segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Qual é o papel da arte, literatura ?


Joca Faria


Assistindo ao jornal da Globo SOBRE o artista plástico brasileiro Cildo Meireles ...De arte comteporanea fiquei surpreso e indagado...Por isto estou aqui a digitar.. no meio de uma guerra antiga entre Israel e a Palestina já nesta semana de chuvas e festas infantis e porque estava subindo os poemas do cd Versos Sangüíneos fiquei alguns dias sem escrever. Talvez ninguém sentiu falta mas tudo bem eu senti...Enquanto a humanidade inteira assiste mais esta guerra ...Vamos falar em arte, cultura e um pouco de espiritualidade tudo que nos faz falta se tiveremos completos nestas áreas talvez não teríamos estas guerras, fome e a destruição do planeta Terra nossa MÃE GAIA.
Que não sabemos retribuir toda esta vida que nós dá. Mas o que é esta artes plasticas que nos presenteia Tildo Meires, Yoko Ono e muitos artistas que nem sequer compreendemos. Sei que ainda
sou ignorante nesta áreas de artes. E quero buscar este conhecimento enquanto público e de público e apreciador dominar estas técnicas. E tornar-me um artista plastico. E porque não multimídia...
Cildo na entrevista e na obra bem construida nos mostra ser um homem sensível e antenado com seu
tempo. Sei que antenado com seu tempo é um cliché mas a vida real é só isto mesmo e figuras como estas tentam criar novidades enxergando a vida com outros olhos.
É alguns momentos através das imagens e idéias Cildo me conquistou qualquer hora darei um jeito de ir ao Rio de Janeiro para conhecelo.
Gosto de performances e açoes urbanas a mais recente que participo e o Sarau Poesia no Prato...Já fiz ações sozinhos e quase fui preso. O tempo passa e me apaixono mais pela performance e aliar a elas vídeo e áudio para serem gravados enquanto as realizamos estes sarais aqui no Vale conheço o
trabalho de Fernando Ito de Taubaté já vi uma bela entrevista dele no Abujanra tenho a vontade de criar algumas obras para os viadutos de São José dos Campos tenho está idéia a algum tempo falta criar a forma. Sair do mental para o real já pensei em ser uma ação radical mas nesta cidade é melhor ter a devida autorização da prefeitura. Até para não ser preso e enquadrado como vândalo.
Se alguém ter uma idéia podemos trocar figurinhas. Usar as luzes do viaduto e criar uma obra que fale de paz.
Pois não mais precisamos de ódios individuais e coletivos. Sim aprender a amar e a arte interativa do século vinte e uma arte que pode contribuir para a paz.
Acredito que nós artista temos nossa função não estamos alheios ao mundo e sim dentro. Então vamos debater a fome na Africa e pensar soluções, buscar salvar a Amazônia e reurbanizar as favelas das grandes metro polis.
O MUNDO esta dentro e fora de nós. Vamos mudar-nos e ai sim mudaremos o mundo.
Enquanto isto devemos aprender com estes mestres e descobrir novos que as vezes estão mais próximos de nós como o grupo Artetch de São José um coletivo cheio de novidades.
E pensando neles fiz este texto. Agora pergunto o que foi feito daqueles pianos?
Onde estão..Vamos pólos na rua de novo e bem abrigados. No mais tó indo tenho alguns vide-os para editar...beijos insanos beijos....


João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte...

www.mundogaia.com.br



http://www.4shared.com/dir/11316945/6fe3157d/sharing.html

Nenhum comentário: