sábado, 28 de fevereiro de 2009





Num vai começar? Não eu vou sim é que ouço Margarethy Machado e Marcus Flexa no nosso yotube e olha que já ouvi BETO QUADROS ....E borboletas africanas batem em meu monitor. Vejo os Deuses surgirem na bela manhã de setembro...Ouço as águas de março se anteciparem e chegarem em FEVEREIRO mesmo. Que o bem seja religião assim Falou Marcus Flexa...E faz tempo que não o vejo cruzar a Rua Sete de Setembro...Com suas Flexas musicais ó cidade cheia de artista. E agora tudo cabe bem bonitinho no youtube...
E o homem se faz presente bem barbudo cantando a capela no yotube este homem que chora sua quase morte. Num poema diário não poderia ser outro se não Edu Planchez como diz Tomás de Kempis em seu Imitação de CRISTO não choremos pelo que ainda não veio. Que livro lindo este que me foi presenteado no natal que já passou...Mas tudo passa e nos não pois somos energia nosso corpo fica nossa quase alma viaja ...Um dia chegamos e outro já vem oi oi oi o trem ..Viva Raul Seixas ...que já partiu...Assim falo eu quase João Carlos Faria pois ainda não me desvendei inteiramente afinal sou quem? E o carnaval acabou...AMANHÃ graças aos Deuses é sábado...E ficarei sozinho novamente só o Destino sabe...Cadê a chuva qual o Destino da Chuva? Num sei de nada ou quase nada ...Mas este silencio de avenida noturno ...Fechei a janela mesmo neste calor de verão pois balas perdidas nos achão em qualquer canto desta nação...E os Anjos da Noite caminhão por São Paulo distribuindo solidariedade. Descobri eles assistindo a Record e Seus Caminhos do Coração os Mutantes uma novela que entra para historia da tele dramaturgia...
E a borboleta Africana agora salta de dentro da tela de meu computador Daniella ainda não vi Jesus mas o procuro dentro e fora de mim.
Quem somos nós dentro deste planeta chamado TERRA que chamo MÃE GAIA..o som do computador se faz presente enquanto digito estas linhas que o tempo apaga...Agora eu sou a borboleta que invade as dimensões da vida e ao mesmo tempo não sou...
Afinal meu caro hoje ainda é carnaval?
QUERO ver NÉLIO Fernando declamando O CANTICO NEGRO de José Régio nas praças de nossa adorada São José dos Campos...
Por onde anda Marcus Planta esta lenda joseense que jamais vi ...E IRAEL LUZIANO ninguém sabe. Dizem estar nas bandas da Bahia mas não digo nada quem anda por aqui é White Magao que diz ser hipie ele vive perambulando com seus tambores pelo Brasil afora...
É assim uns partem outros chegão até mesmo eu um dia vou por ai vou por aqui ou por lá por onde devemos andar afinal ainda é carnaval?



quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009



Povo do Poesia no Prato carnaval 2009

São Francisco Xavier distrito de São José dos Campos Vale do Paraiba

São Paulo Brasil

Santo Capitalismo...

Joca Faria

Não há sol nesta tarde nem para os desabrigados das chuvas pelas inter peres do tempo. Nem os desempregado S DAS Asas da Embrear...
O que fazermos diante destes problemas de nosso Santo Capitalismo? No Japão segundo nosso JORNAL NACIONAL da Globo Brasileiros vivem desempregados sem nem uma ajuda de nosso governo ou governo Japonves. É a Globalização da mão de obra pelo menos no Google Video assistimos agora longa metragens. Mas precisamos aprender a fazer longas metragens e difundir nossas idéias.
Palmas para o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra quem é o senhor José Sarney uma figura histórica no Brasil para criticar o senhor José Rainha. Esta família dos Sarneys são os maiores latifundiários de nosso estado do Maranhão....
A esquerda mundial tem que criar alternativas de geração de renda para os trabalhadores em todo mundo ouvi dizer que Marx está sendo revisto. Mas os Anarquistas e Bakunim é que precisa ser revisto com suas idéias de cooperativismo.
Não mais podemos ver a sociedade em todo mundo sofrer com desempregados em grandes favelas como aquela da Índia onde o casal de garotos do filme que ganhou o Oscar morava.
Temos que criar movimentos internacionais que este meu texto seje traduzido...Sejamos livres que se mude o sistema econômico do mundo nem Avos nem Porto Alegre vamos criar novas propostas de economia mais solidária e social.
Ganhar eleiçoes como Lula ganhou já´não resolvem Partidos Políticos de direita ou de esquerda estão na mão de poderosos.
Lula faz o possível e impossível assim como OBAMA e CHAVES mas não deixem para governos resolverem nossos problemas quem os financia é o viciado mercado.
Estão todos vendidos que o diga NOSSO querido José Dirceu.
O lance é economias solidárias é voltar ao escambo e criar praticas alternativas de mercado. As carteiras assinadas e empregos formais são uma grande ilusão. Tem que se criar um grande Movimento Organizado nas grandes cidade. Fazer o que se seje um espelho dos radicais do MST mas que gere uma
transição vamos usar a ueb para difundir estas idéias pois ela é o único veiculo de comunicação ainda livre.
Dizem que o Sr. José Serra anda fechando blogs de oposição a ele. Também dizem que tem um grande sistema de informação criemos o nosso pela liberdade econômica de nosso população chega de vermos pessoas morrendo pelo alcoleno ou droga válvulas de escape de vidas destruídas pela falta de chance no mercado. Já vi gente morrer e nunca fazemos nada sempre estamos de braços cruzados uma hora desta uma bala perdida atinge nossas belas cabeças.
Vamos mudar este mundo. Sim nos podemos Gandhiano, Jesus Cristo, Maomé, Samael Aun Weor, Helena Petrovina Blasvastky fizeram suas partes façamos a nossa os filósofos gregos fizeram também suas partes mudemos a historia.
Sejamos poetas,políticos,filósofos, livres pensadores como diz Danilo Varela em seu jornal de papel
O GRITO...Vamos mudar a nós próprios primeiros pois temos as doenças da covardia, da falta de caráter, do medo de mudança chega de deixarmos nos levar pelo vírus da imobilidade ou sera´que
já estamos mortos como falou o personagem da novela Caminhos do Coração uma das poucas novelas que vi em toda minha vida que tem conteúdo reflexivo.
Vamos dizer chega aos economias do grande capital aos empresários gananciosos, a jornalistas tendenciosos vamos mudar nossas rotinas vamos passar a acreditar em nós mesmo com sempre diz San Germam EU SOU.EU SOU. EU SOU...
Um beijo a humanidade que ela saia da uti do egoismo que nosso coração hoje pedra vire alma...
Há um novo alvorecer após esta noite de trevas. Que chegue a nova idade de ouro. Paz inverencial...

João Carlos Faria

Mundo Gaia

http://video.google.com/videoplay?docid=-1437724226641382024

Olá Pessoal!!!Apreciem O Destino da Chuva, CD de poesias...Poemas do Joca Faria na voz de Beatriz Galvão.É só clicar, entrar, ouvir e baixar

http://www.entrementes.com.br/_sons.html
Nas asas Liberais da Embraer

Franklin Maciel

Eram 4.270 homens e mulherespara quem o carnaval éQuarta-feira de lágrimas4.270 cidadãoscujos sonhos iam nas asas do aviãoe agora o olhar perdidoé trem de pouso sem chãoEram um em cada cincoComo os dedos de uma mãoMãos compostas de dedos poucos solidáriosQue preferem seguir a marcha, sempre em frenteSecos com um socoAos apelos dos amputadosMãos que tinham cinco dedosAgora tem quatroE que logo serão trêsPois são mãos sempre à obraMãos que não paramMãos sempre à disposiçãoDos caprichos e interesses do patrãoMãos medrosas e indiferentesque se enfeitam de anéisMas esquecem dos dedosPartes mais frágeis e descartáveisIndispensáveis ao trabalhoSem os quais a mão não é mãoÉ tocoMas os dedos não se enxergamNão se cruzam, não se unem, não se entrelaçamNão dizem Não!E por isso a mão continua a tratá-los como dispensáveisMesmo que ainda seja o dedo quem aperta o botãoe faz tudo parar de repenteOs dedos infelizmente só sabem seguir em frenteComo bois que engordam no pastoSem dar conta de que seu destino é o mesmo corredor de matadourode tantos outros que foram antesUm corredor sem voltaLá ouvem os gritos, tremem,Mas basta um pequeno estímuloE lá estão eles, seguindo em frente ante a morte certaGordos e acomodados demais para voltar atrás.Quando descobriu a luz, a criativa meninaJuntos suas palmas abertasE deu asas a uma linda pombaUma pomba onde voavam longe seus pensamentos de meninaMas a menina cresceu e a lida do trabalhoQue mais danifica que dignificaFoi devorando um a um seus lindos dedosA pomba, assim como seus pensamentosAgora não voaAgora é PedraDura, estática e sempre à esperaQue um dia outra criança à confunda com esferaE com seu estilingue a lance pelos aresPra mais uma vez voarSem se importar que em seu voo trágicoabata um pássaroQue ainda se permitia sonhar

Franklin Maciel

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Vanessa Alves voltando da Cachueira em São Xico...

Desejo casar-me com as estrelas...


Joca Faria


Ao tempo que se fez presente...ao tempo que nunca existiu ...Estamos ai existindo e resistindo ao tempo... Mas por quanto tempo? Eu sou o universo e não sou o tempo? Que se faz presente tento capitar as ondas das dimensões invisíveis. Ouço um belo concerto no yotube. Enquanto escrevo este texto...Totalmente desconexo...Nada se conecta nesta noite ensolarada...Somente estes concertos de piano por quantos séculos direi que não gosto de música erudita. Mentira minha é só deixar-se ouvir ...Desamarrar este ouvido entupido de poluições sonoras. E a mente cheia de excrementos visuais. Preciso silencia-lá esta música música música a deixa tranqüila ...Porque devo ter fome física? Quero ter a fome de espirito a inquebrantável fome espiritual que bela música...MÚSICA ...música...
Este som de piano...a penetrar meus sentidos...Sou parte desta música como ela é parte de mim...Estamos conectados ao universo..Somos embriões divinos ou nascemos ou morremos a nós é dado o livre desejo...
Desejo casar-me com as estrelas ...Onde se tocam inefáveis cancões...Estar juntos ser um astros a emitir luz para penetrar fazer nascer a vida. Ainda sou uma poeira cósmica más numa eternidade qualquer serei um astro a te iluminar...
Enquanto isto descubro a música de John Cage's numa eterna pesquisa sobre a arte de hoje. Para me situar e te situar no presente pois só há presente...
O que é a arte hoje? Sim é boa coisa e agora acessível a quem tem uma internet de banda larga felizmente eu a tenho. Como podemos ter vivido sem esta´magia virtual;;;???
nÃO HÁ RESPOSTA tudo se faZ presente nesta minha ausência de carnavais para mim a vida é um eterno carnaval..e nos somos palhaços representando o drama de viver. A Quem quer flores elas estão ai...Mas há os que só vêem espinhos...Temos que enxergar o todo a rosa a flor, o fruto a raiz a semente e o espinho...
Viver o presente nós fará conectados ao todo. E seremos sementes fertilizadas e num certo tempo haverá frutos.
Tó indo mas se os Deuses permitirem eu volto...tchau...tchau...tchau...

JoÃo cArloS fARIA

MUNDO GAIA

LITERATURA,FILOSOFIA E ARTE

VIDEOS


Confiram meu cd O DESTINO DA CHUVA...

Bob Joca

Cavalo de pau correndo nas nuvens, levando o poeta Joca Fariapara o além sol sal... em bote de cobra, em salto de grilo...Esse meu irmão de saia é senegalês açoriano, portoriquenho pernambucanoAmigo nobre infinito,por quantas sedes riscaste "maluquices em teu lençol"?Bob Joca, centurião das baladas tremulastagarelando três biliões de verbos bélicosdiante dos tonéis exorbitantes de saudadeAmigo nobre infinito,o planeta prenhe de gelatinosas visões permanece em continua rotação translaçãoespalhando tua voz, as nossas vozes, as vozes dos que virão,as vozes dos que nos antecederam"Valeu apena, pescador de ilusão!!!"

(edu planchêz)

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Cidade dormitório

. Ainda férias... Ontem assisti o ótimo "The Devil and Daniel Johnston" sobre o genial artista americano Daniel Johnston (http://www.hihowareyou.com/) no canal HBO.Confesso que fiquei chocado com a história do cara. A vida dele não dá um longa, dá um seriado inteiro.Dois dias atrás assisti (novamente) o documentário ""Hype!" uma excepcional radiografia no movimento grunge e logo em seguida, "Últimos Dias" do Gus Van Sant (http://www.lastdaysmovie.com/) uma leitura poética sobre a lenda Kurt Cobain. Um filme difícil de assistir mas, em matéria de cinema, adoro o não-convencional.E não é que o tal Daniel Johnston - que já era lenda na região de Austin, com milhares de seguidores - virou ícone mundial ao ter uma camiseta com sua arte estampada, usada justamente pelo Kurt Cobain na premiação da MTV em 1992?Suas músicas foram gravadas por Pearl Jam, Sonic Youth entre outros grandes nomes do rock mundial. Não sei bem porque, em meio a tudo isso, lembrei-me de você, Joca, da sua luta diária, da sua percepção de mundo. Um Daniel Johnston joseense? Só o tempo (implacável) dirá.Fiquei com vontade de produzir um livro seu. Ainda não sei como, mas a gente dá um jeito, levanta recurso, sei lá. Faz acontecer.Afinal, é dessa forma que as coisas acontecem nesse deserto de cidade, onde quase nunca acontece algo que valha o registro.Por falar em não acontecer, conversei dia desses com o Edson Prata, guerreiro que respeito pela ousadia de ser quem é. Conversamos sobre histórias não-narradas, artesanato x capital, o problema de se morar num local de segurança nacional.Então, acho que começo a compreender porque as coisas nunca acontecem de fato nessa cidade (por inteiro, constante). Daniel Johnston saiu de sua cidadela natal, foi pra Austin, lá despontou para finalmente brilhar em Nova Iorque.
Porque ainda acreditamos numa cidade como essa? Porque ainda investimos nosso tempo e energia aqui?
A diferença entretanto, entre São José e São Paulo, é que lá existem amplificadores maiores. Gus Van Sant, Daniel Johnston, Planchez, Lars Von Trier, Kurt Cobain, Solfidone, David Lynch, Bispo do Rosário, Gentileza. O mundo é dos que se arriscam à beira do abismo.

Wallace Puosso (12) 9175-2738 Instituto GATIS Instituto Magneto Cultural
Cirrose

Joca Faria

Precisamos é ter vergonha e reorganizar nossa sociedade em bases mais justas e sociais. A Embraer não é uma utopia é uma realidade é tá na mão deste tosco capital privado deveria tar na mão de seus trabalhadores.
O Brasil sempre investiu e investirá nela porque este jornal e a imprensa não amplia o debate para novas idéias econômicas porque não se cria empresas onde o capital acionário majoritário seja do trabalhador. A nós povo cabe ser usado e jogado fora. Como peça descartável. E ninguém fala disto nem a direita da Veja nem a Caros Amigos nem este jornal.
Chega de chorarmos e brincarmos de direita e esquerda o poder de fato tá na mão de uma minoria e nós estamos sempre de fora.
Mudança já tenham ousadia ou morram de cirrose.

João Carlos Faria

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009



Poesia também é pop?


Joca Faria


Pois é a vida acontece como mágica estamos todos ai vivos estou me livrando de velhos hábitos. Que adquiri durante esta vida deve ser o fator quarenta anos que completo em julho. Eu chego a julho se os Deuses me permitirem. Mas e esta dor no peito não é nadddaaaa não...
Fui num casamento de uma de minhas irmãs neste sábado foi uma festa maravilhosa num é que fiquei sabendo que uma tia minha houve o CD Kaoticidade cd com minhas poesias nas tardes quentes em sua sorveteria quem diria poesia também é pop.
Temos que mudar este falso paradigma que no Brasil ninguém lé que mentira tirando a Ivete Zangada num entrevista no jornal Hoje que desserviço a cultura que a bela moça deu...Se fosse o Evaristo Costa eu cortava esta falá a televisão já corta muita coisa mesmo. Vamos ler minha gente e num sarau que uma amiga minha foi e a dona do tal atelier que faz Letras disse que não gosta de poesia santa bobagem então pra que fazem um sarau. Eita gente besta só.
Tão parecendo um amigo meu que agora é artista plastico é não goste de arte contemporaneamente também
o cara é um pessimista de mão cheia. E tem um outro que está entre Tailer Thurd ou Gandhy como diria Solfidone está humanidade está caótica poesia nela.
E na senhorita Ivete Sangalho ainda venderei mais de cem mil cópias de meu livros e com uma bela gramática. Tenhamos fé enquanto não deixarmos este plano.
Esta tarde vagabunda eu sonhei que íamos começar a filmar Melões da Nani bia o filme ainda chegaremos lá.
E uma pergunta o que são estes hipies de hoje em dia? Ainda não decifrei este mistério serei devorado?Hoje terça-feira ouço Taiguara e fiz um poema um singelo poema a Pan Blak uma jovem escritora tão talentosa quanto linda uma lua encarnada ...Tenho feito menos texto é que ando produzindo os vide-os de meus cds para o Yotube e falta tempo para trabalhos formais é preciso arrumar um emprego urgentemente. No mais tó indo um beijo a humanidade...
Desculpem este texto não acrescenta muito né...

João Carlos Faria


Lua de Pã


Joca Faria


Lua lua lua de Pã.
A lua é dela não sei. Minha é que não é.
Mas ela não é a própria lua mas como ela se fotografa a lua bem nua...
A lua é de Pã. A lua é ela ...
Então canto SUA lua..me encantas lua de Pã...
Uma presença real? A lua é Pã?
Sou o bambu sou a deusa não sou PÃ..quem é Pã Pã Pã...

João Carlos Faria

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009


Marcelo Planchez, Oswaldo Jr, Joca Faria ...







video
Foto Joca, Josefina Neves Mello,Marcelo Planchez

On the road...

Joca Faria


Os Deuses se fazem presentes numa super nova. Estando a observa las vi vários rostos de presenças inefáveis. Somos tão pequenos e somos tão grandes porque existimos? Enfim não somos um intervalo de vida no universo somos a vida em plenitude embriões divinos.
Ando meio frustrado comigo mesmo más ...é a argamassa de um poeta se frustar. Trabalhamos tanto com a dor quanto com o amor. Tudo é sem destino estou com o livro N te roda de Jacã Ceroula
e esta semana perdi um amigo de tempos de escola. Fui ao velório ele se foi deste plano mas esta em alguma dimensão sutil desce universo. Tinha trinta e nove anos chama-se Marcelo Ribeiro agora tirou férias...e nós ficamos por enquanto um dia não se sabe também partiremos a vida é um trem de partidas e chegadas. Ainda quero ter um amor de verdade viajar para vários lugares, publicar livros fazer faculdade e vários longas metragens. Não sonho utopias e sim realidades. Sofremos e também temos direito a felicidade...Tudo é sem destino para nós um amontoado de acasos prestei vestibular para Letras e amargo uma derrota os dias passam vitorias há de chegar preciso estudar gramática. Preciso aperfeiçoar-me...
Sem destino preciso tomar coragem e por o pé na estrada viajar pelo mundo real sou muito covarde...N te roda om te roda om te roda...
Nada de viver em bordéis ao menos para mim não. Não quero ser hipie sei lá o que isto significa nos dias de hoje. Ontem conversei com uma bela moça numa escola de Inglês ela faturou o pé na ALEMANHA e nem saio da Vila Industrial preciso de uma pilula de coragem mas sei que não existe sinto-me perdido em mim mesmo sou uma eterna dúvida.
Agora vejo na internet nos sites de relacionamentos da vida que não estou só. Não sou o único a estar perdido. Precisamos achar nossos caminhos e isto é difícil temos que ir além de nossas mediócres vidas além de nossas mesmices... Alem de um destino comum ir além do que esperam de nós. Temos que ser o que esperamos de nós mesmos...Estou ouvindo Willie Nelson ...Perdido numa
madrugada a escrever texto que quase ninguém lé mas me perguntando eu me leria enquanto leitor ontem na biblioteca selecionei vários livros em seu sebo e comprei dois a um real cada agora quero saber de mim mesmo se eu me escolheria. Leria meu blog se fosse outra pessoa sinceramente não tenho a resposta mas um dia a terei?
Sou uma grande interrogação ...Sou vã filosofia...Sem destino qual o destino da chuva?

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura,filosofia e arte...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Infinito infinito infinito...

Dedicado a Valquíria Lemos

Joca Faria

A senhora Pipa estava a voar voar voar entre relâmpagos e trovoes...Brincava com a Senhorita Música ...Dançava na chuva da tarde que se despeja em nossas cabeças cheias de preocupações tolas. É que devemos viver o hoje e não viver calendários futuros. Sofremos pensando num futuro que não existe. A senhora Pipa voa despreocupada com seu existir. Resiste ao vento a chuva e voa voa voa até se desprender da linha e ganhar o céu livre solta solta solta...
ENQUANTO a senhorita música onde não há relógio compõem as mais belas músicas que há´na natureza e Edu Planchez que sentiu a música compõem solitário numa praça qualquer de São José dos Campos...Não devemos sentir dores ...Enfrentar os medos e temores...Outros divertem -se em cachoeiras em São Francisco...E na noite juntam-se a tramar suas revoluções revoluções revoluções.
E como Quixotes a ver em prédios dragões dragões dragões. Espantam-se ao olhar comum. Desfrutam da poesia como a mais doce mulher numa alcova alcova alcova. Fazem amor com a poesia...Enquanto em sarais a Florbela Espanca está presente em sua timidez no corpo de Cíntia. E dança e canta sem parar quando ela desencarnou virou a poesia em todas as suas dimensões dimensões dimensões...E num silencio se faz presente nesta cidade. Todos os poetas se estranham e se amam ao mesmo tempo. Voltam e voltam e voltam a este plano físico a viver suas eternas paixões que tem pela vida. A Senhorita Música encontra com a Senhora Pipa a beira de um abismo e entre o céu e a Terra dançam a esperar o amor de homens...homens ...homens...
Enquanto numa outra dimensão de tempo e espaço as Walquirias juntas com as Amazonas se defendem em eternas guerras. Na região hoje chamada Amazônia...Rei Arthur está em seu castelo a amar antes de grandes batalhas...Os Deuses renascem nesta tarde de seu sono sagrado...E homens e mulheres se procuram para viver o amor amor amor. O verdadeiro amor. Mais forte que qualquer explosão nuclear. E na quarta-dimensão anjos oram oram oram por nós e nós oramos por eles nesta nossa vida efémera? NÃO podemos ser só uma data de nascimento e outra de morte devemos fazer a diferença neste intervalo.
Somo um somos todos todos todos. Nos complementamos não somos a solidão...
Sou sou sou a ilusão? Sou sou sou o real? Sou sou sou a matéria e anti matéria ... Tenho medo e não tenho medo sou a completa indecisão...
Quem afinal sou? Quem afinal somos? Uma grande interrogação ,,,Afinal o que fazemos aqui entre o nascer e o morrer morrer morrer...
Nascemos nascemos nascemos e nunca nunca nunca morreremos afinal somos eternos queiramos ou não....E a Senhora Pipa e a senhorita Música estão por entre nuvens a observar as nossas vidas e a fazer poesia poesia poesia...De braços dados com seus amores...amores... amores...

João Carlos Faria

Mundo Gaia


video

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009


Poesia no Prato primeira edição de 2009 na Casa de Zenilda,Reginaldo e Brisa...









video
Não há pecado?

Joca Faria

Mais um domingo que belo domingo nublado a Calu canta ainda não almocei. Já fiz um vide-o e alguns textos para jornais e agora estou tentando desvendar esta tela em branco que sempre nos desafia. Preciso criar para gerar meu terceiro livro e ainda não publiquei nenhum. Mas tudo bem o Universo apóia acabei de ler uma sinopse de um filme que ainda vai ser rodado. Sobre o nú adoro o nú não vejo nú com olhar de lacivia adoro ficar nú e ver gente nua. Para mim não ha´pecado na nudez. O filme chama Tereza Lucrécia não achei o nome do autor que ele me desculpe.
Mas idéias são a ponte para a concretização a arte nasce de idéias? Desvendar e criar a obra é que é o desafio dar a forma, materializar. Isto sim é o desafio as vezes não sai como imaginamos as vezes nem sai.
Mas estamos ai criando e recriando mas o nú sempre me intriga não tenho tabu e sofro as conseqüências por não telos. As vezes sou chamado de artista pornográfico uma coisa nunca tem há ver com a outra. Temos que saber separar. Belos corpos podem e devem ser visto mas temos que aprender e desvendar a fronteira entre o nú artístico e o pornográfico.
O domingo está ai e caminhando com o Senhor Tempo ainda não almocei. Que coisa fazer um texto de estomago vazio. As idéias brotam acho que vou parar? Deveria sim brotar comida tem gente que diz viver de luz eu vivo é com alimento. Preciso fazer uma dieta emagrecer um pouco mais. Se eu posasse nú seria um gordo barrigudo mas que que tem?...Nosso gozo estético é muito radical no humano há variações mas preferia não ter barriga. Elas incomodam são macias demais as mulheres nos preferem sem barriga.
Quero perder a minha não sei como? Como diria um médico fechando a boca. Já pensaram alguém fazer um nú na cidade há noite representando varias profiçoes que coisa sem almoço pinta idéias bem estranhas. Já almocei já dormir e volto para buscar a conclusão deste texto acabo de assistir a um belo faroeste Peacemakers a nova justiça de Larry Carrol com Tom Berenger,Roger R e Elizabethy Rice um belo trailer americano. Com um roteiro cativante a onde o Velho Oeste começa a mudar.Com o Google Mapa agora podemos visualizar a onde se passa as historias de filmes,livros e noticias nossos irmãos Americanos são geniais bem inteligentes agora vão sofrer para se criar um novo direito autoral. Estamos numa grande época de mudanças profissões acabam outros começam. Uns perdem outros ganham e no fim começamos a viver um novo mundo. O filme que assisti para variar e pirata e emprestado de um amigo.
Mas tudo se ajeita e como diz um amigo quem tem dinheiro aprende a ganhar dinheiro. Naquela época em 1880 podia começar um novo processo que foi a idéia comunista ou um tipo diferente de capitalismo porque não agora tentamos criar algo novo em economia e sociedade?
Estamos ai é só pensar e agir. Se bem que meu horoscopo de ontem diz que estou agindo pouco.
Tentamos nos mexer vejam este filme. Acabei lendo um texto sobre tarifa zero na cidade de Guarulhos na grande São Paulo a idéia é boa mas o pais como um todo deve ser unir para batalhar por idéias como estas. Precisamos usar a internet para se articular movimentos sociais e de empreendedorismo. Ai construiremos uma nova sociedade. As ferramentas estão ai vamos usa las da melhor maneira possível.

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura,filosofia e arte

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

video
Foto Poesia no Prato em Janeiro na Casa da Brisa,Zenilda e Reginaldo

Eu adoro o litorar...


Joca Faria


Ainda não fui a Heliodora mas já estive lá ...Heliodora é mais uma bela cidade de nosso iluminado Sul de Minas onde ainda não morei. De onde um dia minha família tristemente partiu para construir o sonho brasileiro aqui nas bandas de São Paulo nos anos setenta ...Mas sempre estive em Paraisópolis hoje vou menos ...Nos anos noventa parei de ir lá para ampliar minhas fronteiras hoje morro de saudade de meus avós. Que lá estão descansado a eternidade. Nem sempre lembro que sou mineiro. Mas sou de alma corpo e coração. Hoje comprei sorvete de queijo em plena Vila Industrial aqui em nossa São José dos Campos no Domingo peguei uma cachoeira. Mas e Heliodora ainda não fui ...Esta gente boba que vive sonhando com as Europas e critica Patativa do Assaré que novidade tem na Europa que não podemos encontrar em Heliodora ou no norte da Argentina como bem mostrou nosso jornal hoje de nosso joseense Evaristo Costa e a bela Sandra Anenberg bem que eles podiam nos mostrar Heliodora tão bencantada nos poemas de Renato Vieira daqueles panfletos poéticos a estilo Dailor Varela ...feitos e refeitos nos anos oitenta.
Quem sabe agora que talvez serei professor de Português possa eu conhecer nosso imenso Brasil se bem que eu como bom Mineiro adoro um litorar. Não digo que nunca irei a Europa ou Estados Unidos mas primeiro quero desvendar nosso sertão Mineiro em busca de nossas raízes ir a Amazônia enfim desvendar este Brasil.
Quem sabe um dia destes pego um ônibus como uns pasteis de queijo em Paraisópolis e vou passear em Heliodora tão bem cantada por Renato Vieira...Espero que lá tenha cachoeira pois onde não há mar tem de haver uma cachoeira?
Desculpe minha gente gosto de umas aguas caindo em meu corpo nú. Sem nenhuma amarrinha social deste papo conservador. Afinal sou mineiro terra de Tiradentes, Carlos Drummond e de muita gente boa..Mas não abro mão de ser paulista daqui da Serra da Mantiqueira pois basta pegar um circular em direção ao Turvo e você estará na Serra da Mantiqueira onde um dia compro uma casinha branca com uma bica dágua.
A mode dormir na rede...De tarde depois de roçar um capinzal...Plantar um pouco de milho feito meus avós. E modernamente me conectar a internet...Dar meus palpites as vezes feliz ou infeliz.
Ontem criticaram Patativa do Assaré discutiram sobre a norma culta e eu bem mineiro só fiquei de butuca ouvindo o papo deles. E to aqui bem libertário escrevendo como queira sem dar satisfação a imbecis intelectualizados. Sou caipira hy tec mas sou bem caipira. Adoro um café um doce de leite.
Mas não deixaria de comer uma comida Francesa adoro nosso caipires, adoro sotaque de qualquer parte deste Brasil ou pais deste mundo.
Agora somos virtuais e inreais não precisamos de nada mais que um computador uma internet banda larga pra soltar nossas garrafas de idéias. Estamos conectados ...
Mas eu ainda vou a Heliodora conhecer outros poetas. Vou sim mas vou também a AMISTERDÃ...
apé a cavalo, de ônibus avião e também em astral...
Estas minha Betis que me cercam e me levam a caminhos mais estranhos. Estou perdido no mundo delas que me perca mais e mais e mais.
Um beijão lá vai mais uma garrafa olhe a cabeça ....

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura,filosofia e arte

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009


São José dos Renitentes

Dedicado a Elizabeth Brait Alwim

Joca Faria

Edith Piafi ouço Piafi nesta segunda após a chuva ...Talvez o destino quis hoje que há ouvisse bele Piafi agora ouço a Marselhesa que hino belo é bem pop...Tó aqui mais uma vez a digitar minhas tortas linhas tortas... Porque elas haveriam de ser retas.? ..Se eu torto sou...Hoje não há pampas nem nada. Só uma tarde que se fez noite...Ouçamos Piafi...A Deusa Piafi ...Mas na verdade comecei ouvindo Jacques Brel depois de passar por um blog de nossa lendária Elizabeth Brait Alwim QUE por aqui passou ...Esta senhora da cultura ...Mulheres belas mulheres o que seria de nós homens sem elas as mulheres...Adolescentes, adultas, maduras e crianças sempre mulheres ...Conheço todas de todas as idades ...Sem o feminino não somos nada além de solidão...O amor sem os sexos não existe...A vida não existe sem o amor. A sublime força do sexo do desejo e o amor...Eu amo a vida e não amo o eu...Mas o que seria de nós sem este eu..O que somos sem elas...Eu cercado pelos Mundos de Beth ...Este estranho mundo feminino. Todas as mulheres são uma só? Como dizia Solfidone...Nunca sabemos mas morremos de amor por elas...Vanessas, Carolinas...Belezas ...insanas belezas...Em qualquer lugar estão elas as mulheres ...Este texto que nunca termina mas o amor pelas belas mulheres não termina. De relance vi um texto dela falando que sonha com São José mas é claro sua alma está aqui nunca nos abandonou fiquei muito puto na Festa Literária de Parati quando ela não citou SÃO JOSÉ em sua biografia mas é aguas passadas esperamos logo tela em nossos abraços ...Amamos está mulher...Agora li o texto quis o universo que eu não terminasse este texto...Bethy neste começo de ano ando desanimado com a cultura enquanto militância por falta de apoio cortei o Bate Papo não senti firmeza em nossa comunidade cultural me sinto muito só até por causa de minha prepotência talvez só sei trabalhar sozinho. Se tudo der certo faço Letras hoje me cobraram sobre o LITTER mais de dez anos e falou -se que nos vendemos que o LITTER dez
foi comprado pelo Jorley Amaral que mentira acreditávamos numa revolução era só isto nunca vi uma geração tão louca surgiu de 1992 a 1998 DEPOIS espalhamos por ai fiquei eu aqui. Uma geração que fez amor nos Parques nas salas culturais fomos embora cada um hoje na sua um dia estivemos todos pertos. E você loira estava sempre lá a insistir nestas revoluções hoje tenho dúvidas se volto para algum partido não sei. Prefiro a revolução gnóstica a individual não tenho expectativas culturais para este ano. Talvez saia cinqüenta exemplares do livro Retina sinto-me só demais a única novidade é o Poesia no Prato e este novo SESC. Bethy volte quem sabe algo novo acontece sinto-me frustrado com a cultura oficial tenho dó do Cláudio Mendel aquela Fundação é uma ilusão.
Temos que criar movimentos independentes do estado não quero nem usar o estúdio mais vou continuar com os cds sem home page...Deixemos que o tempo nos leve hoje li uma bela matéria sobre Paulo Nubile no Vale-paraibano...Bethy nos te amamos de coração agora desfrutaremos de sua poesia e seus escritos neste blog.
Devemos esquecer as revoluções o governo Lula passa assim como o governo da Ângela passou o único caminho das esquerdas e criar movimentos independentes de sindicatos, partidos políticos. Talvez seja uma grande besteira mas não acredito nestes fóruns hó gente imbecil. Um beijo adorei ler seu texto e do Moacyr. Vamos fazer nossa parte seja qual for.
A solidão faz parte de nossas vidas...Tenho nada a comemorar neste ano que faço quarenta falei isto para o Wangy vou ser mais um mero professor de letras.
Um beijo. Não conheço um de nossos amigos culturais que fale bem de dar aula. Mentira ou verdade? Beijos um dia sairemos de nossos buracos e seremos realmente livres...UM BEIJO A TODA HUMANIDADE.

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

http://www.youtube.com/watch?v=GvUVpEUPFsU