flor ...minha doce e forte Eliete Santos....



João Carlos Faria
João Carlos Faria
Nasceu em 17 7 1969...Em Paraisópolis MG
Tenta desvendar o mundo através da busca do conhecimento...
Agora lança o cd O DESTINO DA CHUVA ... e se prepara para dar outros vôos.
O que fez passou importa é o agora... Escreve todo o Santo Dia na medida do possível... Ainda não é formado em nada ... Lê, estuda tenta decifrar os mistérios da linguagem... Ama as mulheres, os amigos e a família...Ativista social, atua na política...Crê num mundo melhor...também é conhecido como Joca Faria...
Quer ir além dos seus próprios limites...Nada mais sobre ele além de que ama São José dos Campos, Vale do Paraíba , São Paulo, Brasil...
Busca a viciralidade na escrita...Tentou ser músico e pretende criar filmes...
Busca viver o hoje e nada mais é alguém como alguém pode ser. Estudante de Gnose...Ñão há mais nada para falar sobre ele...cheio de defeitos e qualidades...
É um produtor cultural de visão mais nunca tem apoio dos que tem poder...
Por isto está ai solto na aventura de viver...

artegaia.blogspot.com.br

domingo, 23 de novembro de 2008

Pau que morre torto nasce torto?


Joca Faria



Chove na aldeia nem sempre silenciosa. Este domingo passa como todos. Sem muito a fazer aguardo com ansiedade o Poesia no Prato e não é por causa de minhas ou até outras performances. E sim pelo encontro com pessoas muito interessantes que fazem há pouco tempo parte de minha vida. Tudo é muito rápido a vida parece uma enorme montanha russa cheia de altos e baixos. Um dia você está cercado de grandes figuras humanas.. No outro está andando sozinho. O que vale de verdade não é poder, dinheiro, fama e tudo que achamos importantes. E sim alguns familiares e alguns amigos... O resto é descartável não conheço uma pessoa que seja de qualquer nível sócio econômico. Que não tenha um drama e uma alegria para contar. E que não tenha uma vida que não vire uma boa novela. É que na nossa cultura o que conta é a novela do momento. Não importa que tenha na internet... E outras diversão , mas é a novela...Por falar em internet ontem assisti o vídeo Time TUNNEL estava procurando a série o Túnel do Tempo depois de uma prosa virtual com o admirável Hidroxo de Silício um codinome de Jorge Pessoto. Um escritor e músico.. O vídeo é uma criação de JHON HENRY que pesquisei na internet e parece que trabalhou na Disney quem tiver mais informação sobre ele que me envie o link está embaixo e tem também o link da pagina da escritora Elizabeth Souza que escreve sobre São José numa linda crônica...
Mas ainda não cheguei a onde devo, mas será que devo mesmo escrever? Soltar o verbo parece que é comigo mesmo acho que gosto do maluco do Diogo Maynard e olha que nem sempre concordo com ele e com a Oia não é Veja? Com suas polemicas de cunho tendencioso pelo menos ela assume a bandeira dela. E com bastante poder de fogo e esta semana eu não há li... Lógico que leio Caros Amigos e Piauí para contra balançar... O problema da Caros e que dependendo do dia que se lê você sai querendo por fogo no mundo e terrorismo não resolve. Prefiro uma boa performance em protesto ao poder estabelecido que nós diariamente ajudamos a manter. Quando acreditamos nas propagandas de TV... E nos programas também.. Criar uma alternativa de vida em relação ao mundo é muito difícil, pois a cada dia somos mais e mais egoístas. Fui explicar o que era skype para minha mãe querida e ela apelou se sentindo de fora deste universo virtual... Um computador por casa parece pouco olha ai consumismo tomando conta de nós e ainda falam e acreditam nas revoluções socialistas. A Sociedade Alternativa de Raul Seixas era uma grande jogada de marketing. E conheço gente que acreditava incluindo eu. Só fã das linhas libertárias, mas o comportamento é conservador. Imaginem se eu tivesse grana iria comprar um carro e iria poluir nossa Mantiqueira. E você se envolve com as contas e se acha obrigado a trabalhar cada vez mais para pagalas assim explicou o Marcelo Magal que já viveu de perto a cultura Americana. Lá se separam da família pela simples questão de ganhar mais um pouco e se endividam cada vez mais...É este o modelo de cultura que o mundo inteiro toma pelo jeito certo de viver? E para se sair do Labirinto? Para mim a gnose de Samuel Ao Weor é uma descoberta ,mas cada um que descubra a sua maneira não quero saber de induzir ninguém a nada...Todos precisamos de uma religiosidade estar ligado ao divino seja ela qual for...Antes não concordava com isto e descia o pau na Igreja Católica e nas Evangélicas e hoje as acho importante para dar norte ás vidas sem rumo...
De nossa doce civilização de modelo ocidental...Adorei ler um escritor Beatinik quero ler outros alem de Ginsberg.
No mais to indo curti um curso sobre a África com a professora Patrícia Napunoceno que dura a Semana inteira. Ser livre entre aspas tem suas vantagens e desvantagens no mais leiam a Elisabeth e vejam o vídeo vão adorar. Olha meu lado de esquerdista. Pau que morre torto nasce torto?


João Carlos Faria




Elizabeth (betelise@terra.com.br) quer convidar você a ler o post http://heroi.blog.terra.com.br/os_tempos_sao_outros_uma_cidade_diferent no blog ENTREMENTES.
www.entrementes.com.br


http://www.youtube.com/watch?v=4Z4EOoeWM2U



Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Quem se incomoda que não leia oras bolas...


Joca Faria


Quase há noite o dia passou como um furacão ...Agora viajo por minhas entrelinhas entre o barulho da rua e a busca de meu silencio interior. Sem nenhum livro de poesia para ler...Longe das peças de teatro. Adoro assistir a uma boa peça de teatro. Pena que esta cidade não tem muitas peças sempre. Hoje me deparei com várias criticas a estes meus textos... Não me importa... Só quero escrever e publicar... Fazer meus ensaios... Ainda mais de criticas sem nenhuma assinatura. Ninguém é obrigado a ler. Quem não gosta de meus textos que o delete e pronto... Tenho leitores muito poucos. Mas isto é uma questão de tempo. Acho que preciso criar umas histórias. Esta avenida barulhenta... Ás vezes me incomoda.... Acabei de ler um artigo sobre a música do Pará. Lá estão bem a frente produzindo musica de vários gêneros e vendendo a preço de banana. Para eles importa é o show. Chegaremos neste ponto aqui em nosso Vale do Paraíba... São Luiz do Paraitinga ta sempre há frente isto é ótimo...Temos que caminhar. Recebi uma mensagem da loja do Bispo uma hora destas vou a Sampa só para conhecer esta loja. Eles têm um ótimo modelo de comercialização. Sempre com muita coisa descolada gostaria de estar mais filosófico, mas uma coisa que dizem não existir é a inspiração e hoje escrevo com a transpiração. Nelson Mota sempre me manda um presente são seus textos recheados de muita informação e leveza o texto sobre o Pará é dele. Nas cidades nasce ás revoluções econômicas estamos num grande momento histórico. Preciso pegar minha carona neste trem e me esforço bastante, pois agora vendo poesia em forma de cd...
Neste novo mundo toda a experiência é bem valida. São José começa a criar uma rede de informação mantida pelo Reginaldo Gomes e Beatriz Galvão entre outras pessoas. Geralmente mando minhas informações dentro destes textos caóticos... Mas cada um que crie seu sorvete ou sua escrita... Eu desenvolvo a minha... Precisamos criar soluções de sobrevivência que não dependa do estado organizado. Ele está defasado em relação ás questões sociais... Com sua permissividade a corrupção nacional. Partidos políticos não decifram as necessidades desta nova sociedade. Precisamos ler mais Hermano Vianna e assistir Regina Casé. Sei que muitos torcem o nariz para ela. Mas ela só se sintoniza. Nos que sejamos competentes para transforma a poesia e a literatura e as artes eruditas em algo acessível e palatável aos gostos populares. Sensibilidade não se aprende só no berço. Sempre li e procurei estar atento as artes. E temos que passar isto para o chamado povão...
Para ver se melhoramos o planeta. Por isso nunca arredo pé. Aqui do meu quintal chamado Vale do Paraíba. Só quero viajar no mundo real para ver e ouvir novidades e trazer para cá... Para mim o que Vale é esta Serra da Mantiqueira que fica em frente a minha casa. Adoro estas montanhas não ficaria muito tempo longe delas. To fissurado em conhecer a Amazônia e vou pisar lá. Na minha infância queria ir ao Play Center mas tudo passa. E nós sempre passamos. Mas sempre estaremos aqui. De uma forma ou de outra a despeito da critica. Daqui a pouco concluo mais um texto... Não preciso chamar terapeuta estou muito lúcido... Quem que se incomode não leia oras bolas...
A arte é o real caminho junto com o crer. Seja qual for á crença que possamos ter. Como bem dizia Cassiano Ricardo. O mundo poderá ser salvo se o homem desfizer a distancia que o separa de sua infância. Pena que este poeta é retratado na cidade de uma forma institucional. Ai vira um porre... Que ninguém agüenta...
É que o poder publico não pensa apenas rumina...Não ousa apenas cumpre horário e indigestões. Precisamos de ousadia e reinventar a vida sem nenhum medo de cair no abismo.
No mais to indo embora preciso descobrir novos profetas...beijos ...a humanidade...


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Nós amamos a Beatriz Galvão...


Joca Faria


Hoje estou de boa como diria a Beatriz Galvão não estou profetizando nada... Acabo de terminar O Uivo de Allen Ginsberg acho que estou sem nenhuma crise por falta de grana talvez eu consiga um trampo de camelô no centro da cidade? Quero falar de algo diferente nossa Calipigia está meio sonolenta... Tentei tira - lá para fora e não consegui li belos scraps poéticos no Orkut de gente que escreve muito. A Bia vai criar um novo projeto de divagações poéticas ela citou uns nomes que nunca ouvi falar a Pam Orbacam
Guilherme Salla vou pesquisalos no universo virtual e já... volto...voltei dei minhas voltas é difícil começar um texto sem interrompelo. Faz parte do universo virtual...Quero falar de amor de sexo e de paixão e não vem nada...Então falamos da grande figura humana que é esta Beatriz Galvão ela tem nome de escritora e quem sabe um dia escreva...E que tenho a mania de militante de esquerda de tentar convencer as pessoas a assumirem bandeiras chega de bandeiras principalmente as que estão fora de moda...Por falar em moda não sei se sonhei acho que falei que quero trabalhar com moda...É que tenho vergonha de ser sexy... Caramba não to indo ao Festivale pela velha falta de grana , mas não deixarei de ver a produção do João Nicolau sobre o Altino Bodesam fiquei sabendo que a grande figura chamado Monteiro Lobato freqüentava o centro de São José e hoje somos herdeiros deles. O Altino conheceu estas figuras. Nunca simpatizei muito com os textos do Altino achava que era de direita que bobagem ,mas lia todos que saiam no Valeparaibano...O Luiz Paulo Costa está mantendo está lacuna importante de memória. É que aqui no Vale só fazem projetos de resgate de memória de uma forma chata e desinteressante precisa-se de algo diferente para as novas gerações conhecer nosso passado. E debater afundo sem nenhum mito..As verdades se bem que não há verdades e sim pontos de vista....De vencedores e vencidos os perdedores hoje podem entrar para história amanhã afinal hoje é o Dia da Consciência Negra viva Zumbi dos Palmares... E a velha esquerda protestava daquele jeito ultrapassado em frente a um hotel. Ainda monto aquele grupo de performance...Crianças chegam da escola no silencio de uma avenida barulhenta...Ontem achei no mapa a minha casa...Que legal dei uma volta pela Serra da Mantiqueira e cheguei a Paraisópolis onde nasci...Eita universo virtual. Gente deixo o amor e sexo para outros textos e bem natural ...Surge ou não surge ela a Calipigia continua quieta em sua gaiola de ouro precisa romper a minha qualquer hora vou ao Rio de Janeiro e a Amazônia sobre memória é fundamental cuidarmos dela ...Cada um que resgate o da sua cidade. Fica aqui um agradecimento ao Dário P R leitor de meus textos diz que sou visceral. A idéia é esta mesma um texto todo santo dia por falar nisso não vi nada novo do Reginaldo Gomes e ai menino manda alguma coisa para alegrar esta tarde, hoje vejo minha amiga bailarina ela disse que nosso caso é uma ilusão fazer o que, mas eu gosto dela e um dia ela dança nua para mim só para mim. Do jeito que a gente é podemos até filmar...Mas já passei desta fase...Tenho uma grande barriga...No mais to indo e aguardem o documentário do Altino Bodesan na próxima semana por traz dele tem o talento chamado João Nicolau... Um pouco excêntrico ,mas gente muito boa...Mas aquela obra de artes plástica que ele fez e deixou no Paulinho merecia o Lixo...No mais to indo mas volto quem sabe pego o final do Festivale...quem sabe amo aquela bailarina....
João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br


www.artegaia.blogspot.com

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Nosso quintal é universal...

http://palcomp3.cifraclub.terra.com.br/

Joca Faria

Semana que vem na Semana Literária da Biblioteca Cassiano Ricardo é A Mãe África neste pais quando se muda as gestões publicas mesmo quando é o mesmo partido. Tudo se muda ás vezes para melhor ou geralmente para pior. E está semana que foi idealiza pela Antonia Varoto atual presidente da Fundação Cassiano Ricardo e uma evolução com grande surpresa vindo do governo do PSDB que é muito mais conservador que o PT analisando com a verdade que no Brasil de fato só existem dois partidos o PMDB não passa de enfeite de bolo. Pois não tem nenhuma linha ideológica. Mas precisamos tirar o chapéu para a professora VAROTO em relação á semana literária e a nós cidadão que temos só o poder da escrita nos resta escrever. Espero que o Eduardo Cury não ceda a pressões e escolha com bom censo o novo presidente da Fundação que em minha opinião merece uma dobradinha Claudio Mendel e Canizza que dentro da atual linha ideológica da cidade tem as características certas para elevar o patamar da Fundação. Onde se precisa um plano de carreira e uma linha de empreendedorismo para ajudar a classe artística da cidade a se profissionalizar. É triste ver tantos talentos nesta cidade desperdiçando suas vidas ou arrumando as malas e indo embora. Numa hora em que o certo e a cultura popular e erudita chegarem ao interior do Brasil. Rompendo o eixo Rio São Paulo. O governo Serra tem avançado muito em cultura em relação aos seus antecessores. Mas precisa buscar a profissionalização dos artistas do interior do Pais. O governo Lula tem um Ministério da Cultura mais atuante que criou os Pontos de Cultura e nossa FUNDAÇÃO precisa de uma diretoria antenada aos órgãos federais e estaduais. São José possui uma base aérea e poderia ter convênios para via Correio Aéreo Nacional enviar nossos grupos artísticos e receber grupos do pais inteiro. E isso nunca ocorreu o governo Cury irá fazer um encontro sobre a economia mundial e onde ela afeta nossa cidade? Então prefeito em vista para valer em cultura. E gerará muitos empregos de qualidade. Produtores Culturais já são empreendedores por natureza. Então só precisamos de um empurrão. São José precisa de uma política na área do audiovisual e a criação de um conselho de cultura democrático que nos ouça. Sobre a de centralização acho que a atual e as anteriores diretoria deixaram a desejar colocando cabos eleitorais dos vereadores nos espaços culturais, remunerando mal os oficineiros, não mesclando profissionais de São José com profissionais de fora não trazendo novas informações á cidade. Mas isto pode ser corrigido depende só da boa vontade de nosso prefeito. Que tem as mãos um novo mandato e as nós escritores cabe nós estar atentos, pois temos a consciência e a caneta nas mãos. Nos mais parabéns ao Caniza e a Varoto nem sempre tudo que planejamos realizamos. E aos conselheiros e prefeito espero que reflitam e orem muito para saber quem serão os novos diretores. Meu voto é Mendel e Caniza no mais um grande abraço e saúde e força para combatermos o bom combate em 2009...Fé na arte e cultura deste nosso planeta afinal quem cuida do próprio quintal é universal.

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

blog artegaia.blogspot.com

site www.mundogaia.com.br

Página inicial do grupo: http://br.groups.yahoo.com/group/rlpassargada

E-mail do grupo: rlpassargada@yahoogrupos.com.br

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Tavola Redonda um simples delírio poetico...

Joca Faria

Á tarde de primavera se fez presente faz dias que não acerto a mão nos meus textos. Mas será que um dia eu acertei? Tenho recebido reclamações do poema Tavola Redonda que poema lindo que fiz. Só porque falo de sexo abertamente nunca mais escreverei um poema como aquele todo momento passa. Li alguns poemas de nosso pai Alen Ginsberg recomendo a todos que querem conhecer a verdadeira poesia do século vinte que leia Alen ele é lindo e livre em suas preferências. É o senhor poeta...Ele teve uma vida ousada e uma bem comum como qualquer um de nós. Nesta tarde sonhei com Paulo Coelho conversando comigo num quarto da casa de um antigo amigo. Ontem li mais um capitulo de sua biografia numa livraria que ainda se permite ler. Ele é homem como qualquer um de nós. Achou o caminho dele seguiu sua trajetória acho que nossa intelectualidade tem é inveja dele isto sim...Li o Monte Cinco que fala de Elias um belo livro. Talvez o segredo dele e a simplicidade e uma grande noção de markenting. Mas o que me agrada em seus livro e que todos temos uma chance até mesmo eu que me acho completamente errado e meio anjo torto.É Dazinha ta fluindo graças as suas palavras no scrap e a leitura de Ginsberg dei um tempo e estou aqui neste meu único oficio. A única hora que me sinto vivo de verdade é quando escrevo. Não me importa se vou conseguir vender pouco ou nem publicar. Ta lá o blog quem quiser que leia. Acho que não vou resistir a não escrever de sexo. O sexo faz parte de mim...Tenho que falar por todo o meu tesão para fora. Para não explodir. Que sociedade estranha não se pode falar de vagina de penis ...Mas quem pode acessar o pornotube, vê sacanagem e num simples delírio poético da faixa sete do desconhecido cd O DESTINO DA CHUVA levo tanta porrada e olha que só soltei ainda alguns CDs ...Quero e mais disponibilar na internet...Para que todo mundo acesse a minha arte. Resultados financeiros vem depois enquanto isso me arranjo por ai como sempre. Preciso viajar conhecer este imenso Brasil ser um verdadeiro beat e não um bitolado...Como conta Os Engenheiros do Havaí uma banda dos anos oitenta...que ouvia no açougue que trabalhava e sonhava com uma vida de aventuras...E continuo nesta Avenida ...Mas sair por ai com uma mão na frente e outra atrás sem dinheiro , lenço e documento não e não e não...Quero ter grana para viajar e não me preocupar. É minha gente meus textos voltarão a ter vaginas, falos e sexo isto não prejudica ninguém não ou você tem seu sexo castrado? Eu não tenho não tenho é muito tesão ta anoitecendo vou ver minha bailarina minha linda bailarina quero que ela dance um dia só para mim...Podem ficar tranqüilos voltei a atormentalos com meus textos com erros gramaticais ...E por ai vai não quero que as senhoras da poesia fiquem me corrigindo publicamente. Vou fazer uma faculdade de letras....No mais cada um que crie sua própria gramática...Foda se os bons moços da velha gramática. Somos livres e não sabemos...Beijos insanos e profanos a todos que amam a escrita...principalmente a DAYSY SERENO...Uma amiga ainda no mundo virtual...Entre tapas e beijos caminha a bem mal falada literatura ,,, Quem sabe um dia terei livros publicados para que o mundo ouça minha voz escrita é claro...Uma hora destas faço fono...Vou-me indo...estou ainda vivo...mas adormecido...ainda escravo do Bem e do Mal um dia estarei além desta Ciência do Bem e do Mal...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

blog artegaia.blogspot.com
site www.mundogaia.com.br

domingo, 16 de novembro de 2008

Sua alccova...?

Joca Faria

Somos todos Alenn Ginsberg ? Nunca me apaixonei tanto por um poeta quanto agora por Alenn para mim antes sempre foi Fernando Pessoa ...Em todos os espaços de meu coração agora tem uma vaga garantida para Alenn...Dentro destes imenso coração de pourra-louca como sentenciou Vanessa Alves. Não sou nada mais que alguém que almeja libertar-se das algemas da vida...Só quero a liberdade como esta agora de poder escrever nú diante de meu computador. E ficar em casa esperando a sinusite se curar...Nada de Festivale por estes dias. Quero sim uma forma de ganhar um dinheiro honestamente sem me vender ao burro sistema...Compreendo a dor de Paulo Rafael pois nos poetas sempre há sentimos em nossa pele. Espero que ele encontre seu caminho e faça sua história, pois faço a minha e você leitor que faça a sua. Estou contente com meu caminho espiritual... Em busca da realização plena estou me ligando naquela bailarina e filosofa de gênio indomável... Será que ele já me tem em suas mãos?Quero que ela me tenha em sua alcoova...Nunca me apaixonei por ninguém sempre fui ligado em mim mesmo. E agora quero dividir minha vida comum com ela.Troco todos meus velhos amigos por ela...É por que eles já me deixaram. Que coisa e achávamos que nossas amizades eram para sempre. Nada é eterno nem mesmo as amizades verdadeiras...Com meus amigos a intimidade era tanta mas só não fizemos sexo...Pois o resto de tudo ...Mesmo que já não me amém continuo a amalos...Aprendi muito com eles sempre fomos ótimos perdedores...A cidade se diverte com nossas separações...Que os anjos protejam vocês em suas novas jornadas. Para mim que venha ela a bailarina rebelde e novos amigos chega à tarde que se encerra... Qualquer dia destes faço uma faculdade, arrumo uma grana e vou espalhar o conhecimento gnóstico por todo o planeta... Quem diria eu poeta pornográfico que só falava em sexo...Agora em busca de um novo caminho...É assim já estou com saudade de minha amada bailarina... Não escrevo o nome dela , pois ficaria zangada comigo...Quero a em uma alcova...longe da vida real...Ouço o fanke que toca na esquina...Nossa livre calipigia se espreguiça e não sai da gaiola. Enrolo para terminar o Uivo o livro para variar não é meu...Não tenho nada não porque não queira...Sempre quero ter um carro para rodar está América que para mim não existe fronteira. E não existiu para Samael Aun Weor que foi apé com sua família da América do Sul até a do Norte ficando no México...Onde fez a maioria de suas obras ...Tudo acontece neste fim de tarde até esta avenida ficou em silencio em breve sairei desta avenida onde morei por quase trinta anos...Vou-me embora para Passargada...Lá não há mais Rei foi proclamada a República Libertária de Passargada...Agora lá não há mais bordeis...nem fome...nem Rei todos os filósofos tem vós...E todo o povo pensa...Lá não há pornografia, mentiras e ilusões vou-me embora para Passargada lá não há mais Rei agora lá se anda nu, toma banho de chapéu ...E todos sabem o que é a real liberdade...Tenho de lá a chave do Portal que fica nos fundos do Parque da Cidade de qualquer cidade....Vamos minha amada única atravessar o portal para Passargada? Beijos infinitos beijos e muitas e muitas orações a esta humanidade que talvez chegue ao fim? Ou o começo? Quem sabe? Quem sabe?

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

sábado, 15 de novembro de 2008

Pesadelos na tarde febril...

Joca Faria

Calcinha amarela a bela calcinha amarela que vi por trás da linda mulher que se escondia tímida durante a palestra. Esta tarde tive os sonhos mais luxuriantes que meus eus já mais produziram. Via-me num sex shopping a compra de tudo que era mais bizarro que uma pessoa em sã consciência faria.. E eu João Carlos Faria ali capaz de criar as mais cruéis fantasias que se podem inventar acordei com vergonha de mim mesmo...Orei a Deusa pedindo perdão de meus desejos tão carnais será eu capaz de tamanha bobagem não sei nem quero experimentar. Prefiro esta música relaxante que me anima a escrever e minha calopisita amarela...Ao ver a bela calcinha da bela mulher que é bem culta me sinto estranho por tantos desejos secretos. Será que sou um monstro afastado de tantas orgias o que tenho feito com minhas vidas há tantos séculos. Não quero desperdiçar esta minha vida com mais orgias que nos empurram ao abismo o sexo é algo divino que cria anjos, mas também pode criar demônios...Já não quero mais ser um demônio.Chega de passar eternas temporadas no inferno já levei muita porrada com diz Fernando Pessoa já conheço todas estas orgias que fizeram e fazem ainda parte de meus eus...Já fui de tudo em muitas e muitas vidas. Ás vezes dá vontade se auto flagelar, mas sei que não adianta resta nos compreender os eus e dissolvelos para o eterno...Não sou nenhum santo ...e não quero ser visto assim sou quase um homem tentando chegar ao divino alcançar os mais alto do céu...Subir a escada em caracol que nos leva ao Divino...Sou aprendiz de eternos conhecimentos que vem desde o principio da eternidade. Só os Deuses libertam...Então a calcinha amarela é uma ilusão, estes sonhos são uma inverdade...Não vou sucumbir aos desejos carnais...Não vou contratar prostitutas nem freqüentar sex shopping ou fazer sexo com a primeira mulher que apareça vou vencer estes obstáculos de Maya ...Superar estes falsos desejos e chegar ao sexo sagrado...Sei que o caminho é árduo...Quantas vezes já sucumbi neste caminho e desta vez graças a Divina Mãe que está dentro de nós serei vencedor. Antes criticava todas as religiões hoje adimiro e respeito todas. Antes se tivesse poder. Fecharia todas as igrejas hoje deixo a fé livre. Que tenhamos competência para abrir espaços culturais. E nos tornemos verdadeiros profissionais da cultura. Pois só o amor constrói ....Que viva todos os profetas e poetas para toda eternidade...Sigo em frente as vezes caio e me levanto...Vamos vencer os dragões que criamos vamos libertar nosso ser que viva Samael Aun Weor que veio nos trazer a luz...Neste fim de era...A carne é fraca mas o real ser é divino e com ele superaremos e venceremos esta eterna guerra entre o bem e o mal e caminharemos além do bem e do mal...Somos uma experiência do sol...mas podemos dar frutos ou sermos queimados numa fogueira cabe ao nosso livre arbítrio decidir...Ainda sou um homem de pouca fé mas o amor me toma aos poucos e logo serei um novo homem....Que os Deuses nos protejam e nos abençoe nesta longa jornada...Rumo a Divindade...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Sem assunto?


Joca Faria



A crise começou com a inadimplência do setor de imóveis nos EUA, atingiu em cheio os bancos, varou fronteiras e está chegando à economia mundial. É aquela onde se situam as pessoas que produzem, comem, moram, vestem e criam seus filhos para a posteridade. E é aí, portanto, que mora todo o perigo.
Eliane Cantanhede jornalista
E isso ocorreu mais porque as residências retomadas se tornaram um pepino gigantesco para os bancos. Não porque eles tenham ficado sensíveis ao destino dos despejados.
Fernando Canzian
É meio perversa a minha curiosidade, mas queria saber o que ele pensa agora a respeito da cordialidade.
É difícil saber qual é o limite da bondade (e da maldade) humana.
Luiz Caos desdobramentos da crise tem sido cada vez mais surpreendente, e o quadro é extremamente indeterminado. Mas há também muito pânico e irracionalidade nesses movimentos.
Enfim, é mais uma crise da humanidade, com humanos em ação.
Fernando Canzian

É estamos em mais uma crise financeira talvez porque nós seres humanos estamos perdendo os valores ...Devíamos ter ouvido o profeta Gentileza mas não ouvimos será que aqueles banqueiros Americanos que expulsam as famílias Americanas de suas casas não têm um pouco de gentileza parecem que não são humanos. Será que políticos e empresários que corrupitos e que são conrompidos não sacam o mal que fazem a si próprio e a suas famílias além de prejudicar o próximo onde está nossos valores ?
É difícil não ter assunto para escrever todo santo dia que é o que tenho feito e refeito há anos ás vezes acontece de eu falhar de vez enquando. Estamos num poço sem fim como aqueles onde crianças e homens caem. Ou como minha sinusite que me faz estar sempre indo a um pronto socorro. Faz semanas que não sei o que é calor parece que sou um personagem de uma música dos Titãs o sorvete me deixou gripado pelo resto da vida.
O que nos seres humanos comum é corrente podemos fazer diante desta crise mundial.
Que voluntariamente contribuímos pelo nosso silencio, de fato ninguém não nos representa nesta sociedade de marketing pessoal.
Gente ta faltando homens e mulheres de verdade neste planeta.
Estamos atônitos a tantas dores e falta de humanidade neste inicio de século vinte e um.
Não conseguimos mais juntar cinco pessoas para defender um córrego que nós mesmos estamos matando.
Aceitamos ver mendigos nas calçadas e nada fazemos?
A violência e a corrupção estão dentro de nós mesmo assim como o amor também está e qual deles deixou manifestar?
Leiam os Jornais, vejam a TV e a Internet o artista plástico Paulo Lopes no começo deste século queria produzir um jornal de Boas Noticias e eu tento criar um jornal de literatura a mais de dez anos para continuar o projeto Litter e não conseguimos apoio no momento só preciso de um bom diagramador que seja um artista.
Mas vamos seguindo a inda bem que a Folha de São Paulo tem um ótimo time de colunistas a nos informar desconfiei de José Dirceu quando em 2002 atacou a imprensa no lançamento da candidatura de Carlinhos de Almeida em São José dos Campos infelizmente dito e feito perdemos um grande político. Ele tem qualidades e defeito e errou barbaramente. Não temos que julgar ninguém...
Vamos seres humanos mudar o rumo de nossa história.Nós seres normais podemos fazer algo para mudar o mundo temos ai o exemplos de Lula e Obama.
Vamos fazer nossa parte não vamos esperar que outros o façam...
No mais um forte abraço e um beijo a toda a humanidade.

João Carlos Faria
www.mundogaia.com.br
Literautura, filosofia e arte