domingo, 25 de outubro de 2009

Hoje fui em uma lan house só para ler as crônicas do Joca Faria. Meu computador é uma carroça imprestavel, só serve pra ler e-mail e mandar os contos pro entrementes. Pra ler mesmo, só quando estou com tempo e paciência. Demora uma eternidade para baixar qualquer coisa acima de meio bit.Fui a lan house porque devo a Rita uma grande desculpa. Acho o Joca corajoso, super criativo, mas meio louco. Escreve de uma maneira um tanto quanto inusitada e no meu computador a coisa fica dificil. Leva muito tempo para traduzir. Este e-mail é para dizer pra Rita que eu estava errado, O Joca é dez! Eu é que não tinha prestado muita atenção.... PARABENS Joca Faria. Vocẽ está ficando um cobra.Um grande abraço

Milton

Confesso que os textos do Joca me incomodaram, mas, como eu não sabia dizer o porquê, então, insisti em lê-los. Engraçado que, iniciada a leitura, não conseguia deixar de ler até saber como aquilo ía acabar. Algumas vezes, me peguei rindo sozinha diante do computador. Esse Joca! Outras, com vontade de ouvir Wado, ou melhor, conhecer. (Ainda bem que com a Net temos tudo ao alcance das mãos, ou quase tudo.) Bom, mas o que eu quero dizer é que já sei dizer o que me causou desconforto quando li o Joca pela primeira vez. Seu texto é livre e traz uma verdade que chega a incomodar os mais desavisados. É preciso reaprender a ler - dessarumar as palavras e perceber as novas imagens que se formam. O texto do Joca mostra o exercício do pensar, gera reflexão, mas, antes de tudo, é um convite a entrar no seu espaço de estar no mundo. Parabéns Joca e obrigada.

Bjs Pércila

Nenhum comentário: