quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

São José dos Renitentes

Dedicado a Elizabeth Brait Alwim

Joca Faria

Edith Piafi ouço Piafi nesta segunda após a chuva ...Talvez o destino quis hoje que há ouvisse bele Piafi agora ouço a Marselhesa que hino belo é bem pop...Tó aqui mais uma vez a digitar minhas tortas linhas tortas... Porque elas haveriam de ser retas.? ..Se eu torto sou...Hoje não há pampas nem nada. Só uma tarde que se fez noite...Ouçamos Piafi...A Deusa Piafi ...Mas na verdade comecei ouvindo Jacques Brel depois de passar por um blog de nossa lendária Elizabeth Brait Alwim QUE por aqui passou ...Esta senhora da cultura ...Mulheres belas mulheres o que seria de nós homens sem elas as mulheres...Adolescentes, adultas, maduras e crianças sempre mulheres ...Conheço todas de todas as idades ...Sem o feminino não somos nada além de solidão...O amor sem os sexos não existe...A vida não existe sem o amor. A sublime força do sexo do desejo e o amor...Eu amo a vida e não amo o eu...Mas o que seria de nós sem este eu..O que somos sem elas...Eu cercado pelos Mundos de Beth ...Este estranho mundo feminino. Todas as mulheres são uma só? Como dizia Solfidone...Nunca sabemos mas morremos de amor por elas...Vanessas, Carolinas...Belezas ...insanas belezas...Em qualquer lugar estão elas as mulheres ...Este texto que nunca termina mas o amor pelas belas mulheres não termina. De relance vi um texto dela falando que sonha com São José mas é claro sua alma está aqui nunca nos abandonou fiquei muito puto na Festa Literária de Parati quando ela não citou SÃO JOSÉ em sua biografia mas é aguas passadas esperamos logo tela em nossos abraços ...Amamos está mulher...Agora li o texto quis o universo que eu não terminasse este texto...Bethy neste começo de ano ando desanimado com a cultura enquanto militância por falta de apoio cortei o Bate Papo não senti firmeza em nossa comunidade cultural me sinto muito só até por causa de minha prepotência talvez só sei trabalhar sozinho. Se tudo der certo faço Letras hoje me cobraram sobre o LITTER mais de dez anos e falou -se que nos vendemos que o LITTER dez
foi comprado pelo Jorley Amaral que mentira acreditávamos numa revolução era só isto nunca vi uma geração tão louca surgiu de 1992 a 1998 DEPOIS espalhamos por ai fiquei eu aqui. Uma geração que fez amor nos Parques nas salas culturais fomos embora cada um hoje na sua um dia estivemos todos pertos. E você loira estava sempre lá a insistir nestas revoluções hoje tenho dúvidas se volto para algum partido não sei. Prefiro a revolução gnóstica a individual não tenho expectativas culturais para este ano. Talvez saia cinqüenta exemplares do livro Retina sinto-me só demais a única novidade é o Poesia no Prato e este novo SESC. Bethy volte quem sabe algo novo acontece sinto-me frustrado com a cultura oficial tenho dó do Cláudio Mendel aquela Fundação é uma ilusão.
Temos que criar movimentos independentes do estado não quero nem usar o estúdio mais vou continuar com os cds sem home page...Deixemos que o tempo nos leve hoje li uma bela matéria sobre Paulo Nubile no Vale-paraibano...Bethy nos te amamos de coração agora desfrutaremos de sua poesia e seus escritos neste blog.
Devemos esquecer as revoluções o governo Lula passa assim como o governo da Ângela passou o único caminho das esquerdas e criar movimentos independentes de sindicatos, partidos políticos. Talvez seja uma grande besteira mas não acredito nestes fóruns hó gente imbecil. Um beijo adorei ler seu texto e do Moacyr. Vamos fazer nossa parte seja qual for.
A solidão faz parte de nossas vidas...Tenho nada a comemorar neste ano que faço quarenta falei isto para o Wangy vou ser mais um mero professor de letras.
Um beijo. Não conheço um de nossos amigos culturais que fale bem de dar aula. Mentira ou verdade? Beijos um dia sairemos de nossos buracos e seremos realmente livres...UM BEIJO A TODA HUMANIDADE.

João Carlos Faria

Mundo Gaia

Literatura, filosofia e arte

http://www.youtube.com/watch?v=GvUVpEUPFsU

Nenhum comentário: