segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Terra Estrangeira

Joca Faria

Estou ouvindo o CD Repouso e Movimento de Paulo Rafael de Aguiar Godói e li um belo poema de
Franklin Maciel sobre a gripe suiná é muito interessante conviver com seres humanos do quilate de um artista. E as vezes bem chato também é um show de vaidade e dilemas aja egos.
Ontem preferi caminhar sozinho lá pras bandas da Serra da Mantiqueira. As vezes é muito saudável estar sozinho se sentir numa Terra Estrangeira.
Vi formigas fazendo suas caminhadas no alto de umas montanhas. Sonhei um dia comprar todas as terras que minha vista alcançasse naquela montanha e reflorestar. É difícil silenciar a mente e viver só no momento. Haja aulas de meditação um dia chegarei lá,
E ai quero ouvir os elementais das plantas dos animas falarem comigo. Que dor ver aquela nossa região toda desmatada. Sem nenhuma arvore. Os governos precisam reflorestar aquelas áreas e dinheiro não os falta e sim vontade politica os falta.
No fundo os nossos governantes refletem a falta de consciência do cidadão médio brasileiro. Um povo que não quer saber de politica. Só de cachaça e futebol. Estamos bem depois de muitas eleições presidenciais neste pais há escolher entre Dilma e Serra.
Dois lideres da Social Demoniocracia Brasileira movida a corrupção de parlamentares do tipo de um José Sarne y e ele é escritor.
Mas vamos falar da bela São Francisco que hoje em dia importa poluição do ar de nossa capital.
Lá sim um Paraíso vizinho das Minas Gerais de Braga Barros ameaçado pela especulação imobiliária da classe média Paulistana.
Com terrenos super valorizados. A prefeitura de São José dos Campos conserva bem suas estradas isto atesto pelos meus anos de caminhadas. Ontem desci na Cacheira do Roncador num ônibus que sai as nove e meia da Rodoviária de São José. Ele corta por uma estrada vicinal de terra. Chegando a cachoeira desço e sigo na estrada que margeia o Rio do Peixe. Por mais de dois quilômetros até uma ponte de cimento e entro numa estrada que se chama Estrada do Sossego repleta de cachoeiras que posso ouvir mas não chego perto porque a mata é bem fechada. E ainda não sou mateiro.
Quem sabe numa hora desta consigo chegar até estas cacheiras. Esta pequena parte da Serra da Mantiqueira é repleta de agua por todos os lados. Nesta estrada a poucos sítios e nenhuma venda se você se machucar vai demorar para achar ajuda nunca pega celular e passa pouco carro.
Mas vale a pena subir e descer suas serras em média se gasta seis horas para chegar a São Xico.
Segue-se a estrada do Sossego a até um cruzamento em direção a Joanópolis ai você pega a direção a São Francisco dois quilômetros depois tem uma ponte sobre um córrego se toma banho lá.
Andasse mais um pouco tem uma Vila com campo de futebol desta vez não tinha jogo e numa venda dá para
parar e almoçar. Pois você vai enfrentar mais trés horas de caminhada para chegar ao distrito. Tem uma cacheira grande o rapaz me explicou. Mas não fui ainda não é horário de verão depois da cachoeira tem uma pousada numa próxima aventura fico lá.
Sobe se uma nova serra onde descrevi que iria reflorestar. Alguns sítios e fazendas. Para que está terra engordando boi de carne dura?
Ai finalmente chega-se a estrada principal que leva a Joanópolis e a Camanducaia MG desce para SÃO
FRANCISCO um cavaleiro falou em meia hora foi uma hora de uma bela paisagem cercada de estradas
que levam a umas Vilas não peguei carona e resisti para não entrar no Rio finalmente cheguei em cima da hora bem cansado porem feliz. Peguei o ônibus. E voltei ao mundo neurótico.
Um dia vou e não volto em breve terá´internet de banda larga em qualquer canto. Com Dilma ou Serra que é a mesma coisa?
No mais um abraço e boas aventuras a todos.

João Carlos Faria

Editora Pasárgada

http://www.youtube.com/watch?v=8SzuWcH6ztY

Um comentário:

cimatti disse...

e ae, joca! fiquei até com vontade de voltar a São Xico. curti teu blog, cara. virei visitá-lo sempre q puder. té +.
p.s. eu sou o alê de tté, amigo da josie, da máh e do nicolau.