quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sua piscina esta cheia de ratos.








Joca Faria







Depois de eu e o diretor Harley Campos um velho palhaço que contava as aventuras e desventuras da cultura sem identidade de São José dos Campos. Não porque os artistas daqui não tenham identidade talvez não tenham o espaço necessário para se desenvolver. Aqui temos sim poetas, artistas meu caro Daillor Varella você é um deles. Como esta juventude que fica sem praça. Porque a Praça não é mais do povo. E a Afundação Cassiano Ricardo não nos representa junto ao poder municipal. Virou mais uma autarquia borrrocratizada dos desgovernos do PSDB. Se a noite só ficasse nisto já estaria ganha. Pois a noite a cidade não esconde, mendigos, bixas e farrapos humanos fruto do desgoverno neo liberal da cidade. Mas Maria a Mãe de Jesus se fez mulher diante de nós e nos contou dos farrapos humanos que se dizem cordeiros mas são verdadeiros lobos. Aqui se faz acordos entre os Vermelhos do PT e os Tucanos do PSDB esta cidade esta partilhada em acordos escusos. Eu homem acostumado a ouvir as coisas mais ORRIVEIS da podridão humana me arripei. Maria que veio diretamente de Aparecida do Norte me contou das mazelas e acordos feitos nos porões da cidade. Enquanto 700 mil habitantes acreditam numa oposição e numa situação. São José é das Putas. Das Amélias,Izélias, Anaclelia, Ângela que não são mulheres de verdade. Das artimanhas de partidos quiça só seja vendidos nas Assembleias Paulistas. Pasmem senhores. É nos que somos ingênuos. A acreditar em João, Pedros e Carlos e Carlinhos que fecham acordos. Como já dizia um poeta Partidos dos Traidores assassinos da moral e da ética. E esta cidade está órfã de políticos. Eu que não vou em Rádios de Garcia que não é Lorca. De Antônio que de Santo não tem nada em eternos acordos. O leite dele se faz fazendas, iates. E o povo o ouve? Na merda sem emprego, sem asfalto, sem terrenos legalizados. E uma câmara de vereadores de verdadeiros lobos disfarçados de cordeiros dizendo amem ao sr. prefeito.

TERCEIRA via? Cade uma terceira via? Numa cidade que uma campanha para prefeitos custa trés milhões de reais. E alguém vai me convencer que não vão tirar cem vezes depois. Eu vivo numa cidade morta viva. Onde cada é cada um. E que se dane a politica para o bem comum.

Aqui não se pode gritar. Não há mais Ricardos, Loester e Saladinos eles te caçam como rato te chamam como canta Cazuza de ladrão , bixa e maconheiro. Pois aqui se enchem de dinheiro. A cidade esta sitiada roubada e esfarrapada. Não há vozes não há ação e nem reação. Cade os Juizes a justiça humana. Só sera fará a justiça Divina. Que um raio lhes parta a cabeça desta cambada de canalhas desta gente vil sem nenhum caráter. Estão além de Macunaima. Estes homens e mulheres já estão mortos e ainda não o sabem. Já estão nos infernos.

A máscara desta cidade cai a cada dia e não há Chapolin Colorado para nos salvar. Nos temos que nos levantar, juntar as forças fazer levantes gerar uma nova revolução, com arte , cultura , filosofia com entendimento de que fazer politica é lutar pelo bem comum. Chega destas raposas disfarçadas de cordeiros deste falso embate entre PT X PSDB. Isto é uma grande farça um jogo de cartas marcadas. Levantemos nossos braços, erguemos nossas espadas e vamos a batalha.





João Carlos Faria



Editora Pasárgada

Nenhum comentário: