quinta-feira, 23 de julho de 2009

Cláudio Mendel cade a cultura em São José dos Campos?

Joca Faria

Passaram já sete meses da nova gestão cultural na cidade e cade o novo?
Só vemos até agora umas reuniões na segunda-feiras que não trouxeram nada novo.
No campo do pensamento até agora não voltou a SEMANA LITERÁRIA um acerto da Diretoria anterior.
Só a velha politica de eventimos? As casas de cultura continuam a ver navios com a velha política de oficinas vivem as moscas sem eventos.
Nada de um debate sobre a criação de conselhos nas casas que no geral se compõem de cargos comissionados indicados por nossos vereadores.
Como a Casa do Novo Horizonte curral eleitoral do presidente da Câmara Alexandre da Farmácia.
Segundo me avisaram é um espaço não de politica cultural mas de politicagem?
Falta nesta cidade uma politica pública de cultura o atual conselho neste mais de dez anos não mostrou serviço.
É só um premio para a vaidade de uma elite decadente. Não tem sindicatos e associações importantes como o dos Metalúrgicos ou Servidores, Ciência e Tecnologia.
A lei Jorley é uma bela farsa do autoritarismo desta cidade do progresso.
A fundação tem uma verba milionária um orçamento maior que muitos municípios do VALE DO PARAIBA e ai Cassiano nada acontece de novo?
Só os velhos eventos e mais nada. Tem fins de semana que não há programação na Fundação deixando a comunidade a ver navios.
Não há empenho do sr. Prefeito e Vereadores para trazer Institutos como Itaú Cultural , espaços culturais de Banco.
Nem uma cobrança juntos a empresas como EMBRAER , GM.
Leis que incentivem investimentos culturais de peso.
Passam as diretorias, prefeitos, vereadores e a tacanha elite cultural e politica da cidade não avança a cultura.
E sr. Deputado Carlinhos de Almeida o que buscou para a cultura junto ao governo Lula pelo jeito nada.
É assim para a cultura oposição e situação se abraçam na falta de ousadia e desbravamento e somos a cidade do empreendedorismo?

João Carlos Faria

Editora República de Pasárgada

Nenhum comentário: