sexta-feira, 18 de julho de 2008

Para que sermos sempre iguais?

Joca Faria


O beneficio da dúvida sempre temos que duvidar de tudo e de nós mesmos do que acreditamos ou deixamos de acreditar. Sou estudante de gnose, mas já questionei muito antes de começar... Se fosse Católico, também questionaria pensar ajuda muito tento agora aprender a não pensar...
Já questionei minha própria sexualidade ás vezes duvidam de mim mesmo, mas isto é ser humano porque todos temos que ser iguais?
Porque todas as mulheres devem usar botas no inverno? Tudo o que fazemos é fruto da imaginação, todo o conhecimento e fruto da vivencia humana neste planeta...
Portanto ninguém é igual a ninguém , mas tentar ser diferente gera provocação.
Basta uma pessoa do sexo masculino pintar o cabelo ou por uma saia já causa um estranhamento?
Não era para ser assim estamos aqui a um bom tempo e ainda podemos ficar mais tempo ainda outras civilizações homens usaram saia e porque agora não?
Talvez eu seja alguém fora do padrão , mas temos que ser o tempo todos padronizados e a criação e a arte?
As inovações não podem acontecer?
Tudo sempre igual á poesia só com rimas a prosa sempre prosa e os partidos políticos sempre iguais?
Vamos repensar tudo e reconstruir o mundo... Só existe este momento não há outro daqui um século outras gerações farão este papel cabe a nos cumprir o nosso.
Portanto pinto o cabelo, uso saia e vestido e gosto de mulheres...
Qualquer hora desta vou experimentar a depilação total e daí?


João Carlos Faria

Nenhum comentário: