terça-feira, 30 de setembro de 2008

Cidade das Palavras
Dedicado a Carlinhos Almeida

João Carlos Faria




Faz dias que não escrevo minha proposta literária e de um ou mais texto por dia inundando os blogs e caixas postais de todo mundo. Não posso começar um texto nesta semana sem falar no poesia no prato... Que é o começo de mais um movimento na minha vida cultural... É o primeiro sarau que participo que alimenta o corpo e alma... Graças ao casal de poetas Zenilda Lua e Reginaldo Poeta Gomes... Venho a vidas e mais vidas participando destes sarais nas mais valiosas recorrências... Após um inverno rigoroso que passamos na Cidade das Palavras eu e o guerreiro Marcelo Planchez. Agora cada um de nós segue sua jornada profetizada por Solfidone... Agora estou feliz faço novas amizades nestes saraus... .como Zenilda e Reginaldo e a doce princesa Vanessa Alves.
Que conheci em um dos Sarais hoje a noite tem o sarau maldito de Beatriz Galvão no Hocus Pocus esta cidade esta se incendiando ainda somos poucos... Mas tudo é um grande circulo... A minha editora está se viabilizando só me falta seiscentos reais para lançar cinqüenta livros do Retinas e meu segundo livro está em fase de revisão não posso reclamar de dois mil e oito.
Tudo está aconcetendo...algumas amizades abaladas mas somos artistas temperamentais. Até com Diogo Gomes meu mestre da sétima arte to me reencontrando...sem falar na parceria cinematográfica com Rynaldo Papoy um amigo encontrado na internet...E que está na terceira versão de um roteiro que será filmado em janeiro de dois mil e nove...nesta cidade.
Ontem numa livraria encontrei um titulo de livro chamado Cidade das Palavras ainda não há livros nossos nas grandes livrarias, mas é só questão de tempo... E muito suor... Edu Planchez já se entrega a cena nacional com seu grupo de poetas cariocas... Tudo flui é o universo nos prestigiando Lasdilau se foi sua obra ficou... Ir-nos-emos , mas nossas obras ficarão...
Entrando no clichê viva Cesário Verde...que começo a ler. Marçal Aquino nos falou leiam os clássicos principalmente os Russos seguirei sua dica...Tó indo que estrearei minha saia colorida no sarau desta noite...mas sem nenhum exagero...em breve sai o quarto cd de poetas joseenses...Iniciado com Marcelo ...e hoje com minha produção ...
Vou me indo mas não se esqueçam votem PT votem 13...O Lula está fazendo um governo como se nunca viu na história deste pais...Só estou sem trabalho formal porque a minha missão é a cultura e não posso me omitir ...Aqui em SÃO JOSÉ DOS CAMPOS é Carlinhos de Almeida para prefeito...Wagner Balieiro vereador...Cosme Vitor e Angela Guadagnim no mais sorte a todos...Vamos que o treem bala logo chega....


Joca Faria

Editora Mundo Gaia

Literatura, Filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br


Confiram o site de artes WWW.entrementes.COM.BR

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

João Carlos Faria


Lúxurias

Meu caro Kharistos quando chegamos Á verdade nada mais é importante tudo passa a ser uma encenação.... Estive a caminho do inferno nesta tarde... E voltei....
Ainda não estou preparado para ir ao inferno e ser testado... Se for perco-me nas lúxurias.
Dizem que você deixou este plano físico... Mas você vive no meu coração... Sua poesia pulsa na minha poesia... Ainda construiremos aquele teu templo do saber. Tenho os desenhos... Você ainda é o senhor. Krilll... Está vivo seu nome foi escrito na não mais existente Irmandade Neo Filosófica hoje estamos dispersos por causa de nossas injúrias queríamos asfixiar o peixe com a cobra. Por isso falhamos ninguém destrói o peixe...
Como éramos ingênuos nos acreditávamos magos e éramos os palhaços....
Nossa missão nilinistas foi cumprida... Mas ai de nós resto unos os Karmas agora estamos a ranger os dentes....
Conte comigo para tudo até te acompanho aos infernos.... Meu caro Kharistos ... Hoje a Beatriz Galvão segue com seus quatro sarais... Passarei a ela alguns de nossos segredos... Que só a Irmandade Neo Filosófica possuía e todos que procurarem nas estantes das livrarias , mas digo saibam ler as entrelinhas.
Bons tempos em que andávamos com o mestre Solfidone e nos mostrava os segredos da semiótica...
Vá Kharistos onde quer que esteja... Siga a sua sina... Quem nos trará a chave?
Ainda não sei restam - me cinco longos anos neste plano talvez se prolongue e fique mais trinta depende de onde esta á chave?
O Solfidone anda agora só lá para as bandas do Satélite ele renega seus antigos discípulos.
Vou-me indo... Volte volte volte nos veremos nas próximas existências?
Beijo a você e a Beatriz Galvão ela que segue com seus quatro sarais trazendo a liberdade... A esta cidade... cidade maldita...São José dos Campos...
Ainda pagaremos o KHARMA das bombas que fizemos... São José Das Mortes na África no Oriente Médio....


Joca Faria

Editora Mundo Gaia

WWW.mundogaia.COM.BR

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

SARAU MALDITO - Exorcize sua arte!

Vista ou dispa o seu figurino e apresente sua arte.

- Ou venha só assistir essa coisa maluca! -


30.09.08 - TERÇA-FEIRA
no HOCUS POCUS

abertura do portão, início das inscrições e momento de criar coragem: 21h

apresentações: das 22h até...

Entrada: R$ 5,00
Inscrições gratuitas



REGRAS (hahaha!) para Apresentações no SARAU MALDITO:

Poemas, esquetes, danças, performances, etc.: inscrições na hora.
Máximo 3 por pessoa, podendo voltar quantas vezes quiser, se houver tempo.

Músicos com ou sem banda: inscrições na hora. Disponíveis: violão, mesa, caixa, cabos, microfones e bateria. Máximo 3 músicas, mas a gente sabe que acaba saindo mais...

Exibições no Data-show (filmes, clipes, curtas...): levar e entregar para o técnico de tudo - Velloso. Pode repetir, se agradar.

Tema livre, mas quanto mais 'picante', melhor!

E fica acertado: o que acontece no HOCUS, permanece no HOCUS.

(Proibida a entrada de menores de 18 anos)

--
Tédio?

http://bipcultural.blogspot.com


1 imagem | Visualizar apresentação de slides | Download selecionado
Urubus no poder...em vôos sórdidos...


Joca Faria


Na manhã ela se debruça na janela e o circo passa como mágica, suas mãos geladas tremem de prazer em ver o circo passar diante de sua janela... É de noite ela caminha pela cidade e tenta ir ás lojas Americanas, mas ta fechada... E a cidade toda fechada numa quarta-feira... Ela adora ficar nos pontos de ônibus vendo as pessoas cansadas voltando da escola do trabalho...
O cansaço das realizações plenas... Das vidas em cursos.. .ela anda pela cidade vazia nas noites frias de primavera as eleições está ai e partidos fascistas governam sua cidade... Toscos com bico...e enganadores do povo...é o fascismo é fascinante com suas câmeras espalhadas pela cidade enquanto guarda - municipais despreparados e ganhando mal...ficam dormindo...com suas redes armadas nos ...espaços...Enquanto a cracolandia se espalha no centro..uma cidade sem leis e ordem...cadê governantes enquanto tramam o roubo do dinheiro público através de licitações fraudulentas com prédios construídos sem nenhum preparo... É assim não deviam ser tucanos estão mais para urubus carniceiros... Que há doze anos... Fazem o que querem com seus cabides de mil pessoas...
E assim a moça caminha por uma cidade asséptica que escodem suas escorias em condomínios fechados que tem belas fachadas...Burgueses dormem...enquanto as periferias em loteamentos clandestinos sofrem em ônibus fedidos e sujos... Com passagens caras ...em subempregos quando os tem...e eles discursam na TV como se tudo estivesse bem...é o fascismo é fascinante...é o povo é iludido ....com esta corja de tucanos...balança balança que eles caem...e seu governador que contrata bandidos que torturam na ditadura ele tem um sistema de inteligência....e ela está com medo desta máfia tucana...
Ela vai pega um ônibus lotado... Que a leva a sua periferia... Sem asfalto... Sem água... Lá pras bandas do portal do céu...
Ela chega a sua casa... Cansada... Sem internet... Sem telefone... E sonha....
Que um dia tudo mude... E os fascistas que criam parques para a burguesia... Que rouba...o povo saia do poder...
E a esperança vença o medo....vote 13 vote Carlinhos de Almeida para uma São José dos Campos mais humana....


João Carlos Faria

Editora Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

WWW.mundogaia.COM.BR

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Era eu o dito...cadê Marcelino Freire?


Joca Faria


http://www.eraodito.blogspot.com/


O sol se faz presente , mas nosso corpo está frio nesta tarde de inicio de primavera meu horóscopo não é dos melhores mas to vivo ainda...Cadê você tenho estado só...sempre aqui atrás desta tela nunca sei quem você é...Ás vezes umas respostas mal humoradas e outras carinhosas...más só de vez em quando...quero sempre...preciso de seu calor humano...vou por uma bruxas pêra ai que volto e voto? Que voto? ... Neste frio fico de roupa... Mas com uma vontade louca de depilar o tórax... Só para sentir uma mão feminina em meu tórax... Sinto-me King-Kong... Na primeira versão...ou Tarzan fiquei sabendo hoje com a Patrícia Napuneceno que Tarzan é um livro bem fraco e virou Tarzan né...Hoje ela nos deu uma aula de cinema. É minha mais nova mestra...
Que mulher preparada é diz que não escreve que coisa com toda aquela Erudição como dizia Marcelino Freire Era o dito...
É tarde estão me pressionando dizem que esta minha mania de usar saia é coisa de boiola. Não estão enganados boiola é nunca ousar...é aceitar as mesmice da vida...e nunca mudar nenhum paradigma social...os beatnks ousaram...quem não quer viver que não viva eu estou bem vivo?...Não quero morrer num rio por seguir uma sociedade mais fraca do que eu...eu sou Jorge Saladino...sem nenhum medo...não tenho medo de mostrar minhas taras num texto...eu sou eu...e você VAI deixar de ser eu?...Quem sabe um dia me dissolvo no oceano infinito...por tomar a pílula ou comer do fruto da arvore do bem e do mal...
Ainda não consegui as câmeras e as câmeras um vai viajar de disco voador no dia. Mas calma não se desespere...e o personagem? Minhas idéias se baseiam em Flavio de Carvalho , Hanky Bay e na contra-cultura...Provos e as linhas variadas , tropicália e semana de arte moderna, Giles lespovtky...e por ai vai...Samael Aun Weor...tudo isto misturado é Joca Faria nada é novo...nos somos Jorge Saladio, Solfidone...Shostenes...Reynaldo Papoy...Edu Planchez...
E quem realmente queira pelo menos mudar a si mesmo e depois mudar o mundo... Seu homem ou mulher... Mude a si mesmo... É dolorido dói muito... Mas é possível...viva Patrícia Napunoceno...viva a nos ...e não o eu ...viva o ser...
Não tenho medo e tenho todos os medos...minha cabeça dói...cadé minha guitarra-elétrica cadê os Engenheiros do Havaí e sua silenciosa hauei...?
Somos livres? Quem é livre cadê Diógenes com sua lanterna apontado nossa indiferença com nosso ser?
Vou-me indo encontrar-me com Reginaldo com a Bia e Marçal Aquino agora tenho um quadro em minha casa. Pregado por minha mãe a Dona Cida um quadro de Davi F. F.
No mais um desejo ...quem sãos as Emilias e os Viscondes?

João Carlos Faria

Editora Mundo Gaia...

Literatura, filosofia e arte...
WWW.mundogaia.COM.BR

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Santa Mediocridade Batmam....

http://www.myspace.com/oaeroparto

Joca Faria


Não tenho mais ídolos sou fã de mim mesmo. De minhas qualidades e defeitos. Tento superar meus defeitos, mas a onde esta minha qualidade?
Não sei, mas meu quarto merece uma pintura? Uma nova pintura...mas para simbolizar o que? Comemorar o que não sei talvez estar vivo...? Sempre em mudança ontem eu fui reacionário... Hoje sou libertário... Amanhã quem sabe um padeiro... Depois um músico... E sempre em mudança ás vezes pequenas mudanças. Hoje que besteira briguei sedo por causa de um copo de café santa mediocridade...
Agora to aqui quase onze horas da noite e sempre cansado ouvindo meu poemas na voz de Beatriz Galvão que lindo acho que sou um pouco surdo, mas ta lindo já trabalhei bastante na ueb divulgando o filme agora descanso ouvindo minha poesia agora poesia do mundo. Nada nos pertence nem nossa emoção transformada em arte...viva a poesia na voz de Beatriz Galvão...
Achava que não mais fazia poesia e me descubro poeta mesmo fazendo prosa... Hoje assisti ao filme Z de Costa GARVAS que lindo...já to há muitas horas na ueb...meus dedos viraram teclados...meus olhos uma câmera...cadê eu...tó dentro deste computador ele esta dentro de mim...cadê minha alma...sujeito...objeto...lugar...onde estou ...faço a chave sol...e me lembro que sou quase humano ...ridiculamente humano...
Estou aqui novamente quase dormindo...e a poesia de novo como companheira adoro Melões da Namíbia parece que escrevi tudo e não fiz nada tenho medo e pavor desta nova produção vou além dos meus limites quem sou?
Darei conta tenho um Melão nas costas e o alivio de cumprir a nossa jornada...
Ta tudo mundo ai ouço Aeroparto de Léo Mandi e sua turma maravilhoso uma bela cozinha sonora...já tou noutra e noutra...Num furacão chamado vida ...viva Beatriz Galvão...vou fundo e acento o pé no acelerador da vida um cd, um livro e um filme cadê a arvore e o filho salvem a mata atlântica....reflorestem a mata atlântica...to dentro e fora...sou umano...minha irmã não me quer fantasiado...sou família?
Não sei vai voar aeroparto...São José dos Campos aeroparto...



João Carlos Faria

Editora Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

WWW.mundogaia.COM.BR

domingo, 21 de setembro de 2008

Inicio das Gravaçoes dia 12 de Outubro as 7 da manhã na Fundação Cultural Cassiano Ricardo...São José dos Campos sp

Editora Gaia

Literatura, filosofia e arte.

Direção e roteiro Rynaldo Papoy

Produção e assistente de direção Joca Faria

www.mundogaia. com.br
Gravações das primeiras cenas 12 de Outubro as 10 da manhã ponto de encontro sede da Fundação Cultural Cassiano Ricardo em São José dos Campos sp.
Depois saída em direção as locações a serem definidas....se chover cenas domésticas se tiver sol cenas na gruta posto.
"Uma comédia sobre as ilusões da vida. Um homem que se veste de mulher por achar que vai se dar bem, enquanto uma mulher se veste como homem por achar que assim conseguirá melhores resultados em sua vida. Uma adolescente que tem vários namorados e uma vida muito agitada mas acha que nada interessante acontece com ela. Um vendedor de cds piratas eleito prefeito. Um casal que se recusa a procurar emprego, porque ele ficou "traumatizado" com a demissão e ela acredita que o emprego dos sonhos vai bater a sua porta, após ler incontáveis livros de auto-ajuda. Entre outras cenas. É um conjunto de esquetes que se unem ao final, com o encontro de todos os personagens, quando se deparam com um pastor de cabras parecido com Jesus Cristo e acham que ele é o próprio, descido a Terra para julgar os homens. A princípio, o pobre pastor tenta dizer que não é Jesus, mas ninguém acredita. Enfim, ele resolve fingir que é Jesus, mas decide não julgar ninguém e sim fazer um milagre: "transformar" a água de um lago em pinga. Acreditando que "Jesus" realmente transformou a água em pinga, todos ingerem a água do lago e se comportam como se estivessem completamente bêbados, revelando o poder da sugestão.
Do título: Namíbia é um país da África, onde se planta melões no deserto. Também é referência a um momento do roteiro em que um garoto diz que, no mundo, só há gente passando fome porque quer."

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Um ano sem futebol



Hoje tenho algo a dizer: quero discorrer sobre o nada.
Criei uma comunidade e um blog de futebol no ano menos futebolístico da minha vida. Da história, não sei.
O meu time Coríntians passeia na série B. Espécie de férias de um ano. Na série A, não há emoções tampouco. Um time deslancha enquanto os outros administram para entrar na Libertadores. Seleção Brasileira é uma lenda. Copa Sulamericana? Que merda é esta?
O resultado disto é que parece 2008 um ano sem futebol.
Como vive o brasileiro sem futebol? Conversa o quê ao chegar ao serviço e ao sair dele e entrar no boteco ao lado?
Eleições são um assunto interessante. Desperta emoções que o futebol não tem despertado.
Os semi-quarentões como eu debatem as lojas mais em conta para os presentes do Dia das Crianças.
Eu tenho descoberto o cinema-cabeça. Substituo as quartas-feiras e finais de semana por filmes como "As Invasões Bárbaras", uma obra-prima do cinema canadense, do qual eu só conhecia o "cinemão" de David Cronenberg e James Cameron.
Recuso-me, agora, a alugar, comprar filmes ou baixar filmes que não sejam independentes.
Os últimos filmes incríveis a que assisti foram "Gângster", "Hotel Ruanda", "21 Gramas", "O Lenhador", "Mistérios da Carne", "O Sol da Cada Manhã", "Três Enterros", "Conduta de Risco". Claro que às vezes damos bolas fora, como foi o caso de "Juno", que é uma babaquice. Mas isto faz parte do negócio.
Hoje mesmo já tenho alugado um filme que espero seja bacana. Enquanto eu estiver assistindo, não me venha falar de Diego, Robinho e Ronaldinho, nomes que não suporto mais. Não me venha dizer que o Coríntians vai enfrentar o XV de Jaú desfalcado de doze jogadores, nem venha me dizer que o Grêmio abriu trinta pontos de vantagem sobre o segundo colocado. Chega, acabou. Não quero mais saber de futebol este ano.
No ano que vem, a gente volta a se emocionar com a Taça São Paulo e torcer para que haja futebol no resto da temporada.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Truco valendo o toba

Pré-sal, pré-vinagre, pré-azeite, pré-salada



[Drowning Pool - Bodies]

Joca, como vai?


Bem, eu gosto de rock, principalmente, a dica do momento é a banda Drowning Pool, que lembra bem a saudosa Alice in Chains... isto é, saudosa em termos. A banda ainda existe, mas o vocalista morreu e foi substituído. Resta saber se ele terá a mesma pegada.

Opa, espero que "Melões da Namíbia" sejam bem recebidos pelo público. A gente pode fazer uma festa de lançamento na Praça Benedito Calixto, na Vila Madalena.

Difícil pendurar as chuteiras na política. Política vicia mais que cachaça. Mesmo não fazendo política partidária. Sartre e Simone de Beuvoir que o digam. Chico Buarque, Caetano e Gil...

Josef Brodsky, na União Soviética. Brecht, na Alemanha... O homem é um animal político.

Eu não quero minha parte no pré-sal. Logo logo o Petróleo deixará de ser uma boa fonte de energia, substituída por outras, e as empresas petrolíferas irão à falência, incluindo a Petrobrás.
Melão da Namíbia o filme...


Joca Faria


Bom dia, boa noite...ou uma madrugada boa para todos...hoje não tem sol a uma frente fria e fiquei sabendo da doce existência de Amy Wine House espero que ela suporte a vida neste abismo e saia desta. Que bela voz tem esta garota...E como sou alienado enrelação a música atual Papoy me socorre ai...
Ta tudo rolando só a velha falta de grana... Mas será superado... Vou vender amendoim e CDs de poesia na Praça da Sé em Sampa.. .e um DVD de Melões da Namíbia.
A vida é assim tem hora que o pendulo-nos leva para um lado ou para o outro... Tenho feito investigações na internet sobre comportamentos novos uma hora destas faço Á crônica...
E mando pro seis oras bolas to fugindo da campanha política como o diabo foge da cruz chega penduro a chuteira em quanto não pintar nada que importe realmente na vida de militante. Talvez não mais seja candidato a nada.
Prefiro ser poeta e produtor cultural.
Lula eu quero a minha parte do pré-sal em investimento em educação, esporte e cultura ai terá trampo aos montes para este falido produtor...
A vida é assim tudo vale Á pena se a alma não é pequena dizia meu amigo Fernando Pessoa com quem me encontrava na bela Lisboa.
Hoje nesta vida continuo a escrever, mas nem sei por onde anda o velho Pessoa só vejo seus velhos poemas que ele me mostrava antes de jogar no velho baú e eu dizia publique figura. Lembro-me do dia que ele ia encontrar-se com Aleis ter Croyer... Ele me contou que conversaram bastante e o Alis ter sumiu num nevoeiro perto do Abismo... Sempre um abismo... Naquela vida eu nem sonhava que iria encontrar uma obra tão importante quanto Á de Samael Aun Weor...e hoje estou aqui como um escritor de poesia e crônicas...nesta UEB...
Por isso eu sempre reverencio ao Solfidone , pois ele abriu as portas da gnose para mim ele tem a chave...Pena que hoje ele é um pacato cidadão...
Mas vamos sempre em frente neste frio de fim de inverno e vem chegando Á reta final das eleições municipais...vou me indo tenho muito que fazer nesta quinta-feira...um beijo não se esqueça viu Lula queremos a parte do pré-sal em investimento em educação, esporte, cultura...no mais to indo embora hoje tem palestra do MOACYR Pinto la na Literacia...beijos incendiários....


João Carlos Faria

Editora Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Richard Wright


Descida aos meus infernos...para a redenção...?



Joca Faria



Estou mergulhado no mar virtual...conhecendo universos jamais explorados pela minha mente...mentiras e verdades no submundo virtual...Quem somos na verdade? ...Tento descobrir me afundando neste abismo...espero voltar ileso...vou sem medo...os desejos afloram...desço aos abismos...cada pessoa que vejo no mundo real..imagino suas fantasias no inimaginável caminho da internet...afinal quem somos neste carnaval? O que é a mascara ou a verdadeira face... Não tenho medo.. E tenho todos os medos... Todas as fobias vem Á tona... Sou a fera e a presa no mesmo segundo... Estou feliz... Mas o que é a felicidade? ...desço as escadas do abismo... Devagar bem devagar... Conseguirei voltar Á superfície...?
David Gilmour chora a perda do amigo..a dor de perda é grande não sabemos lidar com ela...um dia saberemos?
Estes textos que faço é o ponto de vista de quem está dentro do labirinto tentando descobrir a saída...vejo-me nú de alma neste universo virtual..dizem cada vez mais rosa e mais homem de verdade...beijo meu lado feminino...e o liberto da prisão...não devemos esquecer que somos a dualidade masculina e feminina...somos o real ser...o andrógino...quero uma fêmea que me complete no mundo real...
Richard Wright desceu aos infernos...vá mas volte para nos contar como foi a travessia a muito não ouço Pinky Floyd...mas já esta dentro de mim...
Viver é romper os traumas que carregamos em nossa eternidade...
Somos a ingenuidade e a esperteza...neste WWW novo ...
Onde aprendemos a navegar tentando não nos afundar...
Um beijo na enibria boca felina...vemos-nos nos sarais no mundo na ciranda das celebrações ao renascimento da poesia...
Desço os sete degraus do inferno...desço sem medo com a esperança da aniquilação de meus eus...volto...não mais fera bestial mas realmente humano...


João Carlos Faria

Editora Gaia

Literatura, filosofia e arte...

WWW.mundogaia.COM.BR

domingo, 14 de setembro de 2008

O diabo veste rosa

Joca Faria


A poesia jorrou no meu ser nesta tarde edupianamente planchez ela veio nos escritos do poeta carioca...ela invadiu minha alma via telepatia ela já estava dentro de mim quando sai pela manhã pois Edu Planchez a recitou num recital no mundo da quarta dimensão este texto já escrevi antes agora só o torno real nesta terceira dimensão...sou tão criança quanto aqueles meninos e meninas na palestra de Moacyr Scliar naquele garoto de origem africana que perguntou sobre sexo...sou a poesia marcada a ferro e fogo na alma adolescente.
O diabo veste rosa na tarde de domingo cinzento...navegamos no estranho mundo virtual...veste rosa e da palpite interessantes sobre todos os assuntos...neste estranho mundo virtual...limpo meu pé e navego nas páginas de relacionamento do Orkut...desvendando o mundo feminino ...exposto na rede como nunca achei em livros nenhum...que aula da psicologia humana somos tão diferentes e tão iguais...o diabo veste rosa...neste fim de domingo...eu eu continuo tentando decifrar a esfinge para não ser devorado?
Converso com a artista plástica Ghabbi que fez lindos desenhos...expostos na UEB...e assim caminha a doce humanidade...mulheres se vestem para a sedução...o que é a sedução um jogo de prazeres entre mulheres e homens...mas quem é quem no mundo virtual...? Eu é que não sei ...tento decifrar estes labirintos para encontrar a minha saída? Encontre a sua...visto um terno xadrez e ando pelo centro de Belo Horizonte...sonhando em estar nu numa cachoeira...na serra que vejo ao longe...do hotel onde estou hospedado...
Sonhos com cenas de um filme que ainda não filmei...sou e não sou? Cadê ela ...cadê ...ela...não sei por anda Clarice?
Deve estar presa num espelho...mas os espelhos só abrem as portas...sempre tem uma saída...
Cadê EDU ele anda com ela pelas ruas de Copacabana...Edu e Rosa Kapila misturados um no outro sendo um em Ícaro Odim...assim caminhamos neste admirável WWW novo...eu você , Gabbhi e Júlia...que Júlia?
Não ainda não conheço ,mas num clik conheço qualquer Júlia de qualquer lugar do mundo....


João Carlos Faria

Editora Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Vera perdoa o meu sorriso amarelo


Vera perdoa o meu sorriso amarelo,
ainda forçado...
prometo pra mim mesmo, pra vc e para o planeta
sacodir das entranhas essas vozes pequenas.
N tenho explicações o porque de ter ficado assim,
distante do sol, distante das crianças, da minha tua criança, da criança do
chão e do céu .

Nós os poetas do cotidiano
apalpamos cada centímetro
desses novos dias pq temos dedos ancorados
em muitos corações,
em muitas canções, em muitas palavras,
em muitos mestres.

Amo, amei de mais, lancei-me aos turbulentos
e saborosos pratos com todas as patas...
mas a maior de todas as conquista,
compreendo ( agora) reside cá
por esse meu ventre.

Querida... beijos


EDU PLANCHÊZE
Nossa a poesia está a flor da pele de nosso adimiravel Edu Planchez deve ser também a saudade da sua pessoa fisica nada contra Patativá do Assaré e Fernando Pessoa mas voces dois reginaldo e edu tocam minha alma vivo só acredito em herois vivos....

joca

----- Mensagem original ----
De: Planchêz Edu <16913251011468852785@mail.orkut.com>
Para: melhores amigos(as)
Enviadas: Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008 15:11:19
Assunto: Limites do tempo, da vida e da morte

Limites do tempo, da vida e da morte


Queridas criaturas que com minha poesia toco,
ainda menino, ainda homem,
vos saúdos adorados pares da alta senssibilidade!
vos saúdos campanheiros e companheiras!
Sem vocês não conseguiria cruzar as rotas
do infernal planeta, do paraiso, dos bares,
das cordileiras e das correntesas

O azul céu que ora nos cobre é o prêmio maior
por termos acreditado um no outro

Sigamos erguendo antenas e receptores
de melodias apaixonadas
aqui sempre estarei para vos receber
com todas as regalias reais

Nosso pácto de sublime amor romperá os limites
do tempo, da vida e da morte

EDU PLANCHÊZEsta mensagem foi enviada por Planchêz Edu.
Para ver o perfil de Planchêz, clique em:
http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=16913251011468852785
Lindo texto longe do obvio do politicamente correto...voce é um marginal longe das margens uma pilula de realidade concreta...no terreno do abstrato da vida...beijos apaixonados do poeta da rosa...

Joca Faria

----- Mensagem original ----
De: Planchêz Edu <16913251011468852785@mail.orkut.com>
Para: melhores amigos(as)
Enviadas: Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008 15:24:04
Assunto: o sexo da poesia

PARA UMA BORBOLETA


EU sou o sexo da poesia, a poesia é meu sexo,
entro de sola nesse pensamento nada absurdo,
com porquês e sem porquês,
pouco interesado com o juízo
que se faz diante do que ainda não disse
e do que agora estou dizendo
sem nada pensar e pensando em tudo
ou em quase tudo.

Um gaiola feita de letras
prende a bela no canto direito da página do crepúsculo.

Essa dança de quintal, esse seio exposto
à sucção dos lábios pastores da noite.

Busco no intervalo das frases destampar
o tampo do crânio para que sáia
de meus meus pensamentos a imagem
de teu sexo pingando alegria
pós o banho que me falaste.

EDU PLANCHÊZEsta mensagem foi enviada por Planchêz Edu. Para ver o perfil
de Planchêz, clique em:
http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=16913251011468852785

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Observatório da Imprensa


Joca Faria


Pantanal é a décima sétima vez que exibem e não consigo parar de assistir que trabalho bem feito pela Manchete ta faltando uma TV DE VALE A PENA VER DE NOVO...como que no Brasil as novelas retratam o pais melhor que o cinema a TV consegue falar a língua do povo seja na Globo, Record ou na antiga Tupi quando encontrei a Bruna Lombardi e o marido falei para eles do Aritana fica gravado na nossa memória. Quando criança imitava os galas que nem lembro quem eram. Das novelas na casa de minha avó assistíamos na grande sala.
Então por isso que quando eu virar escritor profissional quero escrever roteiros de novelas.
Paulo Coelho queria fazer grandes livros e eu quero escrever grandes novelas agora tenho um maluco como eu que topa estas aventuras, vamos chegar lá morarei um tempo na Amazônia e aprenderei a linguagem popular do norte do pais e escreverei a saga da Amazônia... Desculpe o Ratum , mas agora é Joca Faria.
É sim me desculpem ando lendo muitos milhares de livros de auto ajuda e a biografia do Paulo Coelho então agora posso tudo e tudo tomo posse....
Não não eleição não ainda bem que agora é onze da noite e não tem aqueles carros de campanha com coisa que não gosto para mim teria eleição duas vezes por ano... Bandeiras pra lá e pra cá gente de todas as idades pedindo voto é uma grande festa...a democracia.
Acabei de ler no Observatório da Imprensa um artigo de
Rolf Kuntz intitulado O grande editor da mídia nacional falando as malandragens e bobagens que nosso presidente solta é a burra imprensa nacional dá uma atenção desmerecida... é nunca vou ler jornal com os mesmos olhos novamente.
Que pena que temos uma imprensa alienada ou vendida a governos seja qual for por causa dos anúncios das estatais a coisa acontece do mesmo jeito na cultura quem faria um documentário falando da poluição que a Petrobras causa em São José dos Campos ninguém porque perderiam patrocínios para futuros projetos culturais.
Que dureza ta todo mundo vendido neste pais nunca teremos um Michel Moore no Brasil precisamos de homens de verdade neste pais. Diógenes segue com sua lanterna...
Voltando as novelas, porque não se investe em trabalhos regionais e ousados como a novela Pantanal a globo não faz nem novelas nordestinas mais... Agora é de novo Rio e São Paulo.
Este pais precisa de uma revolução cultural olha o Mal Tesung ai gente...Vamos em frente que vão surgir muita gente boa com a revolução digital...Vamos ver se o Hélcio e o Ricardo Faria aprovam este texto...no mais um abraço...leiam o observatório da imprensa....

João Carlos Faria

Editora Gaia

Literatura, filosofia e arte

www.mundogaia.com.br

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Vou aprender a tocar viola…Joca Faria o violeiro....


Joca Faria

http://www.myspace.com/thetingtings
http://www.myspace.com/bjork

Manhã de setembro tudo acontecendo e eu aqui antenado com a telinha é um contra tempo familiar. Mas a tarde será sanada...Ouço um som pop de primeira linha e penso como produzirei o cd do Zé da Viola e Wangy Alves que delicia to virando produtor de CDs...coisa rara que só este admirável mundo novo nos permite estas experiências...agora sou produtor com P maiúsculo...lançar novos talentos pela wueb a fora lógico que tenho parceiros como o Paulinho do Site Vale que sempre segura as broncas e as crises...
Ouço esta banda que descobri lendo a ilustrada da folha on line...agora lemos e depois procuramos e achamos a internet é uma grande ferramenta...só não podemos viciar nelas terminando este escrito vou ler um livro...quero aprender a tocar viola....e feita em São José dos Campos...
Sem precisar ir aos grandes centros vou a Sampa e a Guanabara para vender meus CDs e meus livros e conhecer gente do mundo real....Esta é a sociedade alternativa viva Toninho Buda....
O Lauro Flessat da Mid Max é outro parceiro...Sempre masterilizando os CDs...e passando para mp3 ninguém faz nada sozinho neste mundo...todos nos precisamos de parceiros e colaboradores...
E assim a Editora Gaia será criada primeiro como alternativa depois criada dentro das leis...e assim vai vamos por ai sem lenço e documento num admirável ship novo....
É a lei da vida ouço um belo som no my space...que coisa quanto trigo em meio ao joio muita coisa boa né....
Só precisamos aprender a procurar e a ilustrada continua sendo uma ótima referencia também na UEB...Vou me indo não to mais aqui agora quem sabe Solfidone, Hanky Bay, Ricardo Faria afinal quem somos?

João Carlos Faria

www.mundogaia.com.br


http://www.myspace.com/belustereotipo

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Espelho ou reflexo...

Joca Faria


Tarde de inverno os meus pés merecem um pouco de carinho...meus olhos um pouco de poesia...e minha alma de outras almas...o som de inverno é tão lindo...Hó tarde gostosa tirando esta insistente dor de cabeça... Tento decifrar aquela imagem da capa de um livro...Tento correr longe dos demônios dos sonhos da tarde...Tudo retorno vejo poesia num motor da moto que passa...moro numa esquina onde tem um farol...recordo com saudades de Belo Horizonte que fica em minha memória...esforço-me para não entrar num site de mulheres nuas que acaba me levando a pornografia. Estes nossos eus que nos mesmos criamos... Conversam sobre as crianças esquartejadas em São Paulo...agradeço aos Deuses por não ser eu ou outros eus o assassino...Como somos quase animais...
Tarde de inverno ...escrevo com muito amor...tarde de inverno...Tudo em silencio nem um carro de som de políticos passa pela avenida...Ainda não sei escrever contos, romances só este estilo que falta de criatividade...Quem sabe aprendo alguma técnica com Rynaldo Papoy ontem na casa de uma tia adorei ver o quadro que está pintando agora bem colorido uma imagem que lembra os cenários da Mantiqueira varias cores...adoro cores...hoje vi uma bela exposição de arte contemporânea ...Mas juro que não entendo a arte atual mas Basquiat é para ver ou sentir? A arte é para o racional ou o universo subjetivo...?
Qualquer hora vou numa reunião destes artistas mudernos me sinto um peixe fora d’água entre eles...Até hoje não entendo os concretista e a poesia de José Moraes Barbosa quantas vezes me pediram para decifrar? Seus panfletários ai que belo são as diferenças na estética... Prefiro o Dailor Varella jornalista não fui tocado pelo poeta...Poucos poetas me tocam de verdade...Desculpem sou careta prefiro ler Fernando Pessoa...nada supera Pessoa....Prefiro a poética de Raul Seixas, Caetano Veloso...Tom Jobim...e de alguns poetas Valeparaibanos...Reginaldo Poeta Gomes para mim é uma exceção na ausência atual em nossa cidade...Pena que Oswaldo Jr...é um poeta de poucos textos...ainda quero gravar um cd de poesia dele...Wallace Pousso tem talento mas não se dedica de alma e corpo....Outros tornaram –se panfletários e políticos...não serve...
Quem sabe viro um editor que descobre diamantes num lixão qualquer...preciso separar o agente cultural do editor...ou refinar os dois...pelo bem de talentos novos acredito que o caminho são livros e CDs solos...a coletânea é uma vitrine e nada mais....um pega talentos...Ainda tem muito joio...em meio ao trigo.
Vou-me embora...tenho algo a fazer...um beijo e procurem ler novos talentos.....Espelho espelho meu há algum poeta no mundo melhor do que Fernando Pessoa?

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

domingo, 7 de setembro de 2008

João Carlos, a sua mãe, tenha certeza, não é apenas uma telespectadora estupefata diante da falta de respeito com que está sendo tratado o público brasileiro que se arrisca a assisitir novelas. Tenho ouvido muitos depoimentos de pessoas que já não suportam mais estas tramas baseadas na violência pura e simples tanto física quanto moral, este mar de diálogos pobres, repetições de ações dramáticas e de recursos cenográficos, ...enfim, o cenário está cada vez pior.
Esta novela das oito (ou nove agora, da Globo) está de provocar engulhos. Será que os autores acham que o grande público só se identifica com a vileza, com a maldade? Com a baixeza de caráter? com ações mirabolantes e esquizofrênicas? Por quê não nivelar por cima? Brindar o telespectador com diálogos simples mas inteligentes, informativos, ações que elevem o espírito, engraçados mas sem cair na baixaria?
Se continarmos descendo o nível indo ao encontro do que pior existe quais são as chances de melhorarmos o universo interior dos seres humanos?
Existe Sim, vida inteligente no país chamado Brasil. E os veículos de comunicação têm a obrigação de saciar este público e também de resgatar o que poderá se transformar num público mais seletivo.
A própria TV Globo lançou anos passados em mensagem de final de ano o slogan "Se a gente não sonhar não acontece". E com o quê ela espera que as pessoas sonhem depois de assistir a essas inomináveis desgraceiras que são transmitidas? Com um mundo melhor, decididamente não será possível.

Sugiro que a TV Globo e as demais emissoras que estão se sobressaindo na produção de materiais que sempre ecoam no coração e mentes abram espaço para novos autores. , Existe muita criatividade engavetada, embotada, por falta de chances, e muitas vezes sacrificada por falta de oportunidades.

Senhores e senhoras, lancem concursos, realizem seminários, sei lá o que, mas façam alguma coisa! Principalmente pelo bem das nossas crianças, preocupaçao da mãe do Joca e motivo pelo qual resolví escrever.
Maria Theodora

"O amor é o solitário do balcão, a retirar vagaroso o rótulo úmido da garrafa porque não pode despir sua mulher. Fica
delirando em braile. Aprende inglês com as moscas. Joga dama com os cascos. Reza dez ave-marias para cada pai-nosso.
Descobre que o terço é feminista. A cada vez que pensa em si, pensa dez vezes no corpo dela.

Não se limpa um amor no banheiro. Limpa-se com as mangas da camisa na frente de todos. O amor é a boca assoando.
O amor não pede a conta na mesa, é a conta. Não há amor se você não for o último cliente. O último a sair é que está realmente amando." (Carpinejar, em Canalha!)


O AUTOR E A EDITORA BERTRAND BRASIL
CONVIDAM
PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO DE CRÔNICAS



CANALHA!
de Fabrício Carpinejar


9/09 (terça-feira), às 19h30, Porto Alegre (RS)
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS ANTECEDIDA
POR DEBATE
com Luis Fernando Verissimo, Cláudia Tajes e Júlio Conte.

Livraria Cultura,
do Bourbon Shopping Country
(Av. Túlio de Rose, 80 - Loja 302 Tel. 51 3028-4033)

"“Entre uma canalhice explícita e um inocente ‘Ivo viu a uva’, Carpinejar, o cronista, o poeta, o fabulador, o mito, o homem, o álbum branco dos Beatles, nos enfeitiça, desgraçado bom de lábia, de escrita e de jabs. "
XICO SÁ


Informações: http://fabriciocarpinejar.blogger.com.br
Oi pessoal acabei de gravar meu segundo cd solo de poemas os mesmos
que sempre les envio..Ficou lindo e vou montar um monologo tó
convidando alguns diretores daqui de São José dos Campos a atiz
Beatriiz Galvão fez uma interpretação de primeira em breve
disponibilizo no www.mundogaia. com.br.
Tenho uma grande dificuldade para lidar com estas leis de incentivo
como artista acho que tolhem produçoes originais... Boto a maior fé no
Juca Ferreira o cara tem chance de fazer um bom trabalho...O ESTADO E
A INICIATIVA PRIVADA não podem ditar os caminhos das manifestaçoes
artisticas.. .A produção do longa tá indo bem pega fogo depois das
eleiçoes o diretor Harley Campos discipulo de Zé Celso gravou um longa
baseado na sua ultima peça o cara fez uma montagem maravilhosa de
Samuel Becte não fiquem presos a burocracia vamos produzir
longas,peças e descobir caminhos que cheguem ao público chega de
sermos humilhados com projetos e leis de fomento que nunca
conseguimos. ..não tó nem fazendo campanha este ano os facistas do psdb
não querem votar o fundo de cultura joseense...o partido menos pior e
ideologico e o pt...
Mazzaropi nunca ficou com o pires na mão...o estado nos engana...fora
com eles...boa sorte nas suas produçoes em breve começo a circular em
sampa e no rio...com meus cds inspirado no mestre Plinio
Marcos....beijos ....Agora é Joca dramaturgo.. .
Em tempo parabens ao Claudio Mendel um agitador da cena local...

Joca Faria
Decifra-se

Joca Faria


Uma frente fria vem chegando, pássaros copulam...na manhã de setembro...Avenida em silencio. As eleições já entraram no inconsciente coletivo...Só eu que estou fora...não tem problemas. Consigo superar o desejo de fazer campanha...é algo estranho para mim...a vida muda mesmo que não queiramos quem sabe na próxima campanha...Mas estou colaborando com algumas participações especiais...Deixo para o roteirista e diretor Rynaldo Papoy que se diverte lá em Guarulhos...preciso ter outras experiências de vida...hoje continuo com a tal gripe...logo passa mas não deixei de trabalhar...preciso escrever algo diferente pois já estou começando meu terceiro livro titulo provisório de Decifra-se....não precisa dizer que a capa é uma efígie...né...Tudo se materializa-se não leio livros de auto-ajuda no esoterismo tem obras mais fundamentais quero ler mais poesias ...os poetas para mim são grandes magos da palavra...eles resumem o universo numa só frase...Zé Omar costumava dizer que um romance cabe num poema...Em meus sonhos ainda quero devorar todas as mulheres...como sou um Demônio...preciso me depurar...nos homens somos tarados...num é que dizem que minha poética e de tarado...bobagem a poesia e um retrato da alma humana...uma fotografia de momentos...não tenho medo de voar sobre abismos pois a morte é uma ilusão...preciso acreditar nisto de fato e ai estarei a um passo dá tão sonhada liberdade...Lasdislau deixou este plano...sempre em silencio na biblioteca...Lembro-me daquele Dom Quixote que ele fazia no Vicentina Aranha...uma hora ele volta...ir e embora é a nossa sina...quando muito chegamos há cem anos...e ai José?
Nunca sabemos qualquer hora desta raspo as pernas para experimentar e pinto o cabelo numa cor bem estranha...já não tenho medo...somente tenho medo de psicopatas...tudo é carma e dharma...quero ir além de sansara...minha garganta doe...preciso visitar o Tião que trabalha na banca afinal hoje é Domingo...por favor decifra-se?


João Carlos Faria

Gaia

Literatura,filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

São José Operária

Joca Faria


Tó aqui bem vivo saindo do estúdio a atriz Beatriz Galvão salvou a minha obra poética, que voz tem esta Bia Galvão tó propondo a ela montar um monologo...o cd já foi para masterização com Lauro Flessat o técnico Wilson Rafael fica triste ao ver sua gravação sair mas é para o bem da arte da voz de Bia...quero mostrar a todo mundo deste planeta Gaia...
Vou montar este monologo com os poemas do cd...Como cheguei a tão grande experiência só me resta agora avançar...um longa ...um monologo...livros tudo num único ano?
Que coisa o que é viver e aprender. Nunca devemos usar salto altos só umas provacaçoezinhas numas listas de políticos...Hoje fui chingado por uma mulher dentro de um automóvel...é esta minha mania de andar no transito como se fosse paulistano...sem nenhum medo...é tão gostoso ter um pouco de rotina....ouço a poesia de Franklin Maciel tão doce quanto o mel...um discípulo de Walt Witmam....A Bia vai fazer uma serie de saraus nesta inculta São José Operária todas as terças-feiras cada semana em um bar diferente que produtora ....quem sabe um dia São José das Artes o Ricardo Faria defende que seja uma cidade voltada para turismo de negocio trazer 50 mil pessoas por dia. Sabem que ele está corretíssimo...turismo não gera poluição...por tanto quem sabe monto um café-livraria com atividades culturais...
Ontem no melhor estilo de um ex membro da Irmandade Neo Filosófica peguei no pé de dois poetas da nova geração...chamaram-me de capitalista e fascista...Que coisa to numa briga com o Luciano Scarpa agora estudante de letras na USP é que ele está com excesso de autoestima que no popular é prepotência...
Num é que o arrogante do Scarpa ta chamando o povo de nossa província de caipiras...Com coisa que achamos ruim ser Caipira eo Wangi Alves ta se revelando um grande caboclo...como se aprende a cantar naquele dialeto caipira ? O Zé da Viola é um grande talento...Eu quero uma viola...vou aprender a tocar viola...na rede....
Ta tudo rolando só falta aprender a ganhar dinheiro....e o tiú Raul e o titiu Paulo me falaram que iam nos ensinar a ganhar dinheiro ...viva ...viva...a sociedade alternativa...sabiam que era um golpe publicitário destes poetas da canção nacional...mas tudo bem...e ainda bem que Toninho Buda não estourou a cabeça do Cristo Redentor...tudo bem quis soltar foguete em 11 de Setembro quase virei terrorista....prefiro ser poeta....um beijo a toda humanidade...Diógenes segue com sua laterna...

João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br
Entrevista
Juca Ferreira participa do programa 'Bom dia Ministro' e fala sobre as principais ações do MinC

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, participou na manhã desta quinta-feira, 4 de setembro, do programa Bom dia Ministro, coordenado e produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Juca Ferreira falou com 12 estados do país sobre os desafios e metas do Ministério da Cultura para os próximos anos.

Ferreira falou sobre a necessidade de ampliação dos recursos orçamentários para a Cultura e das políticas de acessibilidade do governo. O ministro apresentou números da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que revelam a realidade de exclusão de grande parte dos brasileiros aos bens e serviços culturais. “O estudo mostra que 87% da população nunca foi ao cinema, 92% nunca foi ao museu e 78% nunca foi a um espetáculo de dança. Isso é um escândalo, esses números caracterizam um verdadeiro apartheid no Brasil”, disse o ministro que apresentou o Programa Mais Cultura como principal estratégia do MinC para ampliar o acesso dos brasileiros à Cultura.

O ministro também falou sobre o Plano Nacional de Cultura, previsto na Constituição Federal, que garantirá por dez anos a articulação de políticas culturais em todo o paíse, ainda, sobre o fortalecimento da Fundação Nacional de Artes (Funarte).

Programa Mais Cultura - Ao ser questionado sobre a iniciativa, o ministro disse que o programa pode ser solicitado tanto pelo governo local, como também por entidades não-governamentais. “O programa tem algumas prioridades, como por exemplo, alcançar as áreas onde os índices de violência e pobreza são altos e com baixos níveis de escolaridade e desenvolvimento humano. O programa vem basicamente para ampliar o acesso à Cultura. Nós priorizamos as populações com menor poder aquisitivo, que estão submetidas a situações degradantes de violência. Portanto, a solicitação deve estar dentro das condições sociais, porque é um programa de construção de igualdade e acessibilidade à Cultura”.

O ministro ressaltou, ainda, que boa parte dos recursos do programa serão disponibilizados em parceria com os governos estaduais. “O Mais Cultura já está mapeando as áreas em que vamos trabalhar. Pretendemos dar acesso ao livro, instalar algumas bibliotecas e centros culturais de multiuso nas áreas populares e aumentar o número de Pontos de Cultura em todo o país”, informou.

Orçamento Ministério da Cultura - O ministro da Cultura também destacou o aumento dos recursos desde 2003. “Nós melhoramos muito. Quando chegamos no MinC o orçamento era de R$ 300 milhões e agora passou para mais de R$ 1 bilhão. Crescemos mais de seis vezes, mas é pouco, muito pouco. Há uma necessidade de que essa responsabilidade do Estado brasileiro para com a cultura se manifeste de forma orçamentária. Somente a Lei Rouanet não é capaz de financiar o conjunto das manifestações culturais em todo o Brasil”. O ministro aproveitou a ocasião para mobilizar os artistas e a sociedade a se unir na busca de mais verbas para a cultura: “a responsabilidade de disponibilizar recursos para o acesso à cultura não é só tarefa do ministério, mas de todo o setor cultural”.

Lei Rouanet - Sobre as mudanças na Lei Federal de Incentivo à Cultura, o ministro adiantou uma das novidades que será o Programa Vale Cultura, o primeiro de financiamento de consumo cultural. “Ele é muito parecido com o Vale Refeição, ou seja, o trabalhador recebe um bônus que permite que ele compre livros, vá ao cinema com a família, para estimular o consumo cultural. Ele vai reforçar o acesso dessas pessoas aos meios culturais, só que ao invés de satisfazer o estômago, como o Vale Refeição, ele vai satisfazer o espírito”, explicou.

Funarte - Sobre o fortalecimento da Fundação Nacional de Artes, Juca Ferreira disse que é preciso reformular todas as políticas das artes. “Temos que investir no desenvolvimento de políticas para as linguagens artísticas e esse investimento terá de ser feito junto com o setor. Estou esperando só organizar a casa, que será em um prazo médio de dez dias, para então abrir um diálogo com toda a área cultural para discutirmos a Funarte que nós queremos.”

Ao final da entrevista, o ministro Juca Ferreira respondeu aos jornalistas sobre o preconceito cultural em cidades interioranas. “A discriminação é regional, é por classe social, as manifestações culturais ligadas às camadas mais pobres da população dificilmente conseguem patrocinadores pela Lei Rouanet. Nós temos no interior do Piauí, na Serra da Capivara, um trabalho realizado por uma organização-não governamental reconhecido no mundo inteiro, o Parque Nacional Serra da Capivara, mas ninguém quer colocar dinheiro público ali por ser no interior do Piauí. Nós precisamos que o MinC tenha acesso a recursos orçamentários que não passem pela ‘boa vontade do investidor privado’ para aplicar na Cultura como um todo.”

“Todo brasileiro é igual e tem direitos iguais. A Cultura é um direito, é uma necessidade de todo o brasileiro e o Estado tem obrigação de disponibilizar de maneira igualitária a todos”, finalizou a entrevista, o ministro da Cultura, Juca Ferreira.

Ouça o áudio da entrevista.

(Comunicação Social/MinC)
Visite nosso site: http://www.cultura.gov.br

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

terça-feira, 2 de setembro de 2008

O trem para Vitoria....


Joca Faria


Belo Horizonte eu volto, mas volto mesmo... Adorei a capital de Minas que povo acolhedor... Que cidade bela o Davi FF repetia toda hora Curitiba é melhor... É melhor, mas só fui a postos de gasolina em Curitiba e na rodoviária então não falo nada...
Faz dias que não escrevo uma só linha hoje a Beatriz Galvão deu outra vida a estes enfadonhos textos num é que como ouvinte ficou parecendo um Fernando Pessoa do século vinte e um... Mas com um estilo próprio faz muito tempo que não leio Pessoa, mas Pessoa entra na alma.
Não sou um destes estudiosos que conhecem todos os heterônimos de Pessoa só faço uma pergunta por que ele não teve uma voz feminina como nosso Chico Buarque?
Nunca vi uma atriz tão talentosa nunca um poema meu foi tão bem falado... A Beatriz irá declamar meus poemas até ficar bem velhinha... Amanhã é dia dos poetas que moram nesta São José dos Campos numa manhã de setembro iremos ouvir a poesia feita em 2008 sendo registrada para hoje e amanhã bendita tecnologia quando usada para o bem...
O Dailor Varella me passou três poemas em breve farei CDs de poesia dele com seus livros e de outros talentos a hora de estúdio hoje é acessível... Quem sabe acho alguma coisa do Souzandre para gravar também...não podemos deixar morrer nossos talentos....
Seja eles de nosso pequena província ou de qualquer lugar do mundo...a internet e a tecnologia digital esta barata e acessível quem tem talento que conquiste seu espaço...paremos de reclamar de governos e empresas façamos a nossa parte...
Belo Horizonte eu volto não sei quando , mas voto...acabou de passar o 13 de Carlinhos e Wagner Balieiro na janela de minha casa...eu voto neles...
Não tenho nada contra bons políticos se a maioria é Joio o Trigo é perola....
Que saudade de minha escrita pessoal e instrasferivel....o cd Kaoticidade deixou de ser gaveta e esta sendo comercializado ainda sem capa...
Logo ganhará capa ainda não aprendi a manguear... Mas chego lá né Plínio Marcos....vamos que o trem para a Vitoria está partindo....


João Carlos Faria

Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br

segunda-feira, 1 de setembro de 2008