domingo, 28 de dezembro de 2008

Meu poema

Vanessa Alves

Caminhando pelos bosques enigmáticos de minha alma encontrei pássaros enamorados que me guiavam ao seu coração. Meus olhos embaçados do choro doente refletiram o que meu coração pulsava... avistei a tua imagem, você pairava sobre o ar sereno da manhã fresca... meu olfato logo capitou o cheiro da terra virgem que exalava dos teus pêlos. Tua imagem foi se propagando a minha frente, ao passo em que meu coração pulsava em fogo... logo pude ver minha alma duplicada em teu seio.
Por um segundo eterno e breve pude ouvir teu coração queimando junto ao meu, findados, ambos batiam formando uma fogueira em degradê de vermelho celeste.
Em seus olhos, amor meu, pude sentir meus medos errantes.... Sua boca era de um fruto maduro, parecia ser lapidado perfeitamente com cores amorosas dum rosado angelical. Seu corpo nu lembrava minha alma em estado de pureza... Sua carne cheirava terra molhada com fundo de frutas frescas... Eu enxergava um arco-íris atravessando sua aura elevado por dois arcanjos.
Olhamos o céu e anjos faziam serenata sob nós... O mundo entrava em estado onde os sentidos se desprendem das coisas terrestres.
A beira do lago o senti dentro de mim e ao embalo da chuva eufórica fizemos amor... A cachoeira que desembocava de tua saliva me banhava em pausas extasiadas..
.. Numa fração de segundos de amor em transe, um raio celeste atravessou nosso físico, o grito do amor em cortes calculados ecoou por todo bosque.. desfalecemos do gozo.

2 comentários:

wallace puosso disse...

ITENS P/ SUA NECESSAIRE:

Saúde, fé e esperança, bom humor, bons amigos, atitudes sadias e um bom vinho.
ÓTIMO 2009 P/ VOCÊ!

Wallace Puosso

Vanessa disse...

Obrigada pelo carinho, meu poeta.